Facebook

sábado, 31 de dezembro de 2016

Ladrão envenena abelhas para furtar mel

Todo o enxame foi morto
A ladroagem em Taiobeiras está cada vez mais ousada. Exemplo dessa ousadia foi o furto registrado no apiário de Willian Ferreira Costa, na Fazenda Catulé, zona rural do município. Conforme o apicultor, antes de furtar o mel, o ladrão matou todo o enxame com um veneno conhecido por "bolfo".

Depois do enxame morto, o ladrão levou uma melgueira completa, provavelmente de bicicleta. A preocupação maior de Willian é com a qualidade do mel roubado, pois o bolfo pode ter contaminado o mel. "O produto deverá ser comercializado no mercado negro e provavelmente está contaminando", disse o apicultor, que alerta aos consumidores a não comprar mel sem procedência.

Ainda não existe suspeito do furto.


quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

PM de Salinas encontra moto abandonada

Moto seminova foi tomada de assalto na cidade de Contagem
A Guarnição do Sargento Ramon e Cabo Henrique encontrou na manhã dessa quinta (29/12) uma motocicleta Honda Titan 160, ano 2016, sem placa, abandonada em uma trilha que dá acesso ao conhecido “Morro do Querosene”, no bairro Esplanada, em Salinas.

Os militares apuraram que a moto que foi tomada de assalto em Contagem, região Metropolitana de Belo Horizonte, no último dia 17.

O veículo estava com chassi raspado, mas, mesmo assim, os militares conseguiram identificar a numeração através de uma etiqueta da concessionária.

Ainda não existe suspeita de autoria e a moto foi levada para o Pátio do DETRAN em Salinas.


quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

O menino Isaque morreu

Samu só atendeu o chamado da médica seis horas depois
Às 14 horas dessa quarta (28/12) a criança Isaque Alves de Souza, de 12 anos, que foi baleada na testa na noite de terça (27), faleceu na Santa Casa de Montes Claros, depois de parada cardíaca.

Conforme Adelino Souza, pai da criança, a morte ocorreu poucos minutos depois que adentrou na Santa Casa.

Neste momento, está sendo emitida a guia de necropsia na Polícia Civil de Montes Claros e logo após o corpo será encaminhado para o IML. A expectativa é de que seja liberada apenas amanhã (quinta 29) por volta das 11 horas.

O crime ocorreu ao anoitecer de terça (27) em uma residência da Rua Paracatu, bairro Sagrada Família, em Taiobeiras, onde Isaque foi baleado com um tiro na testa. A Polícia ainda não explicou o que aconteceu.

No Pronto Socorro de Taiobeiras, Isaque foi atendido pela médica Márcia Novais, que o estabilizou e pediu a transferência para Montes Claros às 03 horas da madrugada, mas a ambulância do Samu só compareceu no Pronto Socorro às 08h:40min dessa quarta, sob alegação de que a ambulância estava em trânsito.


terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Estuprador teria abusado de pelo menos seis crianças em Salinas

O baiano Jozias é acusado de abusar de seis crianças
Neste momento está sendo lavrado um Boletim de Ocorrência em Salinas. Conforme as primeiras informações, um homem identificado por Jozias Bispo, de 37 anos, teria abusado sexualmente de pelo menos cinco crianças em Salinas. Existe a suspeita de abuso de criança com apenas 02 anos e 08 meses.

O homem seria um andarilho da cidade de Milagres, no estado da Bahia, e estaria se abrigando atrás do Parque de Exposições, às margens do rio.

O flagrante foi feito depois que o estuprador teria abordado um menino de 11 anos que estava jogando futebol. Testemunhas contaram que o homem agarrou o menino e o levou para o interior do ginásio poliesportivo, ocasião em que a Polícia Militar foi acionada e chegou rapidamente. Quando o Sargento Ramon e o Cabo Henrique adentrou ao ginásio, o estuprador estava com o menino na parte superior e ameaçou jogar o menino de uma altura de aproximadamente 15 metros.

Durante a negociação, o menino conseguiu se livrar do abusador e correu em direção aos militares. Na abordagem, o acusado reagiu e houve luta corporal, até que os militares conseguiram rendê-lo.

Depois que foi preso, familiares de outras cinco crianças teriam o denunciado. O acusado está sendo conduzido para a delegacia, onde o flagrante deverá ser lavrado.


Lançado edital de nova edição do "Unimontes Solidária"

Municípios interessados podem se inscrever de 10 de janeiro a 20 de fevereiro
Foi lançado pela Universidade Estadual de Montes Claros o edital da próxima edição do Projeto Unimontes Solidária, que prevê a realização de ações no período de março a dezembro de 2017. Serão contemplados os municípios com índices econômicos e sociais ainda abaixo da média do restante do Estado, Este ano o projeto completa 15 anos.

As inscrições dos municípios serão recebidas no período de 10 de janeiro e a 20 de fevereiro, seguindo os critérios previstos no edital, disponível no site: www.unimontes.br – “seção editais”.

O projeto envolve os alunos dos diversos cursos da Unimontes, que, supervisionados por professores, visitam os municípios como voluntários, onde realizam as ações solidárias junto à população de baixa renda. Desta forma, os estudantes colocam o conhecimento produzido na sala de aula a serviço da comunidade.

Na seleção das comunidades para o recebimento das equipes do Unimontes Solidária será dada prioridade aos municípios que apresentam indicadores econômicos e sociais insatisfatórios, como: Produto Interno Bruto (PIB) per capita baixo e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) baixo – em relação ao restante do Estado. Também são priorizados municípios com índices mais elevados de analfabetismo e de mortalidade infantil.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Delegado manda recado aos prefeitos eleitos

Dr. Marcelo: "crimes de corrupção terão atenção redobrada"
O delegado da Polícia Federal, Marcelo Eduardo Freitas, que atua no Norte de Minas, já mandou recado aos prefeitos eleitos que vão assumir as prefeituras da região em janeiro: "A administração pública não pode ser vista como o quintal do prefeito".

Ele deixou claro que as irregularidades como cupom fiscal de combustível, construtoras que fraudam os cofres públicos, diárias com viagens, tratamento do lixo, transporte escolar, aluguel de maquinário, shows musicais, merenda escolar e compra de medicamentos terão atenção redobrada dos investigadores, pois são os crimes de corrupção mais comuns.


sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Bandidos detonam agência do Bradesco em Novorizonte

Agência ficou totalmente destruída
Na madrugada dessa sexta (23/12), uma quadrilha de assaltantes atacou a agência do banco do Bradesco em Novorizonte, uma das poucas que ainda estava ilesa da ação do bando.

Conforme populares, os bandidos estavam armados com fuzis e efetuaram vários disparos na cidade. A intenção do bando era explodir o caixa eletrônico, mas acabaram danificando toda a estrutura.

Ainda conforme testemunhas, a quadrilha era formada por cinco homens, todos fortemente armados. Eles estavam em um veículo parecido com o modelo SW4.

Conforme as primeiras informações da Polícia Militar, dois integrantes da quadrilha teriam adentrado à agência para colocar os explosivos, enquanto que os outros membros ficaram vigiando nas esquinas. Durante o ataque, eles dispararam muitos tiros para assustar a população e inibir qualquer reação.

Após roubar todo o dinheiro, cuja quantia ainda não revelada, os criminosos fugiram sentido à Salinas.  Na fuga, os meliantes depararam com uma Guarnição da PM sentido a Montes Claros, ocasião em que atiraram contra os militares.
Agência de Novorizonte era uma das poucas da região que ainda estava ilesa

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Polícia pega menor com cartuchos, cocaína e maconha

Drogas e materiais apreendidos com os autores presos em flagrante
Na manhã dessa quinta (22/12), durante cumprimento de três mandados de prisão, um menor de 16 anos foi flagrado em sua residência, localizada no bairro Newton Júnior,  em Taiobeiras, com 700 gramas de cocaína, 01 quilo de maconha, cartuchos de arma de fogo e um carregador.

Já na residência de um homem de 29 anos, identificado por Douglas, foram localizados diversos pinos para acondicionar cocaína, balança de precisão, saquinhos para embalar drogas e um pino de cocaína.

A operação que resultou na prisão de dois autores em flagrante foi desencadeada em conjunto entre as policias Militar e Civil.


quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Placas irregulares colocam soleira e mata ciliar em risco

Placa instalada acima da soleira é irregular e ainda prejudica a mata ciliar
Durante o período de seca, no desespero para armazenar água, a Copasa de Taiobeiras instalou uma barreira de placa de metal acima da soleira de nível que fica localizada na propriedade do comerciante Otávio de Cássio, bem próxima da estação de captação.

No entanto, a gambiarra é totalmente ilegal, pois infringe as leis ambientais, já que a altura da soleira não pode ultrapassar o nível normal do rio. Para o período de seca, as autoridades faziam “vista grossa”, já que o desespero por água era muito grande. No entanto, o rio Pardo voltou a correr água e, mesmo assim, a Copasa mantém a placa instalada.

A infração da Copasa coloca a soleira em risco, pois o nível da água aumenta consideravelmente. “Se descer uma enchente forte é grande o risco de a soleira quebrar”, alerta Otávio de Cássio.

O aumento do volume de água também coloca a mata ciliar em risco, já que as árvores ficam submersas. “Já reclamei diversas vezes, mas o pessoal da Copasa não se importa”, lamenta Cássio.

   Há muitos anos a Copasa vem abusando do rio Pardo, inclusive com gravíssimas degradações. Sem nenhum tipo de fiscalização, a empresa faz o que quer do rio.  

Alô Ministério Público!!!

Alô Polícia Ambiental!!!

Prazo para exames de diagnóstico de câncer agora é lei

Norma foi sancionada pelo governador e publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (21)
O governador Fernando Pimentel sancionou e foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (21/12) a Lei 22.433, de 2016, que dispõe sobre o prazo para a realização de exames complementares necessários para a confirmação da hipótese diagnóstica de neoplasia maligna (câncer). A nova norma foi analisada pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), por meio do Projeto de Lei (PL) 367/15, do deputado Doutor Wilson Batista (PSD).

A Lei assegura, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), a realização, em até 30 dias, dos exames complementares destinados à comprovação de câncer. O texto aponta que a contagem do prazo se dará a partir de laudo médico que especifique as manifestações clínicas que indicam a hipótese diagnóstica.

