Facebook

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Justiça impugna candidatura de Lucim

Lucim, candidato a reeleição em Indaiabira, tem sete dias para apresentar defesa
À pedido do Ministério Público, o juiz da Comarca de Taiobeiras, Marcelo Araújo, publicou na tarde dessa segunda (22/08) uma Decisão Interlocutória determinando notificação de impugnação ao candidato a prefeito de Indaiabira, Vanderlúcio de Oliveira, o popular Lucim (PMDB).

Na Decisão, Dr. Marcelo concede sete dias para o candidato à reeleição apresentar defesa no processo.

Conforme apurado pela reportagem, o pedido do Ministério Público se deu devido ao prazo de filiação de Lucim no PMDB não ser superior há um ano, assim como prevê o Estatuto do partido.

A reportagem fez contato com o advogado de Lucim, Dr. Warley Maia, que explicou não haver qualquer tipo de problema. "A Executiva Nacional do PMDB aprovou a mudança do Estatuto em dezembro de 2015, sendo que em março de 2016, a convenção nacional do PMDB chancelou a alteração do Estatuto, que foi julgado procedente pelo TSE em junho de 2016", explicou o advogado.

O advogado Warley Maia ainda deixou claro que não acredita em impugnação devido alterações feitas pelo PMDB no estatuto, pois alterações foram feitas antes dos pedidos de registros de candidaturas. "Vamos apenas juntar os documentos do PMDB nacional ao processo", disse o advogado de Lucim.

Um comentário: