Facebook

sábado, 28 de maio de 2016

Polícia Militar prende acusado de assalto durante fuga

Jovem de 18 anos é acusado de roubo na comunidade Santana
Um jovem de 18 anos, identificado por Ícaro, acusado de ter cometido um assalto na comunidade de Santana, zona rural de roubo em Rio Pardo de Minas no último dia 30 de abril, foi preso na manhã deste sábado (28) dentro de um ônibus com destino à São Paulo.

Ele estava com Mandado de Prisão em aberto e sua fuga foi descoberta depois que policiais militares averiguaram a lista de passageiros da linha de ônibus. Durante a operação para prender o foragido, os militares descobriram que o ônibus já estava na estrada para Salinas, onde a Guarnição de plantão foi acionada e o veículo foi abordado.

Ao ser questionado, o jovem se apresentou como João Silveira, mas os militares já estavam com todas as informações em mãos. Ele foi preso e conduzido à Delegacia de Salinas.

Conforme a Polícia Militar, o acusado Ícaro, que é morador do bairro Planalto, em Taiobeiras, tem passagens por roubo, formação de quadrilha e adulteração de veículo automotor. As possíveis rotas de fuga de Ícaro vinham sendo monitoradas pelo Serviço de Inteligência da Polícia Militar desde o dia 12 de maio.

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Vereadores de Salinas autorizam leilão de pontos do mercado para construção de cemitério

Prefeito Kinca foi à Tribuna da Câmara defender a aprovação do leilão
Depois de muito debate, os vereadores de Salinas aprovaram, por unanimidade, o Projeto de Lei de autoria do prefeito Kinca Dias (PT), que visa alienar três pontos comerciais localizados no Mercado Municipal, cuja reforma está na reta final. Para convencer os vereadores sobre a viabilidade do projeto, o prefeito foi à Tribuna da Câmara no dia 16 de maio e afirmou que os recursos arrecadados com o leilão dos estabelecimentos serão aplicados na construção de um novo cemitério, para isso, a Prefeitura já teria adquirido um terreno de quatro hectares.

Na ocasião, o prefeito Kinca também respondeu perguntas dos vereadores e destacou que a questão do cemitério é urgente, pois o atual está superlotado e o município ainda precisa cumprir um Termo de Ajustamento de Conduta com o Ministério Público.

O vereador Douglas Gomes era o mais receoso com o projeto e demonstrava preocupação em desfazer do patrimônio público e depois o prefeito não conseguir construir o novo cemitério. Ele apresentou uma Emenda que autorizava o leilão de apenas uma loja do mercado, mas todos os vereadores votaram contra, inclusive com algumas ferrenhas críticas da bancada governista, que demonstrava pressa em aprovar o leilão. “O leilão de apenas uma loja inviabiliza a construção do cemitério”, argumentou o vereador João de Deus, líder do prefeito no plenário.

O texto do projeto aprovado prevê que o prefeito Kinca poderá leiloar as três lojas disponíveis no mercado e “usar os recursos em obras de infraestrutura, inclusive na construção do novo mercado”.

Outra loja é arrombada em Taiobeiras

Vitrine também foi roubada
Na madrugada dessa sexta (27) a loja Ekipauto, que comercializa acessórios automotivos, foi arrombada. Conforme o proprietário Gildásio Nedes, os meliantes quebraram a fechadura da porta de blindex para adentrarem ao estabelecimento. “O furto só foi descoberto quando chegamos ao estabelecimento hoje de manhã”, disse o proprietário.

Os meliantes também arrombaram a fechadura de uma vitrine, onde furtaram uma fonte carregadora e um alto falante, avaliados em R$ 1.500,00. A loja possui sistema de alarme, mas os meliantes tinham conhecimento e desviaram do sensor.

A Polícia Militar fez rastreamentos, mas, devido à escassez de informações sobre a autoria, ninguém foi localizado.

Suspeita-se que sejam os mesmos meliantes de outros arrombamentos.

PM de Berizal pega quatro ladrões de gado

Animais furtados foram recuperados, mas os autores estavam fora do flagrante
Mesmo confessando o crime, os autores não ficaram presos

Na tarde de quinta (26), quando policiais militares de Berizal realizavam a operação “Minas em Segurança”, quatro vítimas compareceram para reclamar que tiveram cabeças de gado de raça mestiça furtadas em suas propriedades.

As próprias vítimas Francelino José dos Santos, 63 anos; Lúcio dos Santos Sobrinho, 41 anos; Arnorino José dos Santos, 63 anos e Orlindo dos Santos, 20 anos, fizeram os levantamentos e descobriram que o gado furtado estava no sítio denominado “Matos dos Porcos”.

De posse das informações, os militares fizeram rastreamentos e localizaram os autores, que acabaram confessando o furto. Já o gado foi encontrado no referido sítio.

Os autores, identificados por Walber, 24 anos; Cleiton, 18 anos; Cleber, 23 anos e Gilmarc, 36 anos, foram conduzidos até à delegacia, mas não ficaram presos, pois estavam fora do flagrante. O furto teria sido no domingo (22) e as vítimas só perceberam na quinta (26).

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Prefeito de Padre Carvalho publica Comunicado proibindo servidores de “falar sobre política”

Prefeito Antenor (PT) e o Comunicado Interno que foi publicado nas repartições públicas
No dia 23 de maio, o prefeito de Padre Carvalho, Antenor Santa Rosa (PT), publicou um “Comunicado Interno” em todas as repartições públicas da cidade determinando que “fica terminantemente proibido a todos os servidores municipais formarem grupinhos para discutirem assuntos políticos”. E tem mais: o prefeito ainda deixou claro que a determinação para os servidores vale para o “horário de trabalho e fora dele”.

O prefeito Antenor Rosa ainda quer proibir os servidores, de forma isolada, emitirem e expressarem suas opiniões e preferências políticas.

Para finalizar, o prefeito Antenor Rosa alertou que o servidor desobediente será advertido, já as outras pessoas flagradas falando de política serão “convidadas a se retirarem” das repartições públicas.

Na cidade, o Comunicado do prefeito virou motivo de piadas. A reportagem tentou falar com o prefeito, mas sem êxito.

video
Leitor envia vídeo mostrando o Comunicado

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Polícia Rodoviária encontra moto roubada na MG-404

Moto estava estacionada às margens da estrada que liga Salinas à Taiobeiras
Durante a operação Corpus Christi, uma Guarnição da Polícia Rodoviária localizou na noite dessa quarta (25) uma moto Honda Fan, cor vermelha, placa HMK-1584, nas margens da rodovia MG-404, que liga Salinas à Taiobeiras. A moto estava estacionada e com o capacete no banco.

Ao averiguar a situação do veículo, os policiais descobriram que a placa havia sido adulterada com fita isolante para HMK-1884. No Sistema de Segurança consta que o veículo foi roubado na cidade de Montes Claros no último dia 20. O condutor não foi localizado.

Prefeito de São Francisco, do PT, passará a comandar Samu, Amams e Cimams

Prefeito Luiz Rocha Neto, popular Luizinho, se torna o prefeito mais influente do Norte de Minas
Na próxima segunda (30/05), a Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMAMS) realizará assembleia geral extraordinária com o objetivo de empossar o prefeito Luiz Rocha Neto (PT), de São Francisco, como novo presidente da entidade de prefeitos do Norte de Minas. Ele assumirá o cargo de presidente até então ocupado por César Emílio Lopes Oliveira, prefeito de Capitão Enéas, que será candidato à reeleição.

No mesmo ato, serão anunciados os desligamentos de outros membros da diretoria da Amams, como o conselheiro fiscal João Bosco Costa, prefeito de Vargem Grande do Rio Pardo, que também será candidato à reeleição. 

Em outra assembleia com os prefeitos que fazem parte do Consórcio Intermunicipal Multifinalitário da Área Mineira da Sudene (CIMAMS), o atual presidente César Emílio também será desligado do cago de presidente e também substituído pelo prefeito Luiz Rocha Neto.


No final do mês de março, o prefeito de São Francisco já havia assumido a presidência do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência do Norte de Minas (CISRUN) Macro Norte, que gerencia o Samu em toda a região. Portanto, o popular Luizinho vai comandar até o final do ano os três maiores órgãos políticos do Norte de Minas.

Começou nessa quarta operação “Corpus Christi”

Operação visa alertar e conscientizar os usuários das rodovias 
Na tarde dessa quarta (25), por volta das 17 horas, o comandante da Polícia Rodoviária no Alto Rio Pardo, Sargento Hoberdan, deu início a operação Corpus Christi nas estradas da região, inclusive com homens do Pelotão de Montes Claros. Serão quatro viaturas e oito homens na operação.

Conforme Sargento Hoberdan, além da Polícia Rodoviária, a operação contará também com Guarnições do Meio Ambiente e do Departamento de Estradas e Rodagens – DER. “A operação vai até a manhã de segunda-feira, dia 30 de maio”, informou o Sargento.

“Meu filho é inocente e precisa de um advogado”

Mãe Maria Eva aposta na inocência do filho João Batista e implora por um defensor público, pois não tem dinheiro
Apuração de latrocínio gera grande repercussão em São João e familiares de um dos acusados acreditam na sua inocência e dizem que não tem dinheiro para advogado.

Causou enorme repercussão o latrocínio do idoso José Francisco de Souza, o popular Zé de Lira, de 60 anos, no último dia 03 de maio, em São João do Paraíso. E repercussão semelhante ocorreu quando a Polícia Civil, através do delegado Everson Moura, apresentou os acusados de autoria: João Batista dos Santos, de 36 anos e José Pereira dos Santos, popular Debão, de 33 anos, presos na tarde do dia 13 de maio.

Conforme Dr. Everson, foi realizada uma intensa investigação, pois o latrocínio, ocorrido em uma estrada vicinal que liga a cidade de São João do Paraíso à comunidade de São Pedro, não teve testemunhas. “Tivemos que agir rápido, pois eles estavam planejando uma fuga para a cidade de Americana, interior de São Paulo”, declarou o delegado.

Para chegar aos acusados de autoria, o delegado ouviu diversas pessoas, como vizinhos e parentes, até que conseguiu interceptar mensagens trocadas nos celulares dos suspeitos, convencendo assim o juiz da Comarca para expedir os Mandados de Prisão.

Ainda conforme as investigações, o assalto seguido de morte resultou no roubo da moto da vítima, uma Honda CG 125, cor azul, placa GXV-0930, ano 2002.

Os familiares de João Batista, um dos acusados que está preso, fez contato com a reportagem da Folha Regional e questionaram os motivos da prisão. Para os familiares, João é inocente e jamais seria capaz de cometer tal crime. “Ele é pai de dois filhos, trabalhador rural e nunca teve passagem pela polícia”, ressaltