Facebook

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Cartola denuncia fraude no Campeonato Municipal de Taiobeiras

Popular Tutinha é dirigente da equipe Rede Construir. Ele alega que tinha jogadores de Indaiabira no Nilton Júnior

O cartola Manoel Aparecido Ferreira Viana, popular Tutinha, dirigente da equipe Rede Construir, procurou a redação do Jornal Folha Regional para denunciar fraude nas inscrições de atletas da equipe Nilton Júnior, que foi vice-campeã da competição.

Conforme Tutinha, o ofício apontando a falsidade das inscrições foi protocolado junto ao Secretário de Esportes de Taiobeiras, Luiz Andrade, antes da Final da competição, mas o Secretário não aceitou o recurso e não apresentou toda a documentação dos atletas da equipe Nilton Júnior. “O time tinha 20 atletas e Luiz me apresentou a documentação de apenas 11”, reclama Tutinha, que ameaça procurar o Ministério Público, já que o campeonato foi feito com recursos públicos e ainda existe a suspeita de falsidade ideológica na documentação.

A equipe de Tutinha enfrentou o Nilton Júnior nas Semifinais, realizada no último dia 24, quando perdeu por 2x0. Desde então, ele afirma que vem apontando as irregularidades, mas o Secretário Luiz não aceitou o recurso e não apresentou a documentação necessária para os atletas participarem da competição.

Para jogar a competição, existiam dois critérios no Regulamento: ser eleitor de Taiobeiras ou ter residência fixa na cidade. “O Secretário Luiz deixou alguns atletas da equipe Nilton Júnior jogar sem documentos ou com documentos falsos. Todo mundo sabe que eles são de Indaiabira”, disse Tutinha.

O dirigente da Rede Construir está revoltado com a fraude, que também foi denunciada pela equipe União Lagoense, mas sem providências.

A reportagem tentou falar com o Secretário Luiz, mas ele não atendeu ao telefone. Na resposta ao recurso de Tutinha, o secretário afirmou que “todos os atletas” da equipe Nilton Júnior estavam aptos a participar do campeonato.

Vídeo gravado por funcionários da Copasa tenta enganar população de Taiobeiras


Gravação espalhada na Internet denuncia que as águas do rio Pardo estariam sendo desviadas para as barragens da Fazenda HP, mas, na verdade, as águas estão caindo na vazante do rio.
Engenheiro da Fazenda HP mostra à Polícia de Meio Ambiente o local onde o vídeo foi gravado
No domingo (29), dois funcionários da Copasa foram à Fazenda HP e gravaram um vídeo com narração dando conta de que o empresário Carlos Humberto, proprietário da fazenda, estaria desviando as águas do rio Pardo para as suas barragens. “A água do rio está entrando toda para as barragens de Carlos Humberto... Desse jeito não chega água para Taiobeiras”, disse o funcionário da Copasa no vídeo.

Secretário da Prefeitura compartilhou e criticou
O vídeo alastrou na Internet e foi compartilhado até por pessoas que possuem cargo de confiança na Prefeitura Municipal de Taiobeiras (veja print anexo).

Em um grupo do WhatsApp, o prefeito Danilo informou que o fato já tinha sido denunciado ao Ministério Público (veja print anexo).

Diante da repercussão, a reportagem do Jornal Folha Regional foi até a Fazenda acompanhar a diligência da Polícia de Meio Ambiente, que foi acionada pela promotora de Taiobeiras, Andreia Nunes.

No local, ficou constatado que o vídeo é uma farsa e foi gravado por má-fé, pois as águas do rio Pardo não estão sendo desviadas, muito menos para as barragens feitas na fazenda. “Com o enchimento da soleira, ás águas recuam e caem na lagoa natural que fica na margem do rio”, explicou Sargento Vieira, da Polícia de Meio Ambiente. “É a chamada vazante”.

O manilhamento que aparece no vídeo tem cerca de 4 metros de cumprimento e foi instalado em uma estrada que liga à então fazenda de Sebastião Oliveira. “Aqui não tem nada de irregular e a outorga de captação da ANA está regular”, concluiu a Polícia de Meio Ambiente.

Prefeito Danilo informou que denúncia foi feita à promotora
A referida lagoa natural não tem nenhuma ligação com as barragens construídas por Carlos Humberto. As barragens construídas só recebem águas quando a enchente é superior a 75 centímetros acima do nível da soleira.

