Facebook

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Rio Pardo está nas Semifinais

Seleção de Rio Pardo consegue classificação no sufoco e vai disputar vaga na final contra Retiro

Depois de empatar o jogo de ida em 1x1, as seleções de Rio Pardo e Ninheira fizeram um belo jogo da volta no sábado, dia 28 de abril, no estádio municipal de Rio Pardo de Minas.

Desde o início do jogo a seleção de Rio Pardo sentiu muita falta do meia Lucas, que viajou para fazer testes em equipes profissionais. Com isso, o meio de campo perdeu em criatividade. Por outro lado, Ninheira tentava bolas enfiadas para os seus atacantes no contra-ataque.

No 1º tempo, Ninheira teve duas ótimas oportunidades, uma aos 3 minutos e outra aos 31, quando o centroavante perdeu de cara a cara, assim como no 1º jogo em Ninheira, quando gols incríveis foram perdidos. Já a melhor chance de Rio Pardo foi aos 15 minutos, com o atacante Guri, que chutou pra fora.

No 2º tempo, as alterações na seleção de Rio Pardo melhorou o desempenho da equipe, especialmente com a entrada de Tadeu, que deu muita movimentação ao ataque pelo lado esquerdo.

Aos 16 minutos, após escanteio, a zaga de Ninheira tirou a bola em cima da linha.

Rio Pardo continuou pressionando e aos 17 minutos abriu o placar com o meia Emerson, que aproveitou a falha da defesa de Ninheira.

Em desvantagem no placar, a seleção de Ninheira partiu pro tudo ou nada e passou a pressionar até o final do jogo. Nos acréscimos, aconteceu um grande bate-rebate dentro da área e os jogadores de Ninheira reclamaram de pênalti, mas a arbitragem interpretou que a bola bateu apenas no peito do zagueiro. Inconformados e já no final do jogo, dois atletas de Ninheira, Nodecir e Cleno, chegaram a agredir fisicamente o árbitro e serão punidos exemplarmente.

Mesmo jogando bem as duas partidas do mata-mata, a seleção de Ninheira foi desclassificada, no entanto, ressalta-se a grande quantidade de gols perdidos incrivelmente, principalmente no 1º jogo.

Agora, a seleção de Rio Pardo vai disputar a Semifinal contra Retiro, no clássico “Mãe e Filha”.

Salinas elimina a bi-campeã

Seleção de Salinas ganhou ritmo durante a competição e conseguiu classificação heróica para as Semifinais


A seleção de Salinas, que fez uma campanha irregular na Fase de grupos da Copa Folha Regional, especialmente devido as condições físicas dos atletas, se superou e conseguiu uma bela classificação para as Semifinais contra a seleção de Divisa Alegre, única bi-campeã da Copa Folha Regional.

No 1º jogo, em casa, Salinas venceu por 1 x 0. Na volta, em Divisa Alegre, o jogo foi muito disputado e as duas seleções demonstraram muita raça e técnica. Para Salinas valia também como revanche da final de 2011, quando perdeu o título, em casa, nas cobranças de penalidades.

Mesmo diante de sua torcida, a seleção de Divisa Alegre foi surpreendida logo aos 14 minutos, quando, depois de cruzamento na área, o zagueiro Dalmir fez o gol de cabeça e abriu o placar.

O jogo era lá e cá. Aos 29, após cobrança de falta, o atacante Vaguinho subiu por trás dos zagueiros e marcou outro gol de cabeça, sem chance para o goleiro de Divisa.

Aos 38, o lateral Marcos fez belo cruzamento e o atacante Danilo marcou o gol, diminuindo o placar para 2 x 1.

O gol de Divisa incendiou ainda mais o jogo. No intervalo da partida, o técnico Joilson e seu auxiliar reclamaram muito da não marcação de um pênalti e ambos foram expulsos.

No 2º tempo, a seleção de Divisa Alegre, empurrada pela torcida, partiu pro ataque e pressionou o tempo todo, mas sem êxito, pois os salinenses souberam fazer uma forte marcação e garantiram a classificação para as Semifinais, onde irão enfrentar a seleção de São João do Paraíso.

