Facebook

sábado, 29 de abril de 2017

Jovem de Taiobeiras conduzido com veículo clonado foi vítima de golpe

Quadrilha especializada vendeu veículo com documentos idênticos
Na última terça (25/04), a Polícia Militar de Taiobeiras apurou informação dando conta de que um veículo Honda HR-V, placa PVT-8726, cor cinza, seria clonado e estava circulando na cidade. Ao deparar com o veículo, os militares constataram a adulteração no CRLV e no selo da placa, além da sinalização de roubo.

Na delegacia da Polícia Civil, o delegado Alessandro Lopes apurou que o jovem Everton, de 25 anos, foi vítima de um golpe aplicado por quadrilha especializada em falsificação, pois os detalhes do documento apresentado são quase perfeitos. Também ficou provado que a vítima Everton pagou R$ 68 mil no veículo.

Diante deste tipo de golpe, fica o alerta que apenas o reconhecimento de firma em cartório não é o suficiente para fechar negócio, já que possivelmente existem pessoas ligadas ao DETRAN envolvidas no golpe, pois o papel de impressão do documento seria original.


sexta-feira, 28 de abril de 2017

Semana do Microempreendedor Individual será realizada em Salinas e Rio Pardo de Minas

Evento fará palestras e orientações de forma gratuita entre os dias 8 e 12 de maio
Para orientar os Microempreendedores Individuais (MEI) que querem se formalizar ou que já são MEI e buscam melhorar a gestão do seu negócio, o Sebrae promove a Semana do Microempreendedor Individual, de 8 a 12 de maio nas cidades de Salinas e Rio Pardo de Minas.

Em Salinas, além das orientações, será ministrada de forma gratuita a palestra “Entendendo Custos, Despesas e Preço de Venda”. Já em Rio Pardo, a palestra tem como tema “Melhore suas Vendas com Criatividade”.

As inscrições poderão ser feitas nos Pontos de Atendimento do Sebrae ou pela Central de Relacionamento (0800 570 0800). Informações: www.sebrae.com.br/minasgerais .

Para quem ainda não é MEI, haverá um atendimento personalizado para tirar dúvidas e se formalizar gratuitamente, no próprio local. Para isso, basta que os interessados levem a documentação de consulta prévia do estabelecimento realizada na prefeitura (autorização para registrar a empresa no local desejado), além de documentos pessoais, como carteira de identidade, CPF e número do recibo da Declaração de Imposto de Renda (caso não tenha feito, será necessário apresentar o título de eleitor).

Os MEI ainda poderão ter acesso a todas as informações sobre a Declaração Anual Simplificada (DASN) referente ao ano/calendário 2016, que deve ser enviada à Receita Federal até o dia 31 de maio. Eles também poderão regularizar o envio da DASN de anos anteriores.

O Brasil já soma cerca de 7 milhões de Microempreendedores Individuais (MEI). Minas Gerais continua sendo o terceiro estado com maior número de formalizações, 770 mil até março de 2017. Dessas formalizações, aproximadamente 47% foram feitas por mulheres e 21% dos que viraram MEI eram empreendedores com mais de 51 anos. Além disso, dos formalizados no estado, 1.135 eram estrangeiros, sendo o maior número de portugueses, chineses e argentinos.


quarta-feira, 26 de abril de 2017

Secretário de Saúde de Taiobeiras é eleito presidente do COSEMS/MG

Eduardo (à direita com o microfone) vai presidir o COSEMS no biênio 2017/2019
O novo presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais (COSEMS/MG), biênio 2017/2019, é o Secretário Municipal de Saúde de Taiobeiras, Eduardo Luiz da Silva. A eleição ocorreu na terça (25/04), em Belo Horizonte, e a Diretoria Executiva foi eleita com 389 votos. Até então, Eduardo ocupava o cargo de 1º Secretário do COSEMS. Já o Conselho Fiscal da Chapa 2 (COSEMS UNIDO – O COSEMS É DOS MUNICÍPIOS) obteve 395 dos votos.

Ao todo, 604 secretários municipais deram o seu voto. O processo foi acompanhado pela Comissão Eleitoral nomeada pela Diretoria Executiva do COSEMS/MG. A votação secreta foi realizada em cédula de papel, depositada em urna pelo próprio secretário.

Participaram do pleito somente os secretários municipais que fizeram o alistamento eleitoral dentro do prazo previsto no regulamento.
Membros da nova Diretoria do COSEMS/MG

Presidente da Caixa anunciará construções de casas populares no Norte de Minas

Conforme a Caixa, Norte de Minas tem déficit de 30 mil moradias 
Na quinta (27/04), o presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, estará em Montes Claros para participar de reunião com os prefeitos do Norte de Minas, ocasião em que deverá anunciar a expansão de projetos habitacionais para todos municípios, visando reduzir a demanda reprimida de aproximadamente 30 mil casas na região.

O superintendente regional da Caixa Econômica, Gustavo Sampaio, explica que esse projeto atenderá famílias com renda de 1,5 salário mínimo.

Os municípios interessados em receber esses conjuntos habitacionais terão a oportunidade de conhecer o projeto a ser apresentados pelo presidente Gilberto Occhi e depois agendar a reunião na Superintendência Regional da Caixa. Basicamente a Prefeitura tem de fazer parceria com uma empresa construtora, que ficará responsável pela construção das moradias e a Caixa financiará a compra, com oferta de subsidio dentro do Minha Casa, Minha Vida.


Prefeitos da região debaterão serviços com o Ministério Público

Presidente do CIMAMS e prefeito de Matias Cardoso, Edmárcio Moura Leal, é o intermediador do encontro
Potencializar ações das gestões municipais. Este será o principal foco da reunião da próxima sexta-feira 28/04, a partir das 14 horas, no auditório da 11ª Seção da OAB – Montes Claros, que o CIMAMS - Consórcio Intermunicipal Multifinalitário da Área Mineira da Sudene realizará em parceria com o Ministério Público do Estado de Minas Gerais através da Coordenadoria de Defesa do Patrimônio Público.

O principal objetivo do encontro é formalizar uma aproximação do Ministério Público e os municípios do Norte de Minas através de um diálogo acerca de assuntos que norteiam os gestores da região, como a Lei de Responsabilidade Fiscal, Portal da Transparência, Serviço de Iluminação Pública Municipal, Concurso Público Unificado e outros.

O presidente do CIMAMS e prefeito de Matias Cardoso, Edmárcio Moura Leal, disse que esta pareceria com o MP é fundamental para o fortalecimento do municipalismo e para ajudar os gestores públicos, principalmente aqueles que estão em seu primeiro mandato, através de informações essenciais para a realização de uma administração pública atuante, transparente e comprometida com os anseios da população.

Ainda de acordo com o líder municipalista, a presença dos prefeitos e seus técnicos a esta reunião com o MPEMG, na próxima sexta-feira, é importante pois cada um terá a oportunidade de expor os seus problemas. 

Podem participar do evento, além dos prefeitos, os presidentes das comissões de licitações, procurados jurídicos e vereadores. 

Portal da Transparência – Durante a reunião, o CIMAMS estará disponibilizado gratuitamente aos municípios consorciados o Portal da Transparência. Através desta importante ferramenta o cidadão poderá acompanhar a execução financeira onde serão disponibilizadas as informações sobre os recursos públicos federais transferidos pelo Governo Federal a estados, municípios para a realização descentralizada das ações do governo. bem como dados sobre os gastos, compras ou contratação de obras e serviços.


terça-feira, 25 de abril de 2017

PM de Taiobeiras apreende veículo clonado

Veículo estava com placa adulterada e o condutor portava documento falso
Na tarde desta terça (25/04) o cidadão Luiz Carlos Barbosa informou à Polícia Militar de Taiobeiras que seu veículo Honda HR-V, placa PVT-8726, cor cinza, havia sido clonado e que estava na cidade. Com as informações, as Guarnições passaram a fazer rastreamentos pelas ruas, até que depararam com o veículo na Rua Rio Pardo, sendo conduzido pelo autor identificado por Everton, de 25 anos, que teria apresentado um CRLV falso aos militares.