A nova lei entrou em vigor hoje, data da publicação.


Cratera interdita rua de Salinas há 20 dias

Buraco oferece perigo para pedestres e motoristas
Os moradores da rua 18, no bairro Primavera, em Salinas, procuraram o Jornal Folha Regional para reclamar de uma cratera aberta no meio da via pública. O enorme buraco, com cerca de sete metros de cumprimento, interditou o trânsito e vem causando muitos transtornos para os moradores, principalmente aos proprietários de veículos.

Conforme os moradores, muitas reclamações foram feitas na Prefeitura Municipal, mas não ouve nenhum retorno.

A traição como direito de Estado

Por Petrônio Souza
Todo povo tem seu orgulho. O Brasil também tem o seu: ser o país das delações premiadas. Aguardadas com certo fastio, as divulgações das verdades ou versões contadas e depuradas em grampos e gravações - muitas delas ilegais - ganham divulgação imediata e compartilhada, em todos os meios, por todos. Nessa esteira de orgulho e satisfação nacionais, os delatores posam na TV como pops stars da traição, canonizados pelas nossas instituições que deveriam ser mais nobres, obtendo delas o perdão libertador.

O êxtase em flagrar o mal feito quase sempre é maior que a revolta pelo dano causado à nação, ao futuro comprometido. Isso se revela nas benesses concedidas ao delator, com salvas de herói caído de um povo. Primeiro foi o Joaquim - português originário -  Silvério dos Reis, até hoje um nome bem brasileiro, sepultando os sonhos de um novo país, nascido do ouro e da honra que não se tinha, e apenas um foi levado à forca. Visando o benefício próprio, Joaquim entregou o seu amigo nos braços da morte, e nem foi preciso um último beijo na noite escura da traição. Se não fosse a coragem solitária de Tiradentes, a Inconfidência Mineira seria a mais longa e duradoura página da vergonha nacional.

Quase cem anos antes, Borba Gato, desbravador do mato, herói nacional, também fez a dele, revelando aos portugueses as minas de ouro do Sabarabussu, se livrando do desterro e da pena de crime de lesa majestade. Sua delação própria, confissão das conquistas da heroica bandeira primeira, possibilitou o povoamento das Minas Gerais, que culminou com uma guerra pátria, a dos Emboabas, e deu ao Estado que nascia e ao Brasil o sentido de nação. Indo ao encontro da alma delatora do povo que em Minas ainda não vivia, se deu o triste episódio que entrou para a história como o Capão da Traição, quando os novos mineiros, os vencedores, abateram os paulistas rendidos e vencidos.

Três séculos depois, as delações ideológicas levaram à prisão e à execração pública de Gregório Bezerra e Francisco Julião, por tornarem realidade um pioneiro projeto social e ideológico no nordeste deserto de ideias, de programas, de esperança, de história. Tudo isso, por terem feito a diferença, quando todos queriam ali, na extrema pobreza, sempre o igual. Ideologicamente acovardada, a nação de cócoras coroa o que sempre foi objeto de desprezo e indiferença aos povos: o delator.  

O estado policialesco, desagregador, do medo; os privilégios àquele que vigia e denuncia, que grava a reunião em que ele é um dos atores, faz a insegurança nas convivências, faz um país menor, alicerçado no que pratica a traição duas vezes. Esse é também a base da nossa justiça, que avança na esteira da delação, encurtando assim o caminho do que deveria ser investigado e fartamente provado e comprovado, seguindo os trâmites legais do Estado de Direito, aquele que veio para substituir o Estado justiceiro. E a justiça nacional, em todas as suas instâncias, com aplausos de toda nação, pratica sua barbárie moral, institucional, ideológica; tudo isso, sem precisar de um truculento e obsoleto AI-5. Na premiada e premeditada delação, temos a alma da nação revelada. Vale lembrar que a etimologia da palavra companheiro é “aquele que come comigo”.

 Petrônio Souza Gonçalves é jornalista e escritor

Em Salinas, funcionários da Saúde cobram 13º

Comunicação da Prefeitura de Salinas chegou a publicar essa arte informando o pagamento, mas foi excluída logo depois
Membros do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde de Minas Gerais – Sind-Saúde, estão cobrando da Prefeitura de Salinas o pagamento do 13º salário. Conforme Sidney Gonçalves, Delegado de Base do Sind-Saúde em Salinas, algumas categorias não receberam, sequer, o salário referente ao mês de novembro. “Estamos sofrendo com a falta de planejamento da atual Administração”, lamenta Sidney. “Nas gestões passadas nunca tivemos problemas com o 13º”, completa o Delegado de Base.

Conforme Sidney, os enfermeiros, agentes de saúde, auxiliares de enfermagem e agentes do Caps ainda não receberam o 13º salário. “Geralmente, todos recebiam o 13º e o mês de dezembro até o dia 20, mas dessa vez estamos apenas na expectativa”, disse Sidney. “O que mais revolta é que o prefeito pagou os contratados, pois todos são correligionários políticos, enquanto que o trabalhador efetivo está sendo prejudicado”, emendou.