Exemplarmente, a seleção de Divisa Alegre, mesmo sendo eliminada diante de sua torcida, saiu de campo sem levar nenhum cartão amarelo.

Taiobeiras e São João fazem jogaço

Atletas de São João vibram com a classificação
O jogo de volta pelo mata-mata da Copa Folha Regional entre as seleções de Taiobeiras x São João do Paraíso foi eletrizante, técnico e cheio de emoções. Bem diferente do jogo de ida, a seleção de Taiobeiras colocou a bola no gramado e encarou o forte adversário com igualdade, com destaque para as atuações dos jovens Nilvânio, Marcinho e Kau.

No início da partida, a seleção de São João, mais experiente, começou melhor e levava perigo nas bolas lançadas por Cleyton na área. A 1ª boa oportunidade aconteceu aos 9 minutos, depois que Cleyton lançou na área e Nil antecipou a defesa, mas jogou pra fora.

Aos 17, após escanteio, Denis, atacante de Taiobeiras, dominou dentro a área e chutou forte no canto, mas o goleiro Jânio fez ótima defesa.

O jogo era lá e cá, com destaque para garra e dedicação das duas seleções.

Aos 28, após cruzamento da área, o atacante Nil, livre de marcação, pegou de primeira e abriu o placar para São João. A vibração foi intensa!

Logo depois de levar o gol, Denis perdeu uma chance incrível de empatar. Ele invadiu a área e chutou cruzado rente a trave. Em desvantagem no placar, Taiobeiras partiu pro ataque, mas dava espaço para o contra-ataque.

No 2º tempo, Taiobeiras partiu em busca da virada. Logo aos 2 minutos, Kau fez boa jogada individual, mas chutou por cima.

Aos 4, foi a vez de Pretinho recebeu na entrada da área e chutar por cima do gol.

Aos 7, Nilvânio fez boa cobrança de falta e o goleiro Jânio fez outro milagre, jogando a bola pra escanteio.

Aos 10, no contra-ataque, Coquinho, atacante de São João, ganhou da defesa e errou de cara a cara com Rogério, que salvou no abafa.

Aos 13, Cleyton chutou de fora da área rente a trave.

Aos 22, após cobrança de falta, a bola atravessou toda a área e Kau errou o gol livre de marcação, perdendo incrível chance de empatar a partida.

Aos 34, após cobrança de escanteio, Kau subiu sozinho e marcou de cabeça, empatando o jogo em 1 x 1.

Aos 38, em outra cobrança de falta de Nilvânio, a bola passou por todos e bateu a trave, na volta, o oportunista Pretinho emendou pro gol, virando a partida pra 2 x 1. A vibração foi enorme.

Depois da virada de Taiobeiras, as duas seleções pouco arriscaram e a classificação foi decidida nos pênaltis.

Pelo lado de Taiobeiras, as cobranças foram convertidas por Nilvânio, Marcinho e Dudu. Já Pretinho e Denis erraram as cobranças.

Pelo lado de São João, as cobranças foram convertidas por Valdeir, Herivelton, Danilo e Luciano. Apenas o atacante Cleyton errou a cobrança.

Nos pênaltis, o grande destaque foi o goleiro Jânio, de São João, que foi o herói do jogo ao defender duas cobranças.

Agora, a seleção de São João vai enfrentar Salinas nas semifinais.

terça-feira, 24 de abril de 2012

Retiro consegue empate fora de casa

Forte marcação no meio de campo e gramado irregular colaboraram para o placar ficar no 0x0


O jogo de ida entre as seleções de Águas Vermelhas x Santo Antônio do Retiro, realizado no domingo, dia 22, válido pelo Mata-mata da Copa Folha Regional, foi equilibrado e muito disputado no meio de campo. A forte marcação das duas equipes impediu as chances de gols no 1º tempo e os goleiros pouco trabalharam.

As duas seleções também foram prejudicadas pelo gramado irregular, dificultando o toque de bola.

No 2º tempo, aos 23 minutos, surgiu a melhor chance de Águas Vermelhas, que depois de bate-rebate dentro da área, o zagueiro Marcelo acabou chutando pra fora. Depois disso, Águas Vermelhas foi para o abafa e passou a pressionar.

Aos 31 minutos, o meia Galdino fez boa jogada individual e quase abre o placar, mas o goleiro Gelviano salvou Retiro.

Depois das substituições, a seleção de Águas Vermelhas caiu de rendimento e Retiro passou a dominar a partida, mas desperdiçou as oportunidades criadas. Aos 35 minutos, o meia Vonim, acertou belo chute de fora da área, mas a bola foi no travessão de Águas Vermelhas.

Aos 38, foi a vez do atacante Geno acertar o travessão. Ele recebeu a bola dentro da área e acertou uma bomba. O goleiro Márcio, de Águas Vermelhas, ficou só olhando a bola explodir na trave.

Aos 40, os zagueiros de Águas Vermelhas embolaram com o goleiro Márcio e a bola sobrou livre para Warley, que chutou pra fora, mesmo com o gol aberto.

Aos 43, Farley perdeu a oportunidade de dar a vitória para Águas Vermelhas. Ele invadiu a área e, sem marcação, chutou cruzado pra fora.

No jogo de volta, no próximo sábado, às 17 horas, em Santo Antônio do Retiro, as duas seleções precisam de uma vitória para ir às semifinais, se empatarem, a vaga será decidida nos pênaltis.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Rio Pardo vibra com empate

Os meias Laninho, de Ninheira e Marreco, de Rio Pardo, comandaram o meio de campo


O 1º jogo entre Ninheira x Rio Pardo, pelo Mata-mata da Copa Folha Regional, foi marcado por belas jogadas e muitas oportunidades de gols, especialmente para a seleção de Ninheira, que jogava com o apoio de sua torcida.

O placar foi aberto aos 12 minutos de jogo, depois de um cruzamento na área, o zagueiro Cleiton cortou a trajetória da bola com a mão e o árbitro assinalou pênalti. O atacante Toninho cobrou com perfeição e fez 1 x 0 para Rio Pardo. Foi o 6º gol dele na Copa.

Aos 20, o atacante Marcelo, de Ninheira, recebeu cruzamento na área e, mesmo sozinho, embolou com a bola, que sobrou livre para o goleiro Ito.

Aos 26, num rápido contra-ataque de Rio Pardo, Marles recebeu livre dentro da área e chutou cruzado, a bola passou do goleiro, mas o zagueiro Cleiton tirou em cima da linha.

Aos 31, o meia Vitor fez boa jogada individual e chutou cruzado, mas o goleiro Pretinho fez boa defesa e ligou o contra-ataque para Ninheira, a bola chegou livre para Santinho dentro da área e, de cara a cara com Ito, chutou pra fora, perdendo oportunidade clara de empatar.

Aos 40, o atacante Marcelo, de Ninheira, recebeu dentro área e chutou de virada, mas a bola passou por cima do gol.

No 2º tempo, o jogo continuou muito movimentado. Aos 7 minutos, Marles acertou um chutaço na entrada da área e Pretinho fez grande defesa.

Aos 16, Cleno cobrou falta no ângulo e o goleiro Ito defendeu sem rebote.

Aos 18, o meia Laninho, melhor em campo, fez grande jogada individual e, mesmo depois de uma trombada, acertou lindo chute no ângulo, empatando a partida em 1 x 1.

Aos 23, Ninheira perdeu boa oportunidade de virar o jogo. Após escanteio, a bola sobrou para Odailton, que chutou por cima do gol.

Aos 26, Frank fez jogada individual, ganhou de dois e chutou, mas Ito defendeu a queima roupa.

Aos 28, no contra-ataque de Rio Pardo, Guri ganhou na corrida, invadiu a área, mas chutou por cima.

Aos 30, depois de escanteio, o lateral André pegou o rebote de fora da área e acertou uma bomba, mas Ito fez outro milagre.

Aos 33, Marcelo recebeu sozinho na área e chutou pra fora, perdendo outra oportunidade de Ninheira virar o jogo.

Aos 46, o atacante Jadson, que tinha acabado de entrar na seleção de Ninheira, acertou bom chute, mas a bola passou rente a trave.

No jogo de volta, no próximo sábado, às 19 horas, as duas seleções precisam de uma vitória para ir às semifinais, se empatarem, a vaga será decidida nos pênaltis.

Salinas sai na frente contra Divisa

Confronto entre Salinas x Divisa Alegre repete a final de 2011


O jogo de ida entre as seleções de Salinas x Divisa Alegre, pelo Mata-mata da Copa Folha Regional, foi muito equilibrado, com forte marcação e muita raça dos dois lados. Jogando em casa, Salinas buscava o gol desde o início, enquanto que Divisa explorava os contra-ataques com o rápido atacante Elton.

Aos 40 minutos, Salinas abriu o placar com um golaço do meia Veinha, que recebeu a bola dentro da área após bela triangulação e tocou por cima do goleiro.

No 2º tempo, Salinas continuou jogando melhor, mas Divisa sempre levava perigo nos contra-ataques, inclusive acertado uma bola na trave.

O zagueiro Sidnei, de Salinas, foi expulso após receber o 2º cartão amarelo, inconformado, partiu pra cima do árbitro e ainda saiu xingando. Ele será punido exemplarmente.

No jogo da volta, próximo domingo às 15 horas, Salinas jogará pelo empate. Já Divisa precisa vencer por diferença de dois gols, se vencer com diferença de um gol, a decisão para as semifinais será nos pênaltis.

São João x Taiobeiras: muita reclamação, pouco futebol e racismo

Treinador Zé da Bida orienta seus atletas


O jogo de ida da Fase de Mata-Mata da Copa Folha Regional entre as seleções de São João do Paraíso x Taiobeiras, mesmo sem a presença de torcedores, foi tenso e marcado por intensas reclamações do treinador Luiz Andrade, que também é diretor de futebol da Divisão de Esportes de Taiobeiras. Ele reclamou desde o primeiro minuto de jogo até o momento que foi expulso, juntamente com seu auxiliar.

Com a bola rolando, a seleção de São João jogava melhor e buscava o gol, enquanto que o treinador Luiz Andrade continuava reclamando da arbitragem, mesmo assim, na primeira oportunidade, Taiobeiras abriu o placar aos 12 minutos do 1º tempo, depois que o goleiro Frederico ‘bateu roupa’ e Rafael aproveitou o rebote, fazendo 1 x 0.

Aos 19 minutos, aconteceu um pênalti para São João, que foi convertido pelo atacante Cleyton. O 1º tempo terminou em 1 x 1.

No 2º tempo, São João atacou ainda mais, enquanto que Taiobeiras explorava os contra-ataques com os atacantes Kau e Denis.

Aos 22 minutos, após uma cobrança de falta quase sem ângulo do atacante Cleyton, São João virou o jogo para 2 x 1. Depois do gol, houve muitas reclamações por parte de Taiobeiras. Alguns atletas reclamaram de falta no goleiro, outros reclamaram que a bola entrou por fora e alguns reclamaram até que Cleyton chutou direto pro gol. O treinador Luiz Andrade entrou no gramado para reclamar da arbitragem e foi expulso. A partida ficou 7 minutos paralisada.

Depois da partida reiniciada, Taiobeiras melhorou um pouco no jogo, mas São João continuava criando chances de gol.

O auxiliar técnico de São João, Antônio Capuchinho, também foi expulso e baixou o nível ao xingar o bandeirinha com ato racista.

O jogo da volta, conforme solicitação da seleção mandante, será no próximo domingo, dia 29, às 17 horas, em Taiobeiras.

Na oportunidade, a Organização da Copa esclarece que: a seleção que não estiver satisfeita com a arbitragem da região poderá contratar arbitragem da Federação Mineira, conforme Artigo 10º do Regulamento.

