Facebook

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Polícia Federal volta a investigar ex-prefeito

Maurílio Arruda é alvo de 20 ações na Justiça
O ex-prefeito de Januária, Maurílio Arruda, volta a ser investigado pela Polícia Federal, que cumpriu na manhã dessa segunda (12/09) cinco mandados de prisão através da operação “Rua da Amargura”, que investiga a aplicação de mais de R$ 1 milhão em obras de pavimentação e drenagem de ruas. O ex-prefeito de Januária responde a 20 ações penais na Justiça, dentre elas a que apura desvios de recursos do Projovem.

Mesmo com extensa ficha na Justiça, Maurílio Arruda é candidato à Prefeitura de Januária pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC).

Na operação, que também envolve o Ministério Público, foram presos três ex-servidores da Prefeitura. A Polícia federal considera o ex-prefeito e um ex-secretário como foragido, pois até então não tinham sido encontrados.

O valor de R$ 1 milhão estimado pelos órgãos de investigação é referente a cinco contratos. Para a PF, praticamente todo o recurso, oriundo do município e da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas de Minas Gerais, foi desviado.

Recentemente, a Polícia Federal realizou outras duas operações contra políticos do Norte de Minas, envolvendo o candidato à Prefeitura de Montes Claros, Ruy Muniz (PSB), e Warmillon Braga, de Pirapora, que teve a candidatura indeferida. Nos bastidores correm informações de que várias outras operações serão feitas em várias cidades da região.

Um comentário:

  1. É DE DA DÓ, VER UMA CIDADE TÃO BACANA COMO JANUÁRIA PASSAR NA MÃO DE PESSOAS QUE NÃO TEM COMPROMISSO COM NADA. FICO MUITO TRISTE POIS SOU APAIXONADO POR ESTA CIDADE, ONDE MOREI POR 10 ANOS, TENHO NETOS, FILHA, GENRO E UMA QUANTIDADE ENORME DE AMIGOS E PESSOAS QUE ME ACOLHERAM COM MUITO CARINHO. ESTOU COM MUITAS SAUDADES: DO RIO, DE PANDEIROS, DO VALE DO PERUAÇÚ E DA IGREJINHA DO ROZÁRIO NO BREJO.
    UMA ABRAÇO PARA TODOS E VOTEM DIREITO, PRA NÃO DAR MAIS ZICA.

    ResponderExcluir