Facebook

sábado, 31 de agosto de 2013

Taiobeiras tem pombos-correio

Columbófilo Arison Miranda tem plantel de 100 pombos que são tratados como atletas
Arison cuida do seu pombal com amor e profissionalismo
TAIOBEIRAS – Poucos sabem, mas essa cidade possui um Columbófilo profissional e filiado na Sociedade Columbófila Mineira, desde o ano de 1977. O criador Arison Ferreira de Miranda possui um plantel de 100 ‘pombos atletas’, que são tratados com alimentação balanceada, a base de girassol, trigo, aveia e feijão, além de composição diária com outros 14 alimentos, como ervilha, cevada e soja. Os pombos treinam média de duas horas por dia e são monitorados conforme a idade. “A média de alimentação de cada pombo é de 30 gramas/dia”, informa Arison.

Os pombos-correio são totalmente diferentes dos comuns, geralmente chamados de “ratos com asas” nos grandes centros urbanos. Eles já foram considerados heróis de penas nas guerras do século 20, capazes de salvar batalhões inteiros ao transportar bilhetes e mapas nas canelas. Exemplo é o lendário pombo Cher Ami – “caro amigo”, em francês – que, em outubro de 1918, mesmo sendo atingido durante o vôo – ficou cego, com o papo baleado e sem uma de suas pernas – conseguiu levar mensagem e salvar 194 norte-americanos em território alemão. Pela bravura, o pombo recebeu a “Cruz de Guerra Francesa”.

Com o passar do tempo, os pombos-correio, criados em cativeiros, bem alimentados e protegidos contra doenças, virou hobby de muitas pessoas em pelo menos 90 países. Estima-se que existam 400 mil criadores mundo afora. Apenas em Minas Gerais existem 350 criadores Polubófilo, dentre eles, o aficionado Arison, que mantém seu cativeiro no quintal da residência, localizada na Rua Janaúba, Centro da cidade. “Minha vontade é criar um clube em Taiobeiras. Já temos alguns criadores. Com o clube, poderemos participar de competições e provas de velocidade e distância”, explica Arison.

Pombos recebem tratamento e alimentação especial
Mesmo sem clube em Taiobeiras, os pombos de Arison participam de provas através dos clubes de Montes Claros e Belo Horizonte. Recentemente foram quatro provas, com soltas em Ninheira, Vitória da Conquista, Poções e Jequié. “Os clubes levam os pombos e monitoram as soltas. Depois da chegada ao pombal, são medidos o tempo de voo e a velocidade”, explica Arison, destacando que, os pombos-correio sempre retornam à sua residência de origem, mesmo sendo soltos com outros columbídeos.

As 100 aves são motivo de orgulho para Arison. “Nunca perdi nenhum pombo. Todos retornam com alta média de velocidade”, comemora. Ele explica que os pombos-correio não voam para qualquer lugar como muita gente pensa. O que ocorre é que a ave, territorialista, sempre volta para o espaço em que nasceu e ganhou penas.

Folha Regional acompanhou a chegada de uma solta no pombal de Arisson, que prepara todo um ritual junto aos amigos para esperar o retorno das aves. Nessa oportunidade, foram soltos 38 pombos na cidade de Poções/BA, distante 300 quilômetros em linha reta. A espera é angustiante para Arisson, que fica todo o tempo fazendo contas na calculadora. Sua expectativa contagia os amigos presentes. Até que as primeiras aves sobrevoam o pombal. A comemoração é como se fosse um gol. Poucos minutos depois chegam outra turma. Foram pouco mais de 3 horas de viagem. “Nessa solta, os pombos atingiram média de 81 quilômetros por hora, mas, dependendo das condições climáticas, eles ultrapassam 100 quilômetros por hora”, explica Arison.

Os pombos chegam cansados. Eles pousam no telhado e sentem câimbras, as asas ficam trêmulas, mas logo mergulham no pombal, onde recebem água com mel e limão. “Todas as chegadas é uma emoção diferente”, disse Arison.
Pombos chegam da viagem e vão imediatamente ao pombal
Bússola no bico

Para se guiar no caminho de volta, os pombos-correio têm três habilidades fundamentais: a visão, pela qual localizam o Sol e identificam sua posição (leste, oeste e norte); o relógio interno, por meio do qual identificam o período do dia (manhã, meio-dia, tarde, noite); e a memória, que eles utilizam para aprender a relação entre a posição do Sol e o horário. Orientam-se graças ao campo magnético da Terra e não ao seu olfato, segundo estudo publicado pela revista Nature, que chama atenção para a existência de magnetita no bico das aves.