Aguardem as punições.

domingo, 15 de abril de 2012

Definição do mata-mata



5ª rodada da Copa Folha Regional:
Rio Pardo 3x1 São João
Retiro 8x0 Berizal
Taiobeiras 0x0 Ninheira
Divisa Alegre 3x1 Indaiabira

Classificação da Chave A
1º - Rio Pardo
2º - Retiro
3º - São João
4º - Salinas
5º - Berizal

Classificação da Chave B:
1º - Divisa Alegre
2º - Taiobeiras
3º - Águas Vermelhas
4º - Ninheira
5º - Indaiabira

Confrontos do mata-mata:
Ninheira x Rio Pardo
Águas Vermelhas x Retiro
São João x Taiobeiras
Salinas x Divisa Alegre

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Tudo pode acontecer na Chave B

Jogos decisivos prometem movimentar as torcidas neste sábado


Os jogos deste sábado, dia 14, decidirão as quatro seleções classificadas na ‘Chave B’ para a fase de mata-mata da Copa Folha Regional. Nenhuma seleção da Chave tem classificação garantida, mas todas têm chances de ir para o mata-mata.

A melhor situação é de Divisa Alegre, 1º lugar da Chave, com 5 pontos e 2 gols de saldo. Na última rodada vai enfrentar Indaiabira e precisa apenas de um empate para garantir a classificação. Divisa só fica de fora se perder por diferença de 4 gols para Indaiabira.

A seleção de Águas Vermelhas está em 2º lugar da Chave, com 5 pontos em 4 jogos e saldo de 1 gol negativo. Para classificar, Águas vermelhas torce pelo empate ou derrota de Indaiabira contra Divisa Alegre ou para um empate de Ninheira contra Taiobeiras. Uma vitória de Indaiabira por qualquer placar garante a classificação e elimina Águas Vermelhas.

A seleção de Taiobeiras, 3º lugar na ‘Chave B’, com 4 pontos e 1 gol de saldo, vai receber Ninheira na última rodada e precisa de um empate para garantir a classificação. Taiobeiras só será eliminada se perder para Ninheira e Indaiabira vencer Divisa Alegre. Já a seleção de Ninheira só garante a classificação com uma vitória sobre Taiobeiras, só pode empatar se Indaiabira perder ou empatar com Divisa Alegre.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Clássico vale o 1º lugar na Chave A

Clássico acontecerá neste sábado, às 19 horas, em Rio Pardo de Minas


Rio Pardo x São João tem expectativa de casa cheia

Neste sábado, dia 14, às 19 horas, a seleção de Rio Pardo de Minas vai receber São João do Paraíso no último jogo da Fase de Classificação da Copa Folha Regional. A partida vale o 1º lugar da ‘Chave A’ e a expectativa é de que o estádio esteja lotado, pois a seleção Rio-pardense tem, até o momento, a melhor campanha da competição, com 7 pontos ganhos em 3 jogos.

A seleção Paraisense está em 2º lugar na Chave, com 6 pontos ganhos em 3 jogos. Com mais uma vitória fora de casa, a Paraisense garante o 1º lugar. Quem classificar em 1º lugar enfrentará a seleção 4ª colocada da Chave B e, na fase de mata-mata, fará o jogo da volta em casa.

Rio Pardo e São João já se enfrentaram quatro vezes na Copa Folha Regional, sendo duas vitórias para cada lado. O 1º confronto aconteceu em 2008, quando a seleção Paraisense venceu em casa por 1 x 0. Em 2010, as duas seleções se enfrentaram no mata-mata, quando Rio Pardo venceu o jogo de ida, realizado em São João, por 3 x 1, e no jogo de volta, São João venceu por 1 x 0, mas foi desclassificada. Em 2011, na Fase de Classificação, Rio Pardo voltou a vencer fora de casa, desta vez por 4 x 1.

O 5º confronto entre as duas seleções servirá para desempatar o retrospecto e quem vencer garantirá o 1º lugar da Chave A. Pelo que tudo indica, será um grande jogo!

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Divisa vence Taiobeiras e garante classificação

  Seleção de Divisa assume liderança da Chave B

No domingo, dia 8, a seleção de Divisa Alegre recebeu Taiobeiras pela 4ª rodada da Copa Folha Regional e partiu em busca da vitória para garantir a classificação para o mata-mata. No início, houve muitos passes errados, mas Divisa sempre tinha o domínio do jogo, pois Taiobeiras estava desfalcada de quatro titulares e jogava muito recuada.