Ao meio dia dessa segunda (30) a vazão do rio Pardo na soleira da HP era de 572 litros por segundo ou 2.062 metros cúbicos por hora. Apenas na calha da soleira a vazão era de 320 litros por segundo. Na descarga de fundo a vazão era de 140 litros/segundo. E por cima da soleira a vazão era de 100 litros por segundo.

Para o engenheiro agrônomo Anderson Melo, gerente da Fazenda HP, a intenção dos funcionários da Copasa é arrumar um culpado para a falta de água em Taiobeiras. “Nossa obrigação seria soltar 130 litros por segundo e estamos soltando o triplo”, afirmou o engenheiro.

Visando aumentar a vazão na soleira da Fazenda HP, o engenheiro Anderson Melo sugeriu ao gerente regional da Copasa, Flávio Vita, que fossem providenciados mangotes de 450 milímetros para aumentar a vazão e velocidade da água, mas não houve interesse. “Vita alegou que o custo dos mangotes seria alto demais”, disse Anderson.

A direção da Fazenda apurou que os funcionários da Copasa que gravaram o vídeo com falsas acusações foram identificados por Rone e Rui. Mesmo sem os nomes completos dos funcionários, o jurídico da propriedade deverá tomar as medidas cabíveis.

A próxima previsão de chuva está marcada para o dia 06 de dezembro.
Vazão na soleira da HP nessa segunda (30) é de 572 litros por segundo

video

PM acaba de pegar acusados de tráfico na Lagoa Dourada

Policiais encaminharam acusados para a delegacia
Após denúncia anônima, uma Guarnição da Polícia Militar de Taiobeiras, comandada por Sargento Lauro, deslocou até à comunidade Lagoa Dourada e abordou dois rapazes acusados de tráfico de drogas.

Conforme os militares, eles estavam com um pino de cocaína e dinheiro trocado. No carro dos acusados, os policiais encontraram um revólver calibre 38 carregado, com numeração raspada e quatro cartuchos intactos.

Sargento Lauro informou que as denúncias dão conta de que ambos estão envolvidos com o tráfico de drogas na comunidade. Ainda conforme Sargento Lauro, ambos possuem passagem por tráfico de drogas, sendo que um deles tem também passagem por porte ilegal de arma de fogo.

Os dois rapazes foram levados para a delegacia e os militares esperam que o flagrante seja lavrado.

sábado, 28 de novembro de 2015

Sarau de Poesias está sendo realizado em Taiobeiras

Cantor Cevisa Harmonia fez a 1ª apresentação em um restaurante de Taiobeiras
Neste fim de semana, 28 e 29 de novembro, a educadora Marileide Pinheiro, através da Associação Teatral “Encena & Cia”, de Taiobeiras, está promovendo o 2º Sarau Poesias Flutuantes em Taiobeiras. A programação acontece na Escola Oswaldo Lucas Mendes e na Pizzaria Cheiro & Sabor.

A entrada é gratuita. Vários renomados poetas, escritores e artistas plásticos participarão do evento, que terá ainda exibições de vídeos, lançamentos de livros e shows, como o de Cevisa Harmonia, do Rio de Janeiro.

Violeiro prepara lançamento de DVD

DVD terá músicas de sua autoria. Foto: Naíma Rodrigues
O violeiro Gesão do Vale, um dos mais renomados da região, está preparando o lançamento do seu 1º DVD para o próximo mês de janeiro. O projeto chamará "A Minha História", que terá como principal música "Viola de Madeira", uma composição do próprio Gesão, em parceria com os amigos João e Patchanka.

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Criança atropelada em Josenópolis é socorrida pelo helicóptero da PM

Equipes da Polícia Militar e Samu montaram megaoperação para salvar a criança. Foto: Hedy Wagner Barbosa
Nessa quinta (26), a criança Fabricio Moreira Sousa, de 7 anos, estava retornando da escola em Josenópolis e quando desceu do transporte escolar, em frente a sua residência, foi atropelada gravemente por um motoqueiro.

O Samu socorreu a criança até o hospital de Salinas com traumatismo craniano e, diante da gravidade, era preciso encaminhá-la urgentemente para Montes Claros. Com isso, foi feito contato com o comando da Polícia Militar, que autorizou o deslocamento da aeronave Pegasus para socorrer o estudante até à Santa Casa.

Homem é encontrado morto no rio Salinas

Corpo de Roselene foi encontrado na tarde dessa quinta (26) - Foto: Hedy Wagner Barbosa
Na tarde dessa quinta (26) a Guarnição da Polícia Militar, comandada por Sargento Araújo, foi chamada até às margens do rio Salinas, em uma localidade que fica nos fundos do Parque de Exposição, onde foi encontrado o corpo de Roselene Rodrigues Daniel, de 40 anos.

Conforme apuração do Sargento Araújo, na manhã de ontem (25/11), Roselene estava pescando com uma turma de amigos, que retornaram para suas casas e ele ficou sozinho, momento depois, suspeita-se que ele passou mal e caiu dentro do rio, ocasionando o afogamento.

Ainda conforme Araújo, o corpo foi encontrado por volta das 17 horas dessa quinta. Roselene morava na Rua C, bairro Casablanca.


Deputados querem acabar com festas "open bar" em Minas

Conforme o projeto, festas com bebida liberada geram transtornos que o Poder Público tem a obrigação de evitar
Por Ricardo Barbosa

Na quarta (25) a Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia de Minas deu parecer favorável ao Projeto de Lei de autoria do deputado Roberto Andrade (PTN), que proíbe festas comerciais com bebida liberada – conhecidas como “open bar”, em todo os estado de Minas Gerais.

A medida pretende coibir a chamada “venda casada”, prática vedada pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC), e combater o uso indiscriminado de bebidas alcoólicas entre os jovens.

De acordo com a proposta, bares, restaurantes, boates, casas de diversão micareta e similares, bem como qualquer evento aberto ao público em que haja cobrança de ingresso, não poderão promover o consumo liberado de bebidas alcoólicas, nem exigir dos clientes um mínimo de consumação.

No entendimento do deputado, festas em que o preço de entrada está condicionado ao acesso livre de bebidas alcoólicas, ou mesmo sua venda a preços módicos, gera transtornos à sociedade por estimular o consumo excessivo do álcool, principalmente entre os mais jovens.

Para ser aprovado, o projeto do deputado Roberto Andrade precisa ser analisado também pelas comissões de Direito do Consumidor, de Segurança Pública e de Fiscalização Financeira e Orçamentária, então, só depois disso o projeto irá à votação em Plenário.

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Homem é assassinado no Centro de Salinas e os autores já estão presos

Guarnição da Polícia Ambiental prendeu os autores Guilherme e Roberto durante fuga por uma estrada vicinal
Por volta das 13 horas dessa quarta (25) um homem identificado por Evérton Alves Custódio, popular “Careca de Antônio Mato Verde”, de 50 anos, foi morto a tiros na Rua Coronel Antônio Bernardino, Centro de Salinas, próximo à agência do Banco do Bradesco.

Conforme testemunhas, a vítima estava fugindo de dois homens, que estavam em um carro Fiat Uno, cor prata, quando foi atingido por dois tiros. Outro disparo acertou no portão. A vítima estava armada. Inicialmente, suspeita-se que o crime tenha envolvimento com o roubo de gado na região.

Imediatamente, a Polícia Militar de Salinas mobilizou suas guarnições e os rastreamentos foram iniciados. Pelo rádio, uma Guarnição da Polícia de Meio Ambiente, formada por Cabo Clemente e Cabo Edvar, que estavam realizando procedimentos na zona rural de Salinas, receberam a informação de que os assassinos estavam fugindo naquela direção. “Assim que fomos informados, avistamos o veículo e começamos a fazer o acompanhamento visual, até que eles bateram em um barraco e fizemos a abordagem”, explicou Cabo Clemente para a reportagem, informando também que eles foram abordados depois de Rubelita, em uma estrada vicinal que liga à Coronel Murta.

No momento da abordagem, os autores tentaram evadir, mas foram fechados e o Fiat Uno bateu na viatura. “Quando fizemos a abordagem, eles estavam de armas em punho”, disse Cabo Clemente.

Os autores são Guilherme dos Santos Nunes Pinto, de Araçuaí e Roberto Rozeno de Sousa, de Coronel Murta. Conforme levantamento da PM, Guilherme já tem passagem por homicídio quando ele era menor. Ele confessou que matou Careca por que estava sendo ameaçado.

A Polícia Militar ainda não lavrou a ocorrência e aguarda a chegada da perícia técnica ao local. Aguardem novas informações.
Guarnição da Polícia de Meio Ambiente prendeu os autores em uma estrada de terra depois de Rubelita
Popular "Careca" foi atingido por um tiro na cabeça. Ele estava com um revólver na cintura

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Rio Pardo continua seco e águas do rio Preto ainda estão longe de Taiobeiras

Situação do rio Pardo é caótica
Desde sexta-feira (20) vem chovendo constantemente na cabeceira do rio Preto, principal afluente do rio Pardo. Com isso, vem descendo um bom nível de água, mas com velocidade muito reduzida, pois os poços dos rios estavam completamente secos.

Conforme o engenheiro agrônomo Anderson Melo, da Fazenda HP, o rio Pardo continua completamente seco, pois as águas que descem do rio Preto ainda não chegaram à localidade conhecida como “Pinguela do Teiú”. “Estamos com a expectativa de que as águas cheguem à soleira da HP na noite dessa terça (24)”, disse Anderson.

Na comunidade “Passagem das Éguas” o volume de água no rio Pardo é de 2.000 metros cúbicos por hora.

Na Estação Meteorológica do Instituto Nacional de Meteorológica (INMET) foram registrados 93 milímetros de chuvas neste mês de novembro, sendo 53 milímetros na noite de segunda (23) e na manhã de hoje (24).

Ainda não se sabe quando as águas chegarão à estação de captação da Copasa. Enquanto isso, os caminhões pipa continuam buscando água em Salinas.
Estação meteorológica do INMET registrou 93 milímetros de chuva em novembro
 
Rio Preto está com bom volume de água

Conflito na Segurança Pública de Taiobeiras

Artigo de Alex Sandro Mendes


Pessoal, essa matéria do link acima representa a tragédia que vem ocorrendo na Segurança Pública de Taiobeiras...

Os Policiais Militares se desdobram, quebram viaturas e se arriscam atrás de meliantes armados, que faziam arruaças pelas ruas da cidade. Quando abordam o carro, encontram quatro elementos, dois deles suspeitos de praticarem vários assaltos em supermercados. No assoalho do lado do passageiro: um 38 com 3 munições.

Entre os quatro elementos, um é considerado de alta periculosidade, que acabou de sair do Centro de Internação de Menores de Montes Claros.

Todos são levados, em flagrante delito, para a Delegacia da Polícia Civil.

Quando chega lá, adivinhem o que aconteceu???

Um dos menores assumiu ser dono do 38 e o delegado de plantão liberou todos.
Isso mesmo!!!!!!

Os quatro voltaram para as ruas livremente. Isso é lei???

Por essa e outras, tenho a informação de que vários militares de Taiobeiras, principalmente aqueles que “vestem a camisa” estão muito desanimados com os desfechos das ocorrências. Eles alegam que se arriscam para pegar os meliantes e depois nada acontece, além de não receberem nenhum respaldo das demais autoridades do município.

E tem mais: os policiais alegam que estão tendo sérios problemas com o Ministério Público, que, segundo eles, está “pegando no pé” dos militares para preservar direitos dos bandidos. “Não podemos nem triscar o dedo nos malas, senão vamos parar no pé da promotora”, disse um dos policiais.

Resultado: Nas últimas semanas os índices de apreensões de armas e drogas caíram drasticamente em Taiobeiras. “Está quase parado, muitos policiais ficam só passeado de viatura”, disse uma fonte.

O caso é grave e precisa de intervenção urgente, não adianta mais as autoridades de Taiobeiras ficarem fingido que está tudo bem, por que não está.

As informações chegaram e minha obrigação é torná-las públicas, doa a quem doer. E não adianta me intimidar, não adianta pedir a quebra do meu sigilo telefônico, muito menos abrir uma avalanche de processos. Se chegar aqui eu publico mesmo!

O policial que quiser se manifestar ou fazer mais denúncias pode mandar mensagem pelo WhatsApp: 9 9937-8953. É melhor não ligar, pois a Justiça não autorizou o grampo, mas já sei que tá rolando grampo clandestino na área.

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Em Taiobeiras, assaltantes invadem Empresa Krok e levam dinheiro e celulares

Na manhã dessa segunda (23), dois homens armados com revólveres invadiram a empresa Produtos Krok, que fabrica salgadinhos e pipocas, e anunciaram o assalto. Dessa vez, os dois autores estavam nervosos e fizeram muitas ameaças contra os funcionários.

De maneira muito rápida, os bandidos roubaram os celulares dos funcionários e cerca de R$ 3.000,00 em dinheiro. Logo em seguida, evadiram, tomando rumo ignorado.

Este foi o 3º assalto sofrido pela empresa de alimentos.

Até o final do dia, a Polícia Militar não tinha nenhuma pista dos autores. Qualquer tipo de informação é só ligar para 190 ou 181, cujo sigilo é garantido.

PM de Taiobeiras pega meliantes com arma e fazendo arruaça

Autores foram presos em flagrante, mas, na Delegacia, menor assumir ser dono da arma e todos foram liberados
Na madrugada de domingo (22), uma guarnição policial, composta por Sargento Brante e Cabo Lacerda, deparou com um veículo Vectra, cor prata, fazendo arriscadas manobras na Rua Carlos Chagas, bairro Sagrada Família.

Em ação rápida, os policiais conseguiram abordar o veículo, que tinha quatro indivíduos. Na vistoria, foi encontrado no assoalho do passageiro um revólver calibre 38, cor preta, cabo de madeira, numeração raspada e três cartuchos intactos.

Ao serem questionados, nenhum dos autores assumiram a propriedade da arma, mas afirmaram que estavam com o revólver para se defenderem de um grupo rival ligado ao tráfico de drogas na cidade.

Todos foram presos em flagrante e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil, enquanto que o veículo, depois de lavradas as multas, foi removido para o pátio do Detran. Com os autores foram recolhidos seis aparelhos de celulares.

No entanto, na Delegacia, um dos menores, diante do delegado de São João do Paraíso, que estava de plantão, assumiu ser o dono da arma. Resultado: todos foram liberados e voltaram para as ruas de Taiobeiras.


Segundo a Polícia Militar, dois dos autores são suspeitos de efetuar uma série de assaltos nos supermercados da cidade. Um deles estava internado no Centro de Recuperação de Menores em Montes Claros e foi liberado no início do mês.
Arma e celulares apreendidos com os quatro autores

Caminhões pipa não são suficientes e Copasa implanta rodízio em Taiobeiras

Dois dos 31 caminhões pipa contratados pela Copasa
Os 31 caminhões pipa contratados pela Copasa não estão dando conta de abastecer todos os bairros de Taiobeiras e a empresa está sendo obrigada racionar a distribuição de água.

Conforme nota da Copasa, o enfrentamento ao período crítico obrigou a implantação do rodízio. Algumas residências estão há seis dias sem água.

No fim de semana, muitas residências ficaram sem água. Os bairros Planalto, Bom Jardim e Vila Feliz ficaram sem água de 07 às 19 horas no sábado e domingo. Já os bairros Sagrada Família, Nossa Senhora de Fátima, Nilton Júnior, Santo Cruzeiro e Centro ficaram sem água no sábado e domingo entre os períodos de 19 às 07 horas.

E para piorar a situação, as chuvas estão atrasadas e sem previsão de inverno para recuperação do rio Pardo.

Hoje, 23 de novembro, completam 27 dias que os caminhões pipa buscam água em Salinas para abastecer toda a cidade de Taiobeiras, ao custo estimado de R$ 50 mil por dia. Com isso, estima-se que a Copasa tenha gasto R$ 1.350.000,00 (um milhão e trezentos e cinquenta mil reais) para manter a operação.

Ps: Para a sorte da Copasa e dos políticos, o povo de Taiobeiras é extremamente pacato, sofre calado, não tem o costume de reclamar, muito menos de protestar.

domingo, 22 de novembro de 2015

Mãe e filho morrem em acidente na LMG-629

Lado do passageiro ficou destruído. Mãe e filho morreram na hora

Na tarde deste domingo, 22 de novembro, por volta das 17 horas, aconteceu um fatal acidente na rodovia LMG-629, que liga Taiobeiras à Rio Pardo de Minas. Conforme informações levantadas pela reportagem no local do acidente, o condutor Dilson Barbosa, de 36 anos, teria perdido o controle da direção do veículo Fiat Strada e saído da pista, ocasionando um choque com uma árvore.

A família estava retornando de um culto evangélico na zona rural de Rio Pardo de Minas, sentido Taiobeiras.
 
Dilson e a esposa Jane, que morreu na hora
Dilson é natural da Bahia e está residindo em Taiobeiras, onde comercializa cosméticos de forma ambulante. Ele sofreu ferimentos e foi levado ao Pronto Socorro, onde está sendo avaliado neste momento por um ortopedista. A sua esposa Jane e o filho Jhone, de 13 anos, morreram no local devido a gravidade do choque.

Testemunhas relataram que no momento do acidente seguiam duas motos na frente do Fiat Strada e quando Dilson teria tentado ultrapassá-las houve o descontrole do veículo, que saiu da pista e percorreu cerca de 50 metros até chocar com a árvore.
Veículo saiu da pista e percorreu cerca de 50 metros até bater em uma mangueira