O vereador eleito Júnior Garçom, que também é Delegado de Base do Sind-Saúde, disse que dentistas, psicólogos e assistentes social também estão sem receber o mês de novembro e o 13º salário. “Vamos reunir a categoria ainda hoje, e se o prefeito Kinca não se manifestar, vamos fazer uma manifestação amanhã”, disse Júnior. “A prefeitura chegou a publicar na Internet que teria pagado o 13º, mas a informação era falsa e pouco tempo depois excluiu a publicação”, completou o vereador eleito.

Na Prefeitura de Salinas, a informação do contador do Fundo Municipal de Saúde, Marco Antonio, é de que não existem recursos para efetuar os pagamentos e que a Administração ainda aguarda repasses do governo.


terça-feira, 20 de dezembro de 2016

PM de Taiobeiras realiza operação para acalmar os ânimos

Comando da PM colocou vários militares em pontos estratégicos da cidade na tarde dessa terça
Depois de dois dias tensos, com um homicídio consumado e um homem baleado, além de registros de tiroteios em pontos da cidade, o comando da Polícia Militar, sob orientação do Tenente Alan, vem realizando grande operação pelas ruas da cidade.

A ideia é intensificar o patrulhamento na cidade, pois a sensação de insegurança aumentou nas últimas horas, sendo que a situação foi agravada com o pânico demonstrado pela população nas redes sociais.

A disputa pelo tráfico de drogas na cidade vem sendo acirrada e violenta, com constantes trocas de tiros entre as facções rivais.

O assassinato do jovem Nalbec Matheus, de 20 anos, na tarde de segunda, acirrou ainda mais o embate, pois populares noticiavam nas redes, a todo instante, disparos de tiros em pontos diferentes da cidade. Para piorar a polêmica, um homem foi baleado na manhã dessa terça com dois tiros e, até então, a informação é de que foi por engano. A vítima é Anderson da Cruz, de 25 anos, que está no hospital.

Aparentemente, a operação preventiva da Polícia Militar na tarde dessa terça deu resultado, já que os ânimos acalmaram, pelo menos momentaneamente.


Engenharia Civil da Unimontes gradua a primeira turma

Turma de Engenharia Civil: a 1ª da Unimontes
A Universidade Estadual de Montes Claros coloca no mercado de trabalho a primeira turma do seu curso de Engenharia Civil, que conta com 22 graduandos. Eles serão diplomados no próximo dia 27, quando acontecerá a solenidade unificada de outorga de grau dos cursos do campus-sede da Unimontes.

O coordenador do curso de Engenharia Civil, professor Guilherme Augusto Guimarães Oliveira, destaca que a formação da primeira turma da graduação representa uma importante conquista para a Universidade. “A criação do curso de Engenharia Civil possibilitou o desenvolvimento de pesquisas tecnológicas, contribuindo com os avanços nesta área na universidade”, afirma o coordenador. “Inclusive, com a implantação do Centro Tecnológico, constituído de laboratórios atualizados e funcionais”, completou.

Há também o aspecto social. "A Unimontes possibilitou o ingresso no curso de Engenharia de pessoas que não teriam condições de custeá-lo em instituições privadas, melhorando a qualidade de vida nas cidades da região", afirma Guilherme Guimarães. Ele lembra que o curso de Engenharia Civil é um dos mais concorridos da universidade, qualificando profissionais com grandes perspectivas no mercado de trabalho. Atualmente, a graduação conta com cerca de 330 alunos em todos os períodos.

Governo autoriza asfaltamento em Virgem da Lapa

Trecho é considerado estratégico para o desenvolvimento regional
Nessa quarta (21/12), o governador Fernando Pimentel vai assinar, em Virgem da Lapa, ordem de serviço para obras de pavimentação de trecho rodoviário de 41 quilômetros de extensão, ligando a Ijacatu, no município de José Gonçalves de Minas. O asfaltamento vai melhorar as condições de escoamento da produção de alimentos e minerais do Jequitinhonha e do sul da Bahia.

    A obra de pavimentação abrange as rodovias MGC-367, MG-114 e LMG-677 e também prevê o reforço e alargamento da ponte sobre o córrego Virgem da Lapa, com 45 metros, localizada na MGC-367.

    A estrada é um importante acesso da população local a Diamantina e Belo Horizonte e para quem viaja em direção ao sul da Bahia. O asfaltamento facilitará ainda o acesso a Turmalina e Capelinha (no sentido Belo Horizonte), e às cidades de Araçuaí, Itaobim e Jequitinhonha, no sentido Bahia.



Rapaz de 25 anos é baleado em Taiobeiras

Local do crime: Avenida Barbacena, bairro Planalto.
No final da manhã dessa terça (20/12), por volta das 12 horas, um homem identificado por Anderson da Cruz Dionísio, popular Disom, de 25 anos, foi alvejado por tiros na Avenida Barbacena, bairro Planalto.

Conforme testemunhas, os autores foram três indivíduos, que estavam caminhando pela avenida. Primeiro, eles teriam atirando pelas costas.

Conforme as primeiras informações do Pronto Socorro, o rapaz foi atingido por dois tiros, um nas costas e outro no ouvido. Os médicos ainda não informaram a situação clínica da vítima.

Na Polícia Militar, a informação é de que Anderson não tem nenhuma passagem. Existe a suspeita de que ele foi baleado por engano.