Segundo a pesquisa, esse “ímã natural” permite aos pombos ter uma percepção magnética dos percursos e cobrir grandes distâncias sem se perderem, regressando depois ao ponto de partida. No entanto, a explicação magnética é contestada por alguns especialistas, que atribuem a orientação dos pombos a certos odores encontrados na atmosfera.

Certo é que, os pombos retornam ao pombal de origem. A técnica usada? Um mistério ainda não desvendado e sem comprovação cientifica. Simplesmente algo divino.




sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Depois de ambulâncias e viaturas, governo manda caminhões pipa para a região

Caminhão pipa continua alimentando a indústria da seca
O Ministério do Desenvolvimento Agrário realizou nesta sexta, dia 30, em Montes Claros, a entrega de caminhões pipas para 18 municípios do Norte de Minas, dentre eles, dois do Alto Rio Pardo: Novorizonte e Rio Pardo de Minas.

Os outros municípios beneficiados são: Brasília de Minas, Claro dos Poções, Crisólita, Espinosa, Divisópolis, Ibiaí, Juvenília,  Manga, Matias Cardoso, Montalvânia, Montes Claros, Porteirinha, São João da Lagoa, São João da Ponte, São Romão e Várzea da Palma.

Ao invés de barragens, o governo prefere investir em caminhões pipa, visam amenizar a caótica situação de abastecimento de água na região.

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Deputado Arlen Santiago declara apoio aos Agentes de Saúde de Salinas

Arlen Santiago se diz indignado com atitude do prefeito Kinca

Como já era esperado, o deputado estadual Arlen Santiago (PTB), majoritário em Salinas, declarou apoio aos agentes de saúde de Salinas, que estão protestando contra a realização de um novo Processo Seletivo no município. "Estou indignado com a atitude da atual gestão municipal em dispensar os Agentes de Saúde do município, que passaram por um processo seletivo legítimo", criticou o deputado.

Desde o dia 12 de agosto que os Agentes de Saúde estão protestando contra o Processo Seletivo, inclusive com manifestação em frente à Prefeitura de Salinas, oportunidade em que uma Comissão foi recebida pelo prefeito Kinca Dias. "Estou apenas cumprindo a Lei e atendendo uma recomendação do Ministério Público", explicou o prefeito.

Mas o deputado Arlen não entende dessa forma. "Não podemos aceitar que estes profissionais sejam deixados a minguá, por irresponsabilidade de uma gestão descomprometida com a saúde da população saliniense", detonou o deputado, que se colocou à disposição dos Agentes de Saúde de Salinas. "Acredito que devemos recorrer a todas as instâncias judiciais", emendou.

Barraginhas no rio Pardo são destruídas

Máquina da Prefeitura de Taiobeiras durante destruição de barraginha construída em comunidade rural de Rio Pardo de Minas

Uma máquina da Prefeitura de Taiobeiras, acompanhada por duas viaturas da Polícia Militar e do fiscal da Agência Nacional das Águas (ANA) finalizou na tarde de ontem, dia 28, a destruição das barriginhas construídas pelos pequenos produtores rurais no rio Pardo.

A destruição dos barramentos objetiva abrir espaço para que as águas da Fazenda HP cheguem à estação de captação da Copasa em Taiobeiras. A ideia é bombear 200 litros de água por segundo das lagoas do empresário Carlos Humberto para o rio Pardo.

Conforme o Coordenador de Fiscalização da ANA, Marcos Souza, a expectativa é de que cheguem pelo menos 50 litros de água por segundo na estação da Copasa, evitando assim um novo colapso no abastecimento de água em Taiobeiras, já que a cidade não teve força política para exigir as construções de novas soleiras de nível no rio.

Folha Regional acompanhou a destruição das barraginhas. Um drama, pois os barramentos eram a única esperança dos ribeirinhos manter suas plantações até a chegada das chuvas. Um agricultor, identificado por Chico, da comunidade Traíras, viu a destruição de sua barragem com os olhos lacrimejando, pois sua lavoura com 20 mil pés de tomate está ameaçada. “Fazer o que né? Nós é fraco e eles é forte. Nunca veio um político aqui pra ajudar nóis, e quando vem é pra isso: destruir o que fazemos com muita luta”, lamentou Chico.