O placar foi aberto aos 29 minutos através de cobrança de falta do meia Joelson, que encobriu o goleiro Rogério.

No 2º tempo, aos 2 minutos, após cobrança de escanteio o zagueiro Ailton marcou um belo gol de cabeça e empatou o jogo.

Jogando em casa, Divisa Alegre partiu pro ataque e pressionou ainda mais. Taiobeiras defendia bem, mas depois que o zagueiro Ailton foi expulso, por receber o 2º amarelo e o meia Marcinho saiu machucado, a situação ficou ainda mais difícil.

Aos 34 minutos, depois de jogada trabalhada pelos atacantes, Danilo fez 2 x 1 para Divisa. Aos 40, o atacante Jaimilton fez bela jogada e chutou no ângulo, fazendo 3 x 1. Com a vitória, Divisa Alegre assumiu a liderança da Chave B com 5 pontos.

Já Taiobeiras caiu para o 3º lugar e precisa de um empate contra Ninheira na última rodada para garantir a classificação.

Salinas e Retiro ficam no empate

Jogo foi muito equilibrado e com forte marcação


No sábado, dia 07, a seleção de Salinas recebeu Santo Antônio do Retiro pela 4ª rodada da Copa Folha Regional. Foi a última partida de Salinas na fase de classificação. O jogo foi muito movimentado e com forte marcação de ambas as equipes. Jogando em casa, os salinenses procuravam pressionar o adversário, que muito bem postado em campo, tocava bem a bola e levava perigo nas subidas ao ataque.

Aos 27 minutos, após cobrança de escanteio, o zagueiro Ricardo subiu acima de todos e fez de cabeça. A vibração foi enorme, pois os salinenses estavam sob pressão.

Mas, 4 minutos depois, após boa troca de passes, o meia Vonim fez bela jogada individual, invadiu a área e chutou forte de esquerda, o goleiro Anderson fez boa defesa, mas, no rebote, a bola sobrou livre para o atacante Geno, que marcou o seu 1º gol na competição.

Aos 32, depois de outra troca de passe, a seleção de Retiro quase vira o jogo com um belo chute do meia Warley, mas a bola passou por cima do gol.

No 2º tempo o jogo ficou muito trucado e as duas seleções pouco arriscaram, priorizando a forte marcação.

Com o empate, a seleção de Salinas ficou com 4 pontos na Chave A, mas, com a derrota de Berizal para Rio Pardo por 2 x 1, os salinenses garantiram a classificação em 4º lugar na Chave.

Agora, os salinenses folgam na última rodada da Copa e o treinador Arley terá 15 dias para melhorar o preparo físico da seleção para a disputa do mata-mata.

Já a seleção de Retiro foi para 5 pontos e também garantiu a classificação para o mata-mata. Na última rodada, os retirenses vão enfrentar a seleção de Berizal e podem classificar até em 1º lugar na Chave A.

Berizal erra gols e perde de virada

Jogadores de Rio Pardo comemoram o gol da virada contra Berizal


Na tarde de domingo, dia 8, a seleção de Berizal recebeu Rio Pardo de Minas pela 4ª rodada da Copa Folha Regional. O jogo era de vida ou morte para os berizalenses, que começaram pressionando e criando boas oportunidades de gols, enquanto que Rio Pardo levava perigo nos contra-ataques.

Aos 20 minutos, o lateral direito Netinho errou um gol incrível, pois a bola sobrou pra ele na entrada da área livre de marcação, mas chutou, de primeira, pra fora, perdeu a oportunidade de abrir o placar para Berizal. Logo em seguida, Netinho teve outra chance, quando acertou belo chute, mas o goleiro Ito fez boa defesa. No contra-ataque, Marles recebeu dentro da área, mas chutou por cima.

Aos 42 minutos, após escanteio, o goleiro Ito rebateu a bola e o zagueiro André pegou de primeira, fazendo 1 X 0 para Berizal. Aos 44, o ataque de Berizal fez um bombardeio na área de Rio Pardo, mas o goleiro Ito fez três grandes defesas, até que a bola foi chutada pra fora.