Os levantamentos estão sendo feitos e quem tiver qualquer tipo de informação pode ligar de forma anônima para 190 ou 181. 
Vítima está sendo socorrida no Hospital Santo Antônio, onde os militares tentaram levantar informações

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Jovem de 20 anos é assassinado em Taiobeiras

Nalberth morreu aos 20 anos
No final da tarde dessa segunda (19/12), por volta das 18h:30min, o jovem Nalbek Matheus Ferreira Mendes, de 20 anos, foi baleado no final da rua Unaí, bairro Newton Júnior, em Taiobeiras.

A informação inicial de uma testemunha é de que dois homens chegaram em uma moto e efetuaram vários disparos. A vítima foi encaminhada ao Pronto Socorro em estado gravíssimo. Os médicos tentaram reanimá-lo, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu poucos minutos depois de receber atendimento.

Uma fonte informou que Nalberth bem  dois tiros no peito, um na perna e um nas costas. Ainda não se sabe o motivo do crime.

A Guarnição da Polícia Militar, comandada por Sargento Antunes, está fazendo rastreamentos pelas ruas da cidade para tentar localizar os autores, qualquer informação que possa ajudar a PM é só ligar para 190 ou 181.


Seca derruba até a safra de Pequi

Produção do principal fruto do cerrado está comprometida pela falta de chuva
Com Luiz Ribeiro/EM

A safra do pequi, que vai de dezembro a fevereiro, sempre proporcionou o aumento da geração de renda e o sustento de famílias de pequenos produtores, ocasionando também maior movimento no comércio, em vários municípios do Norte de Minas, principalmente Taiobeiras, Montes Claros e Japonvar. Neste ano, no entanto, a chegada da “época do pequi” está longe de representar a bonança das safras anteriores, devido a uma situação inusitada: a elevada queda na produção do fruto-símbolo do cerrado. A falta de chuvas e a morte de pequizeiros, atacados por uma praga, são apontados como os motivos da vertiginosa redução da colheita, que segundo os próprios produtores, pode chegar a 80%.

Os pequizeiros sempre foram resistentes à escassez de chuvas. Mas, avaliam os produtores, como o Norte de Minas teve quatro anos seguidos de estiagens prolongadas, a espécie também não resistiu e sofreu a drástica queda na produção. Nos últimos anos, os pés de pequi também estão sendo atacados por um besouro que destrói as folhas e as flores da planta, impedindo a produção e matando as árvores.

Os efeitos negativos da brusca queda na produção do pequi são sentidos em Japonvar – município de 8,4 mil habitantes. Como em outros pequenos municípios do Norte de Minas, os moradores ficam na expectativa da chegada desta época do ano, com a esperança de ganhar algum dinheiro como catadores do fruto nativo no mato, em um trabalho que envolve famílias inteiras, incluindo as crianças. Desta vez, a redenção não veio.

Acho que neste ano será colhida apenas 20% da quantidade de pequi que deveria ser produzida na região”, afirma José Afonso Pereira de Aquino, presidente do Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável de Japonvar. “Nos últimos quatro anos, as chuvas foram poucas. A água da chuva foi pouca e ficou na superfície, sem penetrar no solo. Muitos pequizeiros não resistiram e morreram”, diz José Afonso. Segundo ele, a mortandade dos pequizeiros na região de quatro anos para cá também ficou na faixa de 20%.

Os produtores explicam que faltou chuva na época do pequizeiro florescer, por isso a safra caiu tanto neste ano. A produção vem caindo ano a ano com o longo período de seca.

Para piorar a situação, as mortes dos pequizeiros vêm sendo registradas em várias localidades do Norte de Minas. A praga está sendo disseminada por um besouro, que ataca as folhas e a raiz dos pequizeiros.


sábado, 17 de dezembro de 2016

Edição nº 263


sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Notícia de atropelamento de onça pintada em Salinas é falsa

Onça ficou gravemente ferida e morreu no local minutos depois do acidente
A informação espalhada pela Internet de que uma onça pintada havia sido atropelada na BR-251, próximo de Salinas, está distorcida. Na verdade, o atropelamento ocorreu no último dia 12 na Rodovia MT-170, a cerca de 40 quilômetros da cidade de Juína, interior do Mato Grosso.

A notícia de que o acidente teria ocorrido próximo de Salinas foi dada pela "TV Jequi", que já se retratou.

Conforme o Corpo de Bombeiros do Mato Grosso, um veículo Gol, cor vermelha, ocupado por um casal e duas crianças deslocava para de Colniza sentido à Cuiabá, quando a onça teria saído da mata e atravessado a pista, não sendo possível frear a tempo.

O Corpo de Bombeiros também informou que tentou salvar o felino, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu minutos depois. Nenhum ocupante do veículo ficou ferido.

Em contato com a reportagem, o Sargento Hoberdan, comandante da Polícia de Meio Ambiente, disse que, até então, essa espécie de animal não é vista na região Alto Rio Pardo nos últimos anos.


Quadrilha transforma São João numa praça de guerra

Portas da agência foram estouradas
Na madrugada dessa sexta (16/12), por volta das 02 horas, uma quadrilha de assaltantes, com cerca de 15 indivíduos, impôs o terror no Centro de São João do Paraíso. Fortemente armados, o bando efetuaram vários disparos na área central, principalmente na Avenida Osório Adrião da Rocha, a principal da cidade e onde fica a agência do Banco do Brasil.

Testemunhas contaram para a Polícia Militar que 15 minutos antes de começar o ataque, viram um veículo Pajero, cor branca, circulando pelas imediações. Um militar relatou para a reportagem que foram efetuados cerca de 50 tiros de fuzis nas imediações do Banco do Brasil e outros 80 tiros no quarteirão do Destacamento da PM.

Uma mercearia que fica ao lado da agência e a fachada do prédio onde reside um Sargento foram atingidos por tiros.

Os policiais já conseguiram apurar que o bando usou, além da Pajero, um Fiat Strada prata, um Gol prata e um Sedam preto.

Quadrilha usou munições de guerra
Depois que cercaram a agência, as residências dos militares que trabalham na cidade e o Destacamento da PM, parte da quadrilha quebrou as portas do Banco do Brasil e foram direto para o cofre, que depois de arrombado, foi esvaziado. A quantia roubada ainda não foi revelada.

Antes de evadir sentido ao estado da Bahia, os bandidos espalharam muitos pregos nas principais estradas de acesso à cidade. Ônibus com pacientes de São João e Ninheira tiveram os pneus furados. Após o ataque, populares encontraram dezenas de cápsulas de armas de grosso calibre espalhadas pelas ruas da cidade.

A população paraisense ficou chocada com a quantidade de tiros e explosões. A Polícia Militar de toda a região está fazendo rastreamentos. Qualquer informação, ligue 190 ou 181.
Pregos foram espalhados pelas principais estradas de acesso à São João do Paraíso


Foi um golpe de Estado

*Por Levon Nascimento
O ano de 2016 chega ao fim e tristemente constatamos de que nele houve um golpe de Estado no Brasil. Aliás, o golpe continua. As massas médias vestidas de verde-e-amarelo (mas apaixonadas pela bandeira estadunidense), midiática e propositalmente desinformadas, foram levadas a acreditar que os governos do PT promoveram os maiores escândalos de corrupção da história do Brasil e que este partido gastava abusivamente o dinheiro público, para elas, razão da grave crise econômica. Como ter memória política não é um dos fortes dessa gente, as mentiras colaram feito visgo de jaca e ela pagou o mico do século ao ir às ruas defender o atraso fascista fantasiada de Batman tupiniquim. O mundo sentiu vergonha alheia.

Assim, o impeachment de Dilma Rousseff ocorreu sem maiores problemas dentro das podres instituições da República, capitaneado por Eduardo Cunha e Renan Calheiros, desencadeado pelo choro de perdedor de Aécio Neves, urdido pela traição de Michel Temer, açodado pelas seletivas decisões do juiz Moro, permitido pela omissão vergonhosa do STF e amplificado pela manipulação da Globo e das demais mídias do cartel brasileiro. E por motivo fútil: as tais pedaladas fiscais praticadas por qualquer governante brasileiro ou mundial sempre que se necessita remanejar recursos públicos de uma área para outra. Mais escandaloso ainda, sem que a presidenta fosse ré em qualquer tipo de processo. Uma mulher honesta derrubada por um bando de ladrões repugnantes. Pergunte a qualquer brasileiro imbecilizado sobre o motivo de Dilma ter sido afastada da presidência e ele lhe dirá: “por causa da roubalheira e da corrupção generalizada” ou “ela acabou com o Brasil”. É o perfeito otário, sem meias palavras. Nunca ouviu falar do “Caso Banestado”, julgado pelo mesmo Moro ou da “Privataria Tucana”, nunca levada a juízo. Não se informa. Só recebe passivamente as rações diárias servidas pelo “Partido da Imprensa Golpista”, o PIG.

Na verdade, Dilma, Lula e o PT foram os bodes expiatórios. Não sou tolo a ponto de achar que não houve desvios éticos em seus governos. Porém, que qualquer pessoa minimamente séria sabe que são fichinhas perto do que os velhos profissionais da direita praticam à luz do dia desde o desembarque de Pedro Álvares Cabral em Porto Seguro. Fosse para acabar com a corrupção e equilibrar as contas públicas, a tal Lava-jato não estaria protegendo os maiores corruptos do país – do PSDB, do PMDB e do DEM – e o (des)governo Temer não teria ampliado a gastança de forma tão descarada – e com motivos extremamente fúteis, bem ao contrário do rigor dilmista. O fato é que o golpe de Estado veio para destruir a parte virtuosa dos governos petistas: os programas sociais, a melhora na distribuição de renda e a queda (ainda que tímida) da desigualdade social. Qualquer um que seja responsável saberá entender que os golpistas trabalham incessantemente para aumentar os privilégios da camada rica e esfolar os trabalhadores (aqui incluída a imbecil classe média que odeia o PT) e os pobres.