Outro revoltado é Gercino, da comunidade de Catulé, que possui 6 mil pés de tomate. “Não achamos ninguém pra ajudar, mas para lascar com a nossa vida tem os políticos”, disse.
Incrédulos, pequenos agricultores assistem destruição da barraginha
Destruição no município de Rio Pardo feita pela máquina da Prefeitura de Taiobeiras

Em nota, o promotor José Cícero, da Comarca de Taiobeiras, explicou a polêmica decisão de usar a máquina da Prefeitura de Taiobeiras na destruição das barraginhas localizadas no município de Rio Pardo de Minas. Confira a íntegra da nota:

O Ministério Público vem se empenhando incessantemente,  para sanar o problema de abastecimento de água em Taiobeiras.

Nesse sentido, após reuniões entre o Ministério Público, a Prefeitura Municipal e a COPASA, foi acordado a captação de água das lagoas de propriedade do Sr. Carlos Humberto para abastecimento da população de Taiobeiras, havendo como empecilho a existência de barramentos irregulares ao longo do Rio Pardo até a estação da COPASA.

Diante disso, a Agência Nacional das Águas – ANA, em atenção à requisição ministerial, destacou um técnico do seu corpo para proceder, à retirada dos barramentos irregulares existentes ao longo do Rio Pardo (o que está em andamento, desde a data de 27/08/13), que possam comprometer a captação de recursos hídricos pela estação da COPASA, em construção para fazer frente ao perigo de interrupção do regular abastecimento do município de Taiobeiras. No mesmo sentido, este Promotor de Justiça requisitou ao Prefeito Municipal, sob as cominações da lei, que disponibilizasse todo o maquinário e pessoal necessário para colaborar com o técnico da ANA na execução do serviços. Ainda nessa linha, requisitou da Polícia Militar proporcionasse força policial eventualmente precisa para garantir a segurança dos trabalhos.

Por ser de interesse geral, o Ministério Público faz esse comunicado a impressa local, colocando à sua disposição os documentos referentes a essas últimas providências aqui noticiadas”.

José Cícero Barbosa da Silva Junior
Promotor de Justiça
 



'Mel de coruja' na rua onde caminhão atolou

Caminhão atolado no dia 27 e ajeito feito no dia 28
No dia 27, noticiamos aqui que um caminhão foi atolado no canal da rede de esgoto que está sendo construída na Rua José Santos Sarmento, bairro Nossa Senhora de Fátima, em Taiobeiras. No dia seguinte, foram despejados cascalhos no local.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Barraginhas no rio Pardo serão derrubadas nessa quarta

Uma das barragens que serão demolidas nessa quarta
Fiscal da Agência Nacional das Águas (ANA) está em Taiobeiras e amanhã, quarta-feira, dia 28, será iniciada a derrubada das barriginhas de pequenos agricultores familiares construídas no rio Pardo.

A operação será acompanhada pela Polícia Ambiental de Taiobeiras.

A ideia é acabar com as barreiras no rio Pardo para que as águas da Fazenda HP cheguem às soleiras de nível próximo a captação da Copasa.

Depois de derrubadas as barriginhas feitas com sacos de areia, a Copasa irá bombear as águas das lagoas permanentes recuperadas pelo empresário Carlos Humberto Morais para o rio Pardo, com isso, espera-se que as águas percorram o rio e cheguem até à Copasa.

Além de quebrar as barraginhas dos pequenos agricultores, a ANA ainda proibirá o ligamento de motores usados para irrigações de lavouras às margens do rio. Ou seja: será uma operação polêmica, pois muitos agricultores ficarão sem água para manter suas lavouras.

Em Taiobeiras, caminhão atola no canal da rede de esgoto

Caminhão atolado e caminhoneiro desolado
Chegou à redação um fato inusitado. Hoje de manhã, 27/08, o caminhão placa JOZ-9976, de propriedade do popular caminhoneiro ‘Picolino’, transitava pela Rua José Santos Sarmento, quando simplesmente afundou no canal feito para passagem da rede de esgoto. O caminhoneiro ligou para a Prefeitura, que, como sempre, o “empurrou com a barriga” e mandou procurar a empresa responsável pela obra.

Os moradores da rua, que fica localizada próxima à indústria Protej, aproveitou para reclamar da falta de urbanização na localidade. “Já cansamos de pedir para a prefeitura. Eles só lembram da gente na época da eleição”, disse uma moradora.

O caso traz à tona o péssimo serviço de rede de esgoto que vem sendo feito em Taiobeiras, onde a empresa responsável simplesmente está acabando com todas as vias públicas da cidade e ninguém faz nada.
A prefeitura empurrou o problema para a empresa responsável pelas obras da rede de esgoto

Bombeiros encontram o corpo do ex-vereador Gerinha

Gerinha será enterrado hoje à tarde
no povoado de Pintado
Na madrugada dessa terça, dia 27, o Corpo de Bombeiros da Bahia encontrou o corpo do ex-vereador de Indaiabira, Geraldo Pereira de Oliveira, o popular Gerinha, que foi vítima de afogamento no rio São Francisco, na cidade de Serra do Ramalho, estado da Bahia.

Segundo informações, o corpo foi encontrado às margens do rio, próximo ao local do afogamento. Logo após, foi levado à cidade de Carinhanha para os procedimentos de praxe e está a caminho do povoado de Pintado, zona rural de Indaiabira, onde Gerinha morava.

Conforme familiares, o corpo deve chegar à Pintado por volta das 12:30hs e será velado na residência da família. O enterro será no cemitério local por volta das 16 horas.

Prefeito Dadá consegue liminar no TSE e permanecerá na Prefeitura de Ninheira

Dadá consegue recurso no TSE e freia comemoração da oposição

Na noite dessa segunda, dia 26, o prefeito Narques Rocha, o popular Dadá (PT), conseguiu uma liminar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, e permanecerá no cargo até decisão final na Ação de Investigação Judicial Eleitoral.

O mandato de Dadá havia sido cassado no TRE-MG no último dia 20 de agosto, ocasião em que os desembargadores determinaram o imediato afastamento do cargo, mas, os advogados de Dadá impetraram um mandado de segurança no TSE e o relator Castro Meira deferiu a liminar na noite de segunda.

Com isso, o prefeito permanecerá no cargo. O presidente da Câmara, Ney Braga, não chegou a ser empossado no cargo, portanto, o retorno de Dadá é automático.

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Pedra Azul vence a Copa Calango de Futsal

Vice-prefeito Adaildo com os campeões

Na tarde deste domingo, dia 25, foram realizadas as finais da Copa Calango de Futsal, uma competição promovida pela Prefeitura de Curral de Dentro, com organização do vice-prefeito Adaildo Rocha, o popular Tampinha.

As finais em três categorias movimentaram a cidade. No infanto juvenil, o título foi disputado entre as equipes de Curral de Dentro x Cachoeira de Pajeú. A disputa foi muito equilibrada, terminando o tempo normal em 3x3, mas, nos pênaltis, os donos da casa levaram a melhor, sagrando-se campeões por 3x2 e levando um prêmio de R$ 500,00.

Na categoria feminina, a equipe de Pedra azul venceu Cachoeira de Pajeú com facilidade, ficando com o título e um prêmio de R$ 500,00 ao vencer por 9x2.

Vice-prefeito Adaildo e o prefeito Hermelino com os campeões do
principal, infanto e feminino
Na categoria principal, o duelo eletrizante foi entre Pedra Azul x Taiobeiras. No início, o domínio foi da técnica equipe de Pedra Azul, que logo abriu vantagem de 3x0. Aos poucos, Taiobeiras conseguiu equilibrar o jogo e nos últimos 5 minutos de jogo o placar estava em 5x4, mas em um erro na saída de bola, Pedra Azul ampliou para 6x4 e ficou com o título, mas prêmio de R$ 1.000,00.

Ao final do evento, o vice-prefeito Tampinha ainda promoveu bela apresentação de manobras radicais, com a equipe de Gil Moto Show. A festa foi encerrada com muito forró.

Veja todas as fotos da Copa Calango no Facebook: Jornal-Folha-Regional

Mais informações da Copa Calango na próxima edição do Jornal Folha Regional.

Patrocinadores da Copa Calango

Ex-vereador de Indaiabira morre afogado no rio São Francisco. Corpo continua desaparecido

Gerinha morreu aos 57 anos
Na manhã deste domingo, dia 25, o ex-vereador de Indaiabira, Geraldo Pereira de Oliveira, o popular Gerinha, foi vítima de afogamento no rio São Francisco, na cidade de Serra do Ramalho, estado da Bahia.

Conforme informações, Gerinha e dois de seus filhos estavam acampados às margens do rio São Francisco, quando ele saiu andando dentro da água e foi sugado por um "chupão". Já se passaram 24 horas do acidente e, até o final da manhã dessa segunda, os bombeiros não encontraram o corpo.