Os policiais também descobriram que o selo da placa era de outro veículo idêntico e com sinalização de roubo. Ao ser questionado sobre os impostos de 2017, o autor informou que não havia sido pagos ainda, mas no Sistema de Segurança se encontrava quitado. O veículo foi multado oito vezes em 2017. 

O autor recebeu voz de prisão e poderá responder por receptação e uso de documento falso. O carro clonado foi guinchado.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

PM de Taiobeiras prende autor de assalto em Supermercado

Autor fez festa após assalto
Em Taiobeiras, a Polícia Militar bate o escanteio e corre para cabecear...

Foi o que aconteceu na ocorrência registrada na tarde de sábado (22/04), quando dois indivíduos assaltaram o Supermercado Planalto, localizado na Rua Alagoas, ocasião em que um deles, de revólver em punho, subtraiu R$ 1.100,00 em dinheiro do caixa.

Toda a ação foi registrada pelas câmeras de segurança, mas, mesmo assim, os autores não foram identificados. No entanto, as Guarnições, ao receberem constantes denúncias, prosseguiram com os rastreamentos para apurar o crime, até que, no domingo (23/04), os militares receberam informações de uma festa na Rua Barcelona, que estaria sendo regrada a drogas e bebidas alcoólicas com presenças de menores.

Com a chegada das guarnições, vários suspeitos evadiram pulando muros da vizinhança, mas o dono da residência, identificado por Eduardo, de 19 anos, foi abordado, juntamente com nove mulheres, inclusive menores de 13, 16 e 17 anos. No local, os policiais encontraram vários litros de bebidas, sacos plásticos e pinos, geralmente usados para acondicionar drogas, além de uma balança de precisão.

O autor negou participação no assalto ao Supermercado Planalto, mas em seu celular havia uma mensagem de voz no WattsApp falando do crime, além de fotos de dinheiro, bebidas e drogas.

Os materiais encontrados na festa foram apreendidos e o autor acabou confessando participação no assalto. Ele foi o piloto de fuga. O outro autor seria um indivíduo chamado Lucas, que está sendo investigado.


Ameaças em campo de futebol terminam com prisão e apreensão de veículo

Autor de ameaças estava com carro adulterado
Na tarde de domingo (23/04) a Polícia Militar de Ninheira foi acionada na comunidade Lagoa da Fazenda, zona rural do município, onde testemunha anônima informou que ocorreu uma briga com ameaças de morte durante uma partida de futebol contra a comunidade de Pastinho.

Ao chegar à comunidade, a Guarnição comandada por Cabo Renato Freitas não conseguiu informações sobre o autor, pois todos estavam com medo de retaliações. Durante o patrulhamento pelas imediações, o autor identificado por Wilmar se apresentou aos militares e explicou que um dos jogadores não gostou de uma marcação de falta e passou a ameaçá-lo, ocasião em que foi até à sua residência para pegar uma faca, momento em que o autor da ameaça adentrou em seu carro e foi embora.

Os militares deram voz de prisão à Wilmar, que estava com uma faca de 15 centímetros na cintura. A denúncia também dava conta de que o autor estaria com uma espingarda, por isso foram feitas buscas em seu veículo, uma Saveiro cor prata. Para piorar a situação, o autor não possuía documento do veículo, que estava com placa de Betim/MG, mas o sistema constava como placa de Viçosa/MG. Diante disso, o autor também recebeu voz de prisão por adulteração e clonagem de veículo, que foi rebocado até o pátio do Detran em São João do Paraíso.

sábado, 22 de abril de 2017

Projeto "Energia Cidadã" está beneficiando Taiobeiras

Programa leva consciência sobre uso eficiente da energia elétrica para população
A Cemig programa o lançamento do Projeto Energia Cidadã em Taiobeiras a partir do dia 06 de abril. O projeto, que faz parte do Programa Energia Inteligente tem o objetivo de aproximar a Empresa das comunidades de baixa renda levando informações sobre o uso seguro e correto da energia elétrica.

Para isso, a cidade receberá um investimento de aproximadamente R$ 500 mil, onde serão realizadas visitas para a substituição de 12 mil lâmpadas antigas por novas de LED, além da análise de geladeiras que se enquadrem nos critérios para posterior troca, com previsão de troca de 100 unidades.