Mas o golpe foi além. Não somente as conquistas de Lula e de Dilma são os alvos do trator que tomou o poder. É o próprio pacto democrático instituidor da Constituição de 1988 que está em risco. Com a PEC 55 (a do corte de gastos em saúde, educação e seguridade) e a Reforma da Previdência (que deixa de lado militares, juízes e políticos, mas desce o cacete em todos os demais trabalhadores, especialmente as mulheres, os rurais e os professores, que terão as idades mínimas de aposentadoria unificadas em 65 anos de idade e 49 de contribuição), o que se pretende é dar marcha ré em direção à República Velha. A Constituição de 1988, ao instituir o SUS (Sistema Único de Saúde), a gratuidade e universalidade do ensino e o sistema de seguridade social, colocou o Brasil no mundo civilizado. Claro que esses sistemas nunca funcionaram a contento, pois se trata de uma Nação periférica do sistema capitalista, cheia de incongruências estruturais, mas a simples menção disso no ordenamento jurídico maior dá a direção do projeto daquilo que o país desejava se tornar.

A camarilha golpista que assumiu o poder com a destituição de Dilma Rousseff é uma coalizão escabrosa que une os velhos e corruptos coronéis do PMDB, os lesa-pátria sofisticados do PSDB, as corporações intocáveis do Judiciário, do Ministério Público, da Polícia Federal e dos militares, o baixo clero do Congresso (especialmente a bancada religiosa), a falida FIESP (do pato que os idiotas vão pagar) e a grande mídia brasileira (sob a batuta da indefectível Globo). Todos sob o comando unificado e perverso do mercado financeiro, o qual leva 45% de tudo o que os brasileiros produzem na forma de juros e pagamentos da dívida pública. Essa turba, blindada pela ignorância do brasileiro médio, que detesta o PT e tudo quanto lhe lembre que também é proletário e pobre, está literalmente destruindo o país, a Constituição de 88, as instituições, a economia real e qualquer sonho de uma Nação soberana para o futuro. E dá-lhe PEC 55, reforma da previdência e ampliação do estado de exceção (aliás, a regra no país dos golpes).

Foi um golpe de Estado. Aliás, é um golpe, enquanto a economia patina rumo à depressão. E ele tende a se ampliar, porque golpes sempre são seguidos de ditaduras. É um golpe contra você, ainda que tenha acreditado que a grande culpada de tudo era a dona Dilma.

* Levon Nascimento é professor de História e mestrando em “Estado, Governo e Políticas Públicas” pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Seção Brasil).


quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Promotor pede apuração de abusos no Samu

Atraso de salários e nepotismo estão entre as reclamações apresentadas na Comissão de Saúde
Por Débora Dornas

O promotor de justiça Gilmar de Assis, presidente do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Defesa da Saúde – CAOSAÚDE, encaminhou à 15ª Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde da Comarca de Montes Claros, denúncia contra o Consóricio Intermunicipal da Rede de Urgência do Norte de Minas Gerais - CISRUN. O documento foi apresentado em audiência da Comissão de Saúde da Assembleia de Minas Gerais, na tarde desta quarta (14/12), para que sejam apurados os fatos.

Funcionários efetivos do Samu Macro Norte apresentaram reclamações de assédio moral e de falta de reajustes salariais. A denúncia do promotor ainda cita outras três irregularidades apresentadas pelos representantes do Samu Macro Norte: o uso de ambulâncias em estado precário, exigindo dos motoristas a assinatura de documento se comprometendo a conduzir veículos nessas condições; negligência do consórcio em relação à utilização e processamento de materiais e medicamentos hospitalares; e nepotismo nas contratações.

O deputado Arlen Santiago (PTB), presidente da comissão e autor do requerimento que deu origem à reunião, afirmou que a situação é preocupante. “É preciso que o ministério público faça uma auditoria rigorosa, especialmente tendo em vista que no próximo ano haverá eleições para escolha no novo presidente e as adequações devem ser feitas antes da nova gestão”.

Funcionários concursados afirmam que há uma defasagem salarial de dez anos, de forma que os condutores das ambulâncias, por exemplo, tinham um salário equivalente a quase seis salários mínimos em 2006 e o valor seria, agora, de pouco mais do que um salário mínimo. Os salários de cargos comissionados, que seriam altos, em contraste com os valores pagos aos técnicos, também foram abordados.

Na reunião foi citada, ainda, a reavaliação dos investimentos das prefeituras dos 86 municípios que compõem a região e que atualmente contribuem com R$ 0,13 per capita mensais, enquanto em outras o valor é de R$ 0,25, o que possibilitaria melhorias salariais para os funcionários do Samu.


terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Ocorre outro alagamento no bairro Betel, em Salinas

Um animal estava ilhado e foi socorrido por um conselheiro tutelar
Na tarde dessa terça (13/12) aconteceu outro alagamento no bairro Batel, em Salinas. Várias ruas ficaram intransitáveis e muitas casas alagadas. Alguns moradores tiveram prejuízos com destruição de móveis. Outros perderam roupas e alimentos. A pior situação foi registrada na Avenida Manoel Carlos de Pinho, que ficou tomada pelas águas.

O conselheiro tutelar Fábio Júnior estava no local do alagamento e ajudou a socorrer uma família de cinco pessoas, inclusive uma recém-nascida, que reside na Rua 1. A residência foi invadida pelas águas. “Eles perderam tudo”, informou o conselheiro, que também conseguiu livrar um cachorro e um cavalo que estavam ilhados.

Os moradores do bairro alegam que os alagamentos surgiram após a construção de um loteamento no bairro, sem a devida canalização das águas pluviais. É o 2º alagamento registrado num período de 25 dias. O 1º alagamento ocorreu no último dia 17 de novembro.

Até então, nenhuma autoridade se manifestou sobre o caos no bairro Betel. Assistam vídeo do alagamento na Fanpage do Jornal Folha Regional.

Também foram registrados pontos de alagamentos no bairro Nova Esperança.
Moradores reclamam que alagamentos surgiram depois que foi construído um loteamento no bairro

PM de Ninheira prende motoqueiro armado

Arma, pino, munição e celular apreendidos com o autor
Na madrugada dessa terça (13/12), o Soldado Marques, da Polícia Militar de Ninheira, recebeu denúncia anônima dando conta de que um suspeito estaria armado e conduzindo uma motocicleta Yamaha YBR 125, cor roxa, placa de Indaiatuba, sentido ao povoado Mundo Novo, zona rural do município.

Diante das informações, a Guarnição formada pelos Soldados Dirley Matos e Renato Freitas, montou campana na Avenida João Rocha Brandão. Momentos depois, quando o autor avistou a viatura, retornou em alta velocidade e evadiu por estradas vicinais.

A perseguição foi iniciada e o autor foi abordado no povoado Mundo Novo, ocasião em que ele tentou se librar de um revólver calibre 32. Nas buscas pessoais, os militares encontraram em seu bolso um pino vazio, geralmente usado para guardar cocaína.

O autor foi identificado por Manoel Messias. Ao ser questionado, ele argumentou que estava armado para se proteger de ladrões. Disse também que comprou a arma em São Paulo. A moto estava com o licenciamento atrasado e por isso foi apreendida em São João do Paraíso.


segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

PM de Berizal encontra carro abandonado

Veículo está com placa adulterada e tem queixa de roubo em Salvador
No domingo (11), através de denúncia anônima, a Polícia Militar de Berizal foi informada sobre o abandono de um veículo em matagal da fazenda Veredão de Baixo, zona rural do município.

Ao chegar ao local, a Guarnição do Sargento Vandir Madureira deparou com um Toyota Corolla, cor prata, placa  JSL-7191, de Vitória da Conquista/ BA. O veículo foi colocado no matagal de ré e estava coberto com galhos de árvore. No banco traseiro havia uma mancha de sangue. Já no bagageiro, havia um galão com cerca de 30 litros de gasolina.

Ao consultar o sistema de segurança, os militares descobriram que não havia queixa de furto/roubo para a referida placa e o veículo é propriedade de Roney Rodes Oliveira Pereira. Os policiais descobriram também que a numeração dos vidros não correspondia com a numeração do chassi, que é de um Corolla emplacado em Salvador/BA, que possui queixa de roubo em nome de Rafael Caldas Lopes.

As chaves do veículo estavam escondidas embaixo de um pedra. O carro foi rebocado para o pátio do Detran em Taiobeiras, onde o caso deverá ser investigado.


sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Roubos, perseguição e acidentes em Salinas

Moto roubada e viatura da PM caíram em uma ribanceira durante perseguição
Na madrugada dessa sexta (09/12) foi registrada uma ocorrência policial de cinema em Salinas. Tudo começou com o roubo de uma moto CG Titan 150, cor vermelha, da vítima identificada por Marcos, que é entregador de pizzas. A vítima relatou para a Guarnição, comandada por Sargento Daniel, que estava levando uma pizza na Rua 4, nº 449, do bairro Alto Casa Blanca, e quando estava próximo do local, foi abordado por dois homens com blusas de capuz, sendo que um deles estava de arma em punho. Mediante ameaça, os meliantes tomaram a moto e uma pochete com cerca de R$200, evadindo logo em seguida.

Na fuga, os bandidos roubaram outra moto, dessa vez uma Yamaha XTZ 250, da vítima identificada por Marcelo. Ele estava saindo da casa da namorada, localizada na Rua Ouro Preto, bairro Vista Alegre, quando os bandidos o abordaram e tomaram a moto, além dos seus aparelhos de celular. Antes de evadir, um dos autores desferiu um golpe com capacete na cabeça de Marcelo, o obrigando a deitar no chão.

As vítimas informaram para os militares que um dos meliantes seria o popular Bidu, que portava o revólver.

Com as informações, os militares iniciaram os rastreamentos pela cidade, até que visualizaram os meliantes com as motos próximo à Passarela da Alegria, ocasião em que começou a perseguição em alta velocidade pelas ruas da cidade. Nas imediações do hospital municipal, os militares perderam o visual da Yamaha XTZ, mas a perseguição à CG Titan continuou. Momentos depois, o autor perdeu o controle e caiu numa ribanceira no final da Rua H, no bairro Casa Blanca. A viatura que vinha logo atrás não conseguiu manobrar e também desceu ladeira abaixo.

Ninguém ficou ferido gravemente e o autor foi preso em flagrante. Trata-se de Ilo Rodrigues de Souza, de 23 anos, que possui Mandado de Prisão em aberto. O revólver utilizado nos assaltos foi apreendido. Questionado, Bidu disse que o comparsa seria identificado por Bruno, que evadiu com a Yamaha XTZ e ainda não foi localizado.

Bidu foi levado para o Pronto Socorro pelo Samu, onde fez exames de radiografia, logo após foi levado para a delegacia com um corte na cabeça. 
Viatura caiu em uma ribanceira próximo ao rio Salinas