O prefeito Vanderlúcio de Oliveira, popular Lucim, decretou luto oficial e feriado nesta segunda no município.

sábado, 24 de agosto de 2013

PM de Salinas forma 200 crianças no PROERD

Combate às drogas através da educação
O templo da Igreja Batista do Caminho, de Salinas, ficou lotado para a realização da formatura do PROERD. Foram 200 formandos do 5º ano das escolas públicas da cidade: Áurea de Paula, Professor José Miranda e Dr. Oswaldo Prediliano Santana. O evento contou ainda com a presença de várias autoridades civis e militares, professores, pais e parentes dos formandos. No decorrer do evento vários formandos foram contemplados com prêmios. E teve ainda animação dos mascotes do PROERD: o DARE e o PM Legal que fizeram à alegria do publico presente.

Mascote PM Legal animou formandos
O PROERD – Programa Educacional de Resistência às Drogas, é a versão do programa norte-americano Drug Abuse Resistence Education – D.A.R.E., surgido em 1983. No Brasil o programa foi implantado em 1992 e hoje está em todos os estados brasileiro. 

O programa consiste em uma ação conjunta entre o Policial Militar devidamente capacitado, chamado Policial PROERD, professores, especialista, estudantes, pais e comunidade no sentido de prevenir e reduzir o uso indevido de drogas e a violência entre estudantes, bem como, ajudar os estudantes a reconhecerem as pressões e a influência diária para usarem drogas e praticarem violência, e a resistir a elas.

O PROERD é mais um fator de proteção desenvolvido pela Polícia Militar para a valorização da vida, contribuindo, assim,  para o fortalecimento da cultura da Paz e a construção de uma sociedade mais saudável e feliz.  

O instrutor do PROERD, Cabo Henrique foi muito elogiado por todo público presente, não só pelo PROERD, mas por todos os trabalhos sociais que o referido militar desenvolve na cidade de Salinas, como: JCC e Projeto Gol de Letra.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

TSE concede liminar e Jovelino vai retornar ao cargo de prefeito de Rio Pardo de Minas

Prefeito Jovelino e o vice Cantídio vão retornar ao cargo imediatamente

O ministro relator do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Henriques Neves, acaba de conceder liminar para o prefeito de Rio Pardo de Minas, Jovelino Pinheiro Costa, que havia sido cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG), no último dia 25 de abril, por acusação de abuso de poder político.

O ministro disse que o recurso especial impetrado no TSE pelo advogado e irmão do prefeito, Paulo Henrique Costa, está bem fundamentado e a decisão do TRE-MG divergiu de outros Tribunais, por isso a sentença foi anulada temporariamente.

Com a decisão do ministro Henriques Neves, o prefeito Jovelino está apto a retornar ao cargo imediatamente e o interino, vereador Paulo de Helenice, retornará para a presidência da Câmara.

Barragens clandestinas vão atrapalhar estratégia emergencial da Copasa para não faltar água em Taiobeiras

Foto tirada ontem no rio Pardo, abaixo da Fazenda HP
Diante da eminente falta d’água, o promotor da Comarca de Taiobeiras, José Cícero e diretores da Copasa, em acordo com o empresário Carlos Humberto, da Fazenda HP, viabilizaram uma solução emergencial objetivando evitar um novo colapso no abastecimento de água da cidade. A ideia deles é bombear 200 litros de água por segundo das lagoas permanentes de Carlos Humberto para o rio Pardo. A intenção é que as águas percorram os 44 quilômetros do rio até a captação da Copasa.

A ideia precisa ser colocada em prática antes que o rio fique seco, caso contrário, a água será totalmente embebida pela areia.

Barramentos clandestinos ajudam a matar o rio
No entanto, a ideia de jerico vai esbarrar numa questão óbvia: as águas bombeadas das lagoas de Carlos vão parar nos vários barramentos clandestinos construídos no trecho do rio entre a Fazenda HP e a estação de captação da Copasa.

Folha Regional percorreu algumas regiões e flagrou alguns barramentos feitos com sacos de areia com pouquíssima água. Ou seja: as águas das lagoas de Carlos só chegarão à captação da Copasa depois de encher todos os barramentos clandestinos.

A Polícia Ambiental consegue apenas notificar os donos dos barramentos, pois não tem autonomia de fiscalização no rio Pardo, que é federal e não existe convênio firmado com a Agência Nacional das Águas (ANA). Resumindo: A Polícia Ambiental notifica os donos dos barramentos, mas não pode multar ou demolir os mesmos.