Aos 45, depois de linda jogada individual, o lateral Fábio acertou um chutaço no ângulo, sem nenhuma chance para o goleiro e empatou o jogo em 1 x 1.

No 2º tempo, Berizal continuou buscando a vitória, mas sempre perdendo as oportunidades criadas e esbarrando na grande atuação do goleiro Ito. Numa das chances, o meia atacante Kaká errou de cara a cara com Ito.

Aos 20 minutos, o atacante Guri, que tinha acabado de entrar no jogo, quase vira o jogo pra Rio Pardo, mas chegou atrasado na bola. Aos 22, após jogada na linha de fundo, Guri desviou de cabeça e a bola sobrou livre para o meia Lucas, que pegou de virada e fez 2 x 1.

Depois da virada, a seleção de Berizal se abateu e começou a reclamar, mas mesmo assim continuou jogando bem e partiu pro tudo ou nada, deixando espaços para o rápido contra-ataque de Rio Pardo. Aos 25, Guri fez ótimo lançamento e deixou Marles na cara do gol, mas ele chutou por cima.

Aos 28, o meia Vilmar ganhou na corrida, invadiu a área, mas chutou em cima do goleiro Ito, perdendo incrível chance de empatar.

Com a derrota, Berizal está eliminada. Já Rio Pardo assumiu a liderança da Chave A.

terça-feira, 3 de abril de 2012

Apenas Ninheira não venceu em casa

Torcida de São João lotou o estádio, mas será punida por jogar latas no gramado

Ninheira 0x0 Divisa Alegre – A seleção de Ninheira foi a única que não venceu diante sua torcida na 3ª rodada da Copa Folha Regional, pois ficou no empate de 0x0 contra a atual campeã Divisa Alegre. O jogo foi muito disputado e com muitas faltas. Ninheira tentou atacar o tempo todo, mas esbarrava na forte marcação e não conseguiu chegar ao gol, enquanto que Divisa levava perigo nos contra-ataques. A melhor chance da seleção de Divisa foi aos 20 minutos do 2º tempo, quando o atacante Cleber acertou o travessão. Já o atacante Nilton, de Ninheira, perdeu uma chance incrível aos 35 minutos, quando perdeu uma oportunidade incrível, pois, mesmo sozinho dentro da área, chutou por cima do gol.

Rio Pardo 3x0 Salinas – O clássico foi muito bom. No 1º tempo o domínio foi de Salinas, que sempre criava boas oportunidades de gols com os atacantes Ulisses e Arthur, que perdeu um gol incrível de cara a cara com o goleiro Ito. Já no 2º tempo, a seleção de Rio Pardo, com muito mais preparo físico, aproveitou o cansaço de Salinas e dominou o jogo, especialmente depois das entradas dos atacantes Toninho e Lucas, que incendiaram o jogo. O placar foi aberto aos 23 minutos, com um forte chute de fora da área do atacante Toninho. Logo depois, aos 27 minutos, Lucas ampliou para 2 x 0, após receber livre dentro da área. E aos 45 minutos, Toninho marcou novamente, fechando o placar em 3 x 0.

São João 1x0 Berizal – Com o estádio lotado, as seleções de São João e Berizal fizeram uma partida muito trucada, violenta e tumultuada. O excesso de faltas, atendimentos dentro do campo, expulsões e o comportamento da torcida, que jogou, por diversas vezes, latas no gramado, deixaram o jogo feio. Com a bola rolando, o único digno de elogios foi o atleta Cleyton, que só se preocupou em jogar futebol e acabou fazendo um belo gol nos acréscimos, dando a vitória e a liderança da Chave A para sua cidade.

Taiobeiras 3x0 Águas Vermelhas – A seleção de Taiobeiras fez uma grande atuação e conseguiu uma boa vitória contra a, até então, invicta Águas Vermelhas. O grande destaque foi o atacante Cláudio, de Taiobeiras, que fez dois gols, um aos 10 minutos e outro aos 25 minutos do 1º tempo. No 2º tempo, aos 35 minutos, Edmárcio, que tinha acabado de entrar, ampliou para 3 x 0. Com a vitória, Taiobeiras assumiu a liderança da Chave B, somando 4 pontos e 3 gols de saldo.