Facebook

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Após caçada de 24 horas, PM prende assaltantes

Joias levadas pelos assaltantes não foram recuperadas
Em São João do Paraíso, os bandidos não têm moleza. Mesmo sem estrutura suficiente para um município enorme, a Polícia não alivia e vem lavrando importantes ocorrências, que ganham destaque em toda a região.

Exemplo foi o assalto à mão armada registrado na manhã do dia 12 na joalheria Rebeca Joias, localizada no Centro da cidade, quando dois motoqueiros invadiram o estabelecimento e levaram valiosas peças, dentre elas 50 correntes, 15 pulseiras, 12 alianças de ouro e 50 relógios, além dinheiro, documentos e cartões de bancos. Foi a 5ª vez que a joalheria foi assaltada.

Assim que foi acionada, a Guarnição iniciou a caçada aos meliantes. Foram quase 24 horas de levantamentos e rastreamentos, até que os dois assaltantes e mulher comparsa foram localizados e presos em uma residência do bairro São Joãozinho. A PM não divulgou os nomes dos autores. Os rapazes têm 21 e 23 anos. A mulher, que visitou a joalheria um dia antes do assalto, tem 30 anos.

A ação dos bandidos foi gravada pelas câmeras de segurança da joalheira, fato que ajudou os policiais na identificação, já que um dos autores possui tatuagens no pescoço e mãos.

Todos os autores negaram o crime, no entanto apresentaram versões diferentes sobre o que faziam na hora do crime. Os autores possuem passagens por roubo, ameaça, estelionato, tráfico de drogas, porte ilegal de arma, receptação, dano, resistência à prisão e tentativa de fuga da cadeia.

Até então, os produtos do roubo não foram localizados e os autores se encontram na cadeia pública de Rio Pardo de Minas à disposição da Justiça, já que em São João do Paraíso a cadeia pública foi construída desde o ano de 2010, mas encontra-se abandonada.

2 comentários:

  1. Caçada kkkk...nao foi necuperado nada dos produtos roubados..a vítima continuou no prejeuizo

    ResponderExcluir