Até o fim do dia de ontem, cinco dias após a reunião com o promotor, os diretores da Copasa nada tinham feito na Fazenda HP para viabilizar o bombeamento das águas das lagoas para o rio.
Incríveis crimes ambientais contra o rio Pardo vem sendo cometido embaixo dos narizes das autoridades

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Falta d’água preocupa Taiobeiras

Promotor reúne autoridades em busca de soluções para evitar novo colapso na cidade

A cidade de Taiobeiras corre o risco de ser humilhada novamente pelo engarrafamento dos famigerados caminhões pipa. Passaram-se 10 meses e a Copasa não teve competência para construir os necessários barramentos no rio Pardo e os políticos, sonolentos como sempre, nada fizeram. Resultado: Taiobeiras, mais uma vez, terá que ser socorrida pelo empresário Carlos Humberto Morais, da Fazenda HP, que vem investindo cerca de R$ 2 milhões no desassoreamento das lagoas permanentes de sua propriedade.

Em reunião, o promotor José Cícero, da Comarca de Taiobeiras, objetivando evitar o colapso no abastecimento da cidade, acordou entre o empresário e a Copasa o bombeamento de 200 litros de água por segundo de suas lagoas para o rio Pardo, com isso, espera-se, que as soleiras de nível da Copasa sejam abastecidas. No mais, restam aos taiobeirenses rezar para chover, pois se depender da Copasa e dos políticos muitos ficarão com sede. Uma vergonha!


Reunião do promotor José Cícero com autoridades e diretores da Copasa

TAIOBEIRAS – Essa cidade volta a conviver com o drama da falta de água para abastecimento humano. Depois do vexatório engarrafamento de caminhões pipa em outubro de 2012, incrivelmente, a Copasa e as autoridades do município nada fizeram para resolver o problema. Resultado: as águas do rio Pardo estão acabando novamente e se as chuvas demorarem o único recurso será o retorno dos caminhões. Uma lastima para os sonolentos políticos da cidade!

Diante da eminente falta d’água, o promotor da Comarca, José Cícero, reuniu os diretores da Copasa, políticos e o comando da Polícia de Meio Ambiente para viabilizar uma solução que impeça um novo colapso na cidade. Resumindo: o empresário Carlos Humberto Morais, da Fazenda HP, terá que socorrer Taiobeiras novamente, pois se depender dos políticos e da Copasa, a população morrerá de sede.

Mais uma vez pressionado, o superintendente da Copasa, Daniel Antunes, disse que não construiu as soleiras de nível por que a Agência Nacional das Águas (ANA) não forneceu a outorga, com isso, não conseguiu a Ordem de Início para as obras. Ele voltou a culpar os irrigantes pela falta d’água, alegando que está sendo retirada muita água do rio. Como solução, Daniel manifestou o desejo de requerer junto à ANA a suspensão das outorgas dos irrigantes.

Depois de muito debate e confrontos de números entre Carlos Humberto e os diretores da Copasa, o empresário propôs a solução mais viável para o momento: bombear 200 litros de água por segundo das suas lagoas para o rio Pardo, objetivando abastecer as soleiras próximas à captação da Copasa. “A Copasa não teve competência para fazer os barramentos e o problema está de volta, mas eu tenho água para abastecer Taiobeiras”, disse Carlos Humberto, demonstrando revolta com a incompetência da empresa.

Se faltar água novamente, não é problema do clima e sim má gestão da Copasa”, detonou o promotor.

O capitão Geovane, comandante da PM de Taiobeiras, demonstrou preocupação com a onda de manifestações, que pode chegar à cidade caso volte a faltar água. “Se a população for humilhada novamente com os caminhões pipa, o clamor popular pode aflorar. Estou muito preocupado com isso”, alertou o Capitão.

terça-feira, 20 de agosto de 2013

TRE confirma cassação do prefeito de Ninheira

Processo do prefeito Dadá foi relatado pelo juiz Virgílio de Almeida Barreto

Depois de São João, Rio Pardo e Montezuma, chegou a vez de Ninheira ter nova eleição
 
Por unanimidade, o TRE-MG, na sessão desta terça-feira (20), manteve sentença de primeira instância que cassou, por conduta vedada aos agentes públicos em campanha eleitoral, o prefeito eleito de Ninheira (Norte de Minas), Narques Rocha (PT), e seu vice, William Ferraz de Souza (DEM), seguindo o voto do relator do processo, juiz Virgílio de Almeida Barreto (foto). A decisão determinou a realização de nova eleição para prefeito no município.

Os fatos que levaram à decisão do juiz de Rio Pardo de Minas na ação de investigação judicial eleitoral (AIJE) apresentada pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e Partido da Mobilização Nacional (PMN) contra o prefeito e o vice, considerados como conduta vedada aos agentes públicos em campanha eleitoral (art. 73 da Lei nº 9.504/97 e art. 1º. da Lei Complementar nº 64/90), foram: utilização de bens públicos para campanha (organização de passeatas em imóvel da Prefeitura); utilização de servidores públicos, no horário do trabalho, para divulgação de candidatura (sobrevoo de helicóptero acenando bandeira com a sigla partidária dos investigados); utilização de veículos de empresa contratada pelo município no deslocamento para fins de atender interesse da campanha eleitoral dos investigados, inclusive para peticionar perante a Zona Eleitoral.

Em seu voto, o juiz Virgílio de Almeida Barreto fundamentou assim sua decisão: “A utilização de bens móveis ou imóveis pertencentes à administração pública submete-se à limitação legal, conforme dicção do inciso I do art. 73 da Lei nº 9.504/97. A utilização desses bens tem que atender ao interesse da coletividade. A conduta de Chefe de Executivo que autoriza o uso da máquina em benefício de sua candidatura ou de terceiros causa repúdio, porquanto, o favorecimento sempre será em detrimento do interesse público.”

Nas eleições de 2012 para prefeito em Ninheira, Narques Rocha obteve 3.288 votos (63,98%), enquanto a segunda colocada, Marinalva Bandeira Rocha (PDT), conseguiu 1.851 votos (36,02%).

Polícia Civil reclama de abandono

Policiais cobram aprovação da Lei Orgânica para a categoria

Documento do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil de Minas Gerais (Sindpol), que pede mais valorização da categoria, já tem mais de 40 mil assinaturas. O abaixo-assinado é um apelo para que a população apoie o movimento, que já está conhecido pelos constantes protestos nas ruas. Durante as manifestações, os trabalhadores também entregam panfletos que denunciam o descaso do governo de Minas com a segurança pública no estado. Algumas imagens mostram flagrantes de delegacias cheias de lixo, sem infraestrutura e em condições insalubres.

A coleta de assinaturas está sendo feita há cerca de dois meses. O sindicato pretende intensificar a campanha para ampliar o número de assinaturas.

Com o movimento, os policiais querem pressionar os deputados e o governador para a aprovação da Lei Orgânica prometida à categoria em 2011, que define o plano de carreira da corporação e amplia o seu efetivo. Hoje, a Polícia Civil conta com dez mil homens, o mesmo efetivo de 1980, sendo que 1.500 estão afastados - a maioria por danos psicológicos. No projeto de lei, a proposta é que o número seja ampliado para 20 mil policiais em atividade.

Deputados do Bloco Minas Sem Censura apoiam o movimento e pressionam para que o projeto seja votado em plenário no próximo dia 28. Um dia antes, ele será avaliado pelas comissões de Segurança Pública, de Administração Pública e de Fiscalização Financeira e Orçamentaria.

O deputado Paulo Guedes, líder da Minoria, apoia o movimento. “Eu conheço a realidade da polícia mineira, principalmente do interior do estado, onde policiais trabalham em condições desumanas. Esse descaso do governador Anastasia está afetando não só esses trabalhadores, mas a vida de toda a população, que sente na pele o aumento da violência no estado”, declarou o deputado.

O Hospital Regional de Teófilo Otoni será o maior do interior de MG

Processo licitatório para construção do sonhado Hospital Regional é aberto. Será o maior e mais avançado do interior de Minas Gerais.
Maquete do sonhado Hospital Regional de Teófilo Otoni

Antigo sonho da população dos Vales do Mucuri e do Jequitinhonha, o Hospital Regional de Teófilo Otoni, avança em seu primeiro passo rumo à consolidação. O Departamento de Obras Públicas do Estado de Minas Gerais – DEOP publicou no Diário Oficial o Edital do Processo Licitatório nº. CO. 064/2013, referente à construção do Hospital Regional de Teófilo Otoni.

O Hospital Regional de Teófilo Otoni será o maior do interior de Minas Gerais. O projeto prevê 430 leitos, sendo 30 destinados a UTI’s adulto, 15 UTI’s neonatal, e mais 10 UTI’s para cuidados intermediários, além de 375 leitos de internação. Irá oferecer atendimento especializado de urgência e emergência com ampla capacidade para região, que hoje sofre com a falta de leitos, profissionais, equipamentos e de infra-estrutura adequada.

Os recursos destinados à sua construção orçam em aproximadamente R$85.000.000,00 (oitenta e cinco milhões de reais) a estrutura terá instalações moderna e equipamentos de última geração, além de maternidade. A extensão do alcance social para região será ampla, que dispõem apenas 16 (dezesseis) leitos de UTI, sendo 8 (oito) para Neonatal e 8 (oito) para Adultos. Esta tem sido a realidade desde o fechamento da Casa de Saúde Vera Cruz e da desativação do Hospital São Lucas.

Uma obra dessa complexidade se configura um desafio, que Governador do Estado de Minas Gerais Antônio Anastásia, o Secretario de Estado de Saúde – Antônio Jorge, e o Deputado Estadual Neilando Pimenta, a dois anos se empenham para concretizar para Macrorregião Nordeste de 63 (sessenta e três) municípios que tem dos menores índices de IDH do Brasil, e enfrenta inúmeros transtornos para atendimentos, internações, tratamento intervenções cirúrgicas de alto risco. Segundo o Deputado Neilando Pimenta – atento às necessidades da região, “a soma de nossos esforços é capaz de desafiar todas as nossas impossibilidades” A construção do hospital Regional de Teófilo Otoni é uma conquista histórica e sonhada que ira assegurar para uma população de quase 1 milhão de pessoas direito á saúde, ao bem estar e a cidadania.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Prefeito vive expectativa do julgamento no TRE

Procurador pede a cassação do prefeito de Taiobeiras e o julgamento pode acontecer nas próximas sessões
 
Prefeito Danilo
O procurador Eduardo Morato afirmou, em parecer, que o ex-prefeito Denerval usou a máquina para beneficiar a campanha de Danilo: “Está provada a prática da conduta vedada nos autos”, disse o procurador.


TAIOBEIRAS – Em abril deste ano, a então juíza da Comarca dessa cidade, Marcela Decat, rejeitou as denúncias de abuso de poder político e econômico feitas pela então promotora da Comarca, Ana Gabriela, contra o prefeito eleito Danilo Mendes (PSDB). Na sentença, Dra Marcela julgou as denúncias parcialmente procedentes e optou por trocar o pedido de cassação do prefeito eleito Danilo Mendes em multa. A repercussão foi estrondosa, pois por muito menos vários prefeitos de Minas foram cassados.

A condenação de Dra Marcela se resumiu em multa de R$ 20 mil para Danilo; R$ 10 mil para Vitor Hugo e R$ 30 mil para o ex-prefeito Denerval Germano. Nunca foi tão barato cometer crime eleitoral.

Indignada com a sentença, a Coligação Taiobeiras Merece Mais, que sustentou a candidatura de Carlito Arruda (PDT), da oposição, recorreu na 2ª instância. E, quando muitos achavam que o processo tinha ‘morrido’, o Procurador Regional Eleitoral, Eduardo Morato Fonseca, considerou que os crimes foram graves, configurando clara compra de votos, e pediu a cassação dos diplomas e inelegibilidade de Danilo Mendes e Vitor Hugo, além da inelegibilidade do ex-prefeito Denerval Germano, que até então está ensaiando uma candidatura para deputado nas próximas eleições.

Em sua manifestação, o procurador disse que Denerval não apresentou “comprovação da excepcionalidade para justificar a contratação de mais de 100 servidores nos três meses antes da eleição”, representando contratação no período vedado. Dr. Eduardo afirmou que está provada a prática da conduta vedada nos autos e é inegável que o então prefeito Denerval beneficiou a campanha de Danilo e Vitor Hugo, inclusive com potencialidade suficiente para comprometer a normalidade do pleito, configurando abuso de poder político, que já os servidores contratados representam eleitores conquistados ilicitamente.

Defesas – Os acusados Danilo, Vitor Hugo e Denerval apresentaram recursos negando a prática dos crimes. Segundo eles, as contratações ocorreram em decorrência de premente necessidade gerada pelo afastamento, por variadas causas, de muitos servidores, e mediante a renovação de contratos firmados antes do período vedado. Alegaram ainda que as contratações atenderam à premente necessidade de substituição de licenciados, em serviços urgentes e essenciais, tais como atendimento a escolas infantis.

Procurador Eduardo diz que crimes foram graves

Compra de votos: em Taiobeiras, a juíza pediu apenas multa, mas, em Belo Horizonte, procurador quer cassação de Danilo e Vítor Hugo, além de inelegibilidade Denerval

A argumentação não convenceu o procurador. “A contratação de grande número de servidores nos três meses que antecedem a eleição é grave porque desequilibra a disputa eleitoral”, destacou Dr. Eduardo, ressaltando que “o oferecimento de emprego público aos eleitores beneficia não somente o contratado”, mas igualmente seus familiares e, até, seus amigos, que passam a simpatizar com o político.

O parecer do procurador foi enviado para o Tribunal Regional Eleitoral – TRE-MG, onde a relatora do processo é a juíza Alice de Souza Birchal.