Conforme a Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel e a legislação vigente (9.991 – 24/07/2000) que determina que as concessionárias e permissionárias de serviços públicos de distribuição de energia elétrica devem aplicar, anualmente, o montante de, no mínimo, 0,5% de sua receita operacional líquida em ações que combatem o desperdício de energia. Por isso, a Cemig desenvolve o Programa Energia Inteligente - EI, que tem ações para reduzir a conta de energia do consumidor. O EI beneficia famílias de baixa renda, hospitais, entidades sem fins lucrativos, instituições educacionais e órgãos públicos.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Elaine Braga faz nova versão da música “Simplesmente Mãe”

Cantora taiobeirense regrava hit para o Dia das Mães
O grande sucesso da cantora taiobeirense Elaine Braga, a música “Simplesmente Mãe”, acaba de ser regravada no KLP Estúdio, de São Paulo, com a produção de Paco Queiroz. “Fizemos um novo arranjo, nova produção. Ficou muito legal”, comemora Elaine.

A música, lançada em 2016, foi gravada apenas com voz e violão, sem nenhuma produção, mesmo assim atingiu mais de 3 milhões de acessos no Facebook.

A regravação da música acaba de lançada nesta quarta (19/04) e promete ser o hit para o Dia das Mães 2017. “O clipe ficou emocionante, acredito que todos irão gostar”, destaca a cantora. Para assistir ao novo videoclipe, acesse o link: https://youtu.be/lmsZwwO9z3Y 

terça-feira, 18 de abril de 2017

Dívida de 3,5 mil teria sido motivo do assassinato de comerciante

Local do crime: comerciante foi executado com seis tiros
A execução do comerciante Luciano Cardoso de Sá, popular Lucim, de 34 anos, ocorrida na tarde do dia 17 de abril, em Santa Cruz de Salinas, teria sido motivada por uma dívida de R$ 3.500,00. É o que relatam testemunhas na ocorrência lavrada pela Polícia Militar.

Ainda conforme a ocorrência, uma testemunha relatou que esteve com a vítima pouco antes do crime, ocasião em que Lucim informou que estaria saindo para receber o dinheiro de um homem identificado por Willian, morador de um povoado do município de Medina.

A testemunha também contou para os militares que Lucim havia recebido um telefonema do autor para combinar o local de entregar o dinheiro. Mesmo sendo alertado sobre os perigos do encontro, Lucim foi até o local em uma motocicleta, próximo a torre de telefone, onde foi executado com seis tiros.

Ao sair para o encontro, Lucim avisou à testemunha: “Se eu morrer, você sabe quem foi o autor”.

A Polícia Militar informou que nada foi roubado da vítima, que estava com a moto e dinheiro na carteira. A perícia constatou que os tiros acertaram as costas, rosto e pescoço.

Da vergonha, revolta e tristeza

*Por Stefan Salej
Neste momento não há programa mais excitante do que os depoimentos dos executivos e donos da Construtora  Odebrecht de Salvador, a maior empreiteira do Brasil propriamente dita, sobre como agiram nos últimos anos. Aliás, construtora que tinha tempos  atrás o nome do seu fundador Norberto e editou um livro pesado sobre o seu modelo de negócios, que era um exemplo para a gestão de empresas no Brasil. Da Bahia para o mundo. Um mundo subterrâneo e de subterfúgios, de compra do Congresso nacional, do governo e dos seus lacaios políticos.

Para quem atua na área empresarial, nada de novo. E tem mais: nada de novo desde que nós tínhamos nos anos sessenta a idade de colegiais. Já em 1960, Jânio Quadros exibia uma vassoura para banir a corrupção deixada pelo saudoso JK. Os militares do golpe de 1964 exibiam a luta contra a corrupção, junto com o anticomunismo, como trunfo para se manter no poder. Quem não lembra dos IPM-Inquérito policial militar, tribunais de exceção.

