Facebook

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

PM de Divisa Alegre flagra furto de carga dos Correios

Autores foram flagrados com dinheiro, celulares, pistola e objetos para remoção de lacres
Na noite do dia 21, uma equipe da Polícia Militar de Divisa Alegre deparou com uma carreta, placa GAV-2330, a serviço dos Correios no pátio do posto de combustíveis Santana, às margens da BR-116. Como o veículo estava em um local escuro, os militares resolveram fazer a abordagem, ocasião em que depararam também com uma caminhonete D 10, carroceria de madeira, placa MUD-2489.

No momento da abordagem, dois homens estavam mexendo na porta do baú de cargas, sendo que um deles se identificou como motorista do caminhão dos Correios e o outro como proprietário da caminhonete. Eles estavam com R$ 6.229,00 em espécie. Ao serem questionados, os autores tentaram ludibriar os militares, que perceberam que o cadeado e o lacre da fechadura do baú estavam violados.

Na caminhonete, os militares encontraram celulares, relógio e lacres plásticos, geralmente usados como algemas. Diante das evidências, os autores passaram a confessar que estavam tentando furtar as encomendas e mercadorias da carga transportada pelos Correios, e para evitar as prisões, tentaram subornar os policiais com dinheiro.

Os dois homens foram presos sob acusação de furto qualificado tentado, incorrendo ainda na pratica de crime de corrupção ativa. Depois de presos, os dois homens ainda confessaram que outros dois autores estariam escondidos dentro do baú, sendo um deles menor de idade.

O motorista dos Correios confessou a modalidade criminosa. Segundo ele, semanalmente, passa no trecho da BR-116 e para o caminhão em pátios de postos de combustíveis, ocasião em que os autores, oriundos da cidade de Medina, efetuam os furtos das encomendas com a permissão do próprio motorista.

As mercadorias furtadas eram vendidas pela metade do preço em Medina e região. Ainda conforme a PM, na cabine do caminhão foi encontrada uma pistola .635 com um carregador e 07 munições.
Motorista dos Correios facilitava os furtos das encomendas

Nenhum comentário:

Postar um comentário