Facebook

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

PM combateu o tráfico em quatro cidades da região

Em uma das operações, os policiais apreenderam uma arma
O dia 03 de fevereiro foi de combate ao tráfico de drogas na região.  A Polícia Militar registrou ocorrências nas cidades de Taiobeiras, Salinas, Padre Carvalho e São João do Paraíso.

Em Taiobeiras, a ocorrência foi lavrada após denúncia anônima, quando o cidadão informou que vários jovens não identificados estavam entrando e saindo constantemente de uma construção abandonada na Rua Canápolis. Ao apurar a denúncia, os militares descobriram que os jovens estavam usando o terreno para consumir, comercializar e esconder drogas ilícitas. Mas, durante a averiguação, os policiais não encontraram nenhum infrator, localizando apenas 13 invólucros plásticos com maconha, que estavam enterrados.

Em Salinas, a Guarnição da PM também recebeu denúncias anônimas dando conta de que indivíduos estariam fazendo uso de drogas embaixo da ponte do rio Bananal. Ao deslocar até o local, os policiais depararam com cinco indivíduos, sendo três menores e dois maiores. Eles estavam com cigarros de maconha e três porções da droga, além de R$ 110,00 reais em dinheiro. Os usuários relataram que adquiriram a droga no bairro Alto São João.

Em Padre Carvalho, os policiais foram até à Fazenda Curral de Varas, zona rural do município, onde deparou com uma motocicleta e dois ocupantes. Ao avistar a viatura, o piloto empreendeu fuga sentido a uma plantação de pinus e o garupeiro dispensou uma sacola plástica com 422 gramas de cocaína. O material foi apreendido, mas os traficantes conseguiram evadir.

Em São João do Paraíso, durante operação policial na Rua Ângelo Pinheiro de Carvalho, bairro São Joãozinho, os Militares foram abordar um indivíduo de 28 anos que estava em um bar, ocasião em que dispensou um revólver calibre 38 atrás de uma motocicleta. O autor alegou que estava com a arma por que estava sendo ameaçado por traficantes. Ele disse também que havia comprado a arma por R$ 1.000,00, mas não quis identificar o vendedor.


Um comentário:

  1. Mas até o momento nenhum bandido foi preso tá tudo na rua.

    ResponderExcluir