A Odebrecht foi exposta e todo mundo ficou chocado. Mas, as delações dessa empresa são histórias da carochinha, se colocar junto as delações já julgadas das outras empreiteiras, inclusive da nossa querida Andrade Gutierrez, parceira da Odebrecht em aventuras incríveis, e se examinar outras redes de corrupção como os setores elétrico, de saneamento, telecomunicações, privatizações, e créditos nos bancos oficiais. E mais, se o sistema funcionou na escala federal, imagina o que acontece nos estados e municípios.

Uma aliança politico-empresarial sofisticada que corroeu a democracia e a economia de mercado e destruiu qualquer valor moral da sociedade brasileira.

De qual sociedade? Dos desempregados, dos pobres, dos desesperados, que hoje estão à mercê dos criminosos do narcotráfico, ou da sociedade de elite que aplaudia o sucesso dos Odebrecht  (descendente de alemães que teoricamente deveriam ter algum valor moral) que tomaram conta do nosso Brasil. Os valores que implementaram no nosso nariz com aplauso de toda a sociedade (nos últimos anos, dos industriais do ano de Minas, vários estão presos) e em especial o empresarial, destruíram qualquer base de sustentabilidade.

É  uma vergonha da qual participamos como eleitores. É uma vergonha da qual participamos como cidadãos.

A Odebrecht continua como todos eles, rica, poderosa, rindo de todos nós, como todos os seus colegas empresários e políticos. Ninguém se abala (com raras exceções que confirmam as regra), ninguém fica mais pobre, e todos eles com tornozeleira frouxa continuam fazendo o que sempre fizeram: negócios escusos.

Nenhuma entidade empresarial nesse processo todo da Lava Jato emitiu uma nota de repulsa, fez um novo código de conduta, expulsou seus sócios corruptos. Nada. Porque no fundo acreditam que esse é o modelo de negócios que predomina no país e com o qual você pode ficar rico.

É uma tristeza que a nossa geração de jovens da década de sessenta deixe como herança este Brasil tão empodrecido e empobrecido. Tudo isso para dizer que, com o ganho à custa de miséria e desemprego, é mais seguro viver em Miami.

Erramos, mas ainda há tempo de corrigir, de mudar o rumo. Não com a  hipocrisia dos Odebrecht que salta aos olhos, mas com mudança de atitude para valer, com mudança do modelo de valores deste país, onde tem sim gente honesta e trabalhadora, que foi enganada. Onde sim, há empresários sérios e honestos que podem mudar o rumo.

*Stefan Salej é empresário, ex-presidente do SEBRAE Minas e da FIEMG-Federação de Indústrias de Minas Gerais.

Governo publica mais 2.500 nomeações para a Educação

Gestão de Fernando Pimentel totaliza nomeações de 43.551 servidores
O Governo de Minas Gerais publicou, nesta terça-feira (18/4), no Diário Oficial Minas Gerais, mais uma lista com a nomeação de 2.500 novos servidores para a Educação, totalizando, com isso, 6.500 novos servidores nomeados só neste ano.

A lista contempla professores regentes de aulas de várias disciplinas, aprovados nos concursos dos Editais 03 e 04/2014, e abrange todas as 47 Superintendências Regionais de Ensino (SREs) do Estado.

Com essa nova lista, o número de servidores nomeados desde o início da gestão do governador Fernando Pimentel chega a 43.551 – em 2015 e 2016 foram nomeados 37.051 novos servidores; em janeiro de 2017, outros 2.500 professores foram nomeados para atuarem nos anos iniciais do Ensino Fundamental do edital 01/2011, que teve sua vigência encerrada no dia 30 de janeiro; já em março, o Governo nomeou mais 1.500 professores do Edital 04/2014.

Exames – Com a publicação da nomeação, o aprovado deve submeter-se a exame médico pré-admissional, a ser realizado pela Superintendência Central de Perícia Médica e Saúde Ocupacional (SCPMSO) da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), nas datas e horários que serão publicados no site da Seplag.


Polícia Federal colhe depoimentos sobre compra de votos em Taiobeiras nas eleições de 2012

Imagem retirada do vídeo mostra Adalberto com cesta básica
Na manhã dessa terça (18/04) agentes da Polícia Federal de Montes Claros estão em Taiobeiras para colher, mais uma vez, depoimentos das pessoas envolvidas em vídeo de compra de votos nas eleições de 2012.

Folha Regional está acompanhando dos depoimentos que estão sendo colhidos em uma sala da Companhia da Polícia Militar.

Neste momento, o prefeito de Taiobeiras, Danilo Mendes (PSDB) está prestando depoimento. Ele é acusado de distribuir cestas básicas, cimento e gasolina em troca de votos.

O idoso Adalberto Rodrigues, acusado de ter vendido o voto, já foi ouvido pelos agentes federais, assim como dois familiares. A reportagem da Folha Regional apurou que o empresário Carlito Arruda também será ouvido. Foi ele quem levou o caso para a Polícia Federal.

O caso – Nas eleições de 2012, Adalberto foi filmado recebendo cimento, cesta básica e gasolina. Nas imagens, ele fala que recebeu do então candidato Danilo Mendes em troca do voto. O vídeo vazou nas redes sociais e gerou enorme polêmica.

O Ministério Público passou a investigar o caso, quando houve muitas contradições e suspeitas sobre a autoria das imagens, até que o caso foi parar na Polícia Federal.

segunda-feira, 17 de abril de 2017

História da violência em Taiobeiras

*Por Levon Nascimento
Às vezes, recorrer ao passado ajuda a iluminar o presente e potencializa os desejos e as ações de diálogo para a construção de um futuro diferente e melhor.

A história da violência em Taiobeiras é tão antiga quanto a própria localidade, muito antes dela ser cidade. Recorro ao clássico Avay Miranda para recontar essa odisseia de dor.

A violência é cultural e estrutural. Passa pela riqueza exuberante de uns e pela pobreza tétrica da maioria ou pela hipocrisia das famílias “de bem”, cujos patriarcas mantinham “mulheres e filhos particulares” desprovidos dos direitos legais reconhecidos às matrizes e aos legítimos.

Também é violência moral, quando a exploração sexual de crianças e adolescentes, praticada por muitos, gente com ou sem poder, tornou-se a chaga aberta e a mancha envergonhada da história recente do município.

É violência contra a democracia, na medida em que a vontade do povo quase sempre é manietada pelos cabrestos desonestos da compra e da venda de votos nos pleitos eleitorais.

Na noite de 23 de setembro de 1911 o pistoleiro Hipólito, jagunço de um poderoso de Salinas, deu tiro certeiro em Martinho Rêgo, líder do povoado, a mando de Quinca Roxo, meliante que tempos antes havia sido preso por Martinho ao promover brigas na feira livre de Taiobeiras.

Em 1919, um tal Leonídio, que a história não registrou nem mesmo o sobrenome, achacava pessoas em troca de dinheiro, jurando-lhes de morte e, em alguns casos, chegando a matar mesmo. Como em filmes de faroeste, ia ao velório dos que assassinara carregando velas acesas. Teatralmente, entrava reverente na igreja em dias santos, de arma em punho, retirando as balas do “Brune” e pondo-as sobre a toalha do altar enquanto rezava. Foi assassinado por uma liga de “homens de bem” do povoado num dia de sexta-feira santa. Matou muitos. Tinha mulher e filha. O que foi feito delas ninguém sabe.

Já em 1927, como efeito colateral da “Revolução de Salinas” (Revolução ou Golpe?), quando Idalino Ribeiro depôs Juventino Nunes do comando daquela cidade sob o amparo de bandoleiros baianos por ele contratados, Maneca Primo, mercenário de Vitória da Conquista, vitorioso na terra da cachaça, retornava à Bahia. Passando por Taiobeiras com seu bando, cercou o distrito, saqueou as casas e os comércios. Fez o que quis com o povo do lugar por dias a fio. Foi detido somente quando passava por São João do Paraíso, já perto da fronteira baiana.

Em janeiro de 1981, o comerciante Tezinho Mendes foi assaltado e assassinado em sua loja de forma bárbara tornando-se um marco de um evento de latrocínio no município.

Entre 1990 e 1991, dois feminicídios estremeceram minha vizinhança. Antonina, vizinha humilde, foi morta a punhaladas pelas costas por um marido mentalmente enfermo e atormentado por uma personalidade machista. Joventina, outra vizinha, foi barbaramente assassinada e seu corpo jogado numa cisterna.

Naquele mesmo período, um frentista supostamente acusado de roubo apareceu morto com todos os traumas de tortura. Nos mesmos dias, vários corpos foram deixados na porta do cemitério sem ninguém soubesse, até hoje, a causa de suas mortes. E o terror se espalhou entre o povo taiobeirense.

A partir da última semana de 2007, na qual em poucos dias várias pessoas conhecidas foram assassinadas, uma onda violenta de assaltos, latrocínios e guerra entre gangues do tráfico de drogas tornou-se corriqueira, assombrosa e deletéria para a vida social, a paz popular e a imagem pública de Taiobeiras.

A morte do proprietário do Super Granja permanece um mistério. Jovens morrem e matam e muitos assistem, brandindo a cínica justificativa de que são envolvidos com as drogas.

Em 2012, um casal de amigos de Montes Claros bateu à minha porta pedindo ajuda porque o filho deles havia sido preso em Taiobeiras envolvido com a criminalidade. Não negavam a culpa do rapaz. Pessoas honradas e trabalhadoras, questionavam-se sobre o que de fato havia tomado de suas mãos a vida de um ente querido e a levado para o lado sombrio da violência.

E este é o drama de muitos pais e mães. A violência se entranhou como uma maldição. Tornou-se um drama moral, social, econômico e humanitário.

No povoado de Mirandópolis, em 2014, um homem foi morto, esquartejado e o assassino ainda ateou fogo aos restos mortais. Inúmeros são os outros casos de maus-tratos, torturas e mortes assombrosamente violentas de homens, jovens, idosos do meio rural mortos por parentes em busca do dinheiro da aposentadoria e de mulheres, vítimas de machismo e misoginia. Sem contar os suicídios, frutos de doenças psicológicas ou, talvez, das incompatibilidades de uma sociedade que segrega.

Conhecer essas histórias não pode nos fazer acomodar ou tragicamente nos resignar com algo que parece ser um “determinismo biológico ou geográfico”. Tomar ciência desses fatos nos deve abrir ao diálogo, acima de nossas paixões e rivalidades momentâneas, em busca de um plano audacioso de ação.

A maldade, a crueldade, o ódio e a violência não devem vencer a batalha. Que nenhum jovem se perca! Que nenhuma vida morra! O amor, o serviço fraterno, a caridade cristã e a vontade de fazer uma Taiobeiras mais justa deve nos irmanar neste momento de dor.

* Levon Nascimento é professor de História, sociólogo pela Unimontes e mestrando em “Estado, Governo e Políticas Públicas” pela Fundação Perseu Abramo e Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais.


Comerciante é assassinado em Santa Cruz

Comerciante Luciano atuava no ramo de móveis
EXCLUSIVO

Na tarde dessa segunda (17/04) o comerciante Luciano Cardoso, popular Lucim, que atua no ramo de móveis em Santa Cruz de Salinas, foi assassinado com seis em uma estrada que liga a cidade ao povoado de Marcela. As informações dão conta de que foram três tiros nas costas, dois no rosto e um no pescoço.

Conforme as primeiras informações, o comerciante teria sido vítima de uma emboscada, pois foi atraído ao local do crime, próximo à torre de telefone. Os familiares suspeitam que o autor tenha sido um desafeto que possuía dívidas com Luciano.

A polícia faz rastreamentos em busca do autor e as informações oficiais do crime ainda não foram divulgadas. A ocorrência ainda está em andamento.


sexta-feira, 14 de abril de 2017

Três são baleados em Taiobeiras. Dudu, de 17 anos, morreu

Inocente Dudu foi alvo de seis tiros. Morreu no hospital
EXCLUSIVO
Aconteceu uma tragédia em plena Sexta-feira Santa em Taiobeiras. Três pessoas foram baleadas por volta das 20 horas. Um deles, identificado por Eduardo Moreira dos Santos, popular Dudu, de 17 anos, foi atingido por seis tiros e acabou de morrer no Pronto Socorro do Hospital Santo Antônio.

Conforme as primeiras informações da Polícia Militar, Dudu não possui nenhuma passagem e, até então, era um jovem de conduta ilibada. Inicialmente, trabalha-se com duas possibilidades: ele foi alvo de balas perdidas ou foi alvejado por engano.

Conforme informações colhidas pelo Jornal Folha Regional no Pronto Socorro de Taiobeiras, outros dois jovens também foram baleados. Eles são: Marco Aurélio Almeida, popular Piticão, de 22 anos e Weder Tomás Francisco, de 29 anos.

A Polícia Militar ainda apura os detalhes dos crimes, mas já informou que os autores dos tiros, ainda não identificados, atiraram em um grupo de cinco pessoas que estavam em frente à residência de um homem identificado por Chico, localizada na Rua dos Pereiras, próximo à saída para Rio Pardo de Minas, ocasião em que três foram alvejados, dentre eles: Dudu.

A PM também informa que Weder foi baleado no ombro esquerdo, já Piticão foi baleado na altura do ombro direito. Ainda não temos informações sobre o quadro clínico de ambos.

quarta-feira, 12 de abril de 2017

171 cidades de Minas se unem no combate às drogas. Taiobeiras não compareceu

Secretaria de Segurança Pública realiza Simpósio Estadual dos Conselhos Municipais de Políticas sobre Drogas
Cerca de 500 pessoas de 171 municípios de Minas Gerais foram à Belo Horizonte no último dia 10 para o Simpósio Estadual dos Conselhos Municipais de Políticas sobre Drogas (Comad’s), promovido pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp).

O principal objetivo do simpósio foi unir esforços para desenvolver políticas públicas de prevenção ao uso de drogas. Os participantes trocaram experiências e debateram estratégias no combate ao uso de drogas.

Em Minas Gerais, 60% dos usuários de drogas são da faixa de 12 a 17 anos. E mais, 17% desses dependentes tem idade entre 5 e 12 anos. Isso representa uma preocupação enorme e por isso a atuação na prevenção é essencial.

Estranhamente, ninguém de Taiobeiras compareceu ao Simpósio, mesmo com o avanço do tráfico na cidade, onde adolescentes e jovens são alvos de traficantes e vítimas de homicídios.

A informação é de que o Comad de Taiobeiras está formando nova diretoria.

Prefeito Nilsinho entra na diretoria da AMM

José Nilson será o representante do Norte de Minas na AMM
O prefeito de Padre Carvalho, José Nilson Bispo de Sá, popular Nilsinho, compõe a nova diretoria da Associação Mineira de Municípios (AMM), a maior do Brasil, para o biênio 2017/2019. Ele foi eleito como diretor da regional Norte de Minas. O novo presidente é Julvan Lacerda, prefeito de Moema.

terça-feira, 11 de abril de 2017

Operação da PM prende dois e encontra até submetralhadora em Taiobeiras

Autores flagrados durante a operação
EXCLUSIVO

Na manhã desta terça (11/04) a Polícia Militar de Taiobeiras, com o apoio do Pelotão de Choque de Montes Claros, desencadeou uma mega operação na cidade para combater o crime organizado, que vem aterrorizando a população.

A operação, comandada por Tenente Welton, culminou nas prisões de dois suspeitos, um identificado por Olegário, de 30 anos, que alegou não ser o dono da submetralhadora e da droga. Segundo ele, recebia dinheiro de um traficante do bairro Santo Cruzeiro para esconder o material. O outro autor é um menor de 16 anos.

Conforme apurado pelo Jornal Folha Regional, a operação ainda conseguiu apreender uma submetralhadora calibre 380, um revólver calibre 32, uma espingarda de dois canos, 80 munições calibre 32, 36 munições calibre 38, dois carregadores de pistola calibre .40, dois carregadores para submetralhadora calibre 380, 16 porções de crack, uma balança de precisão, um aparelho celular e um pé de maconha, além de R$ 218,85 reais.

As diligências foram realizadas em residências das ruas Barcelona, Ipanema e Paracatu.
Materiais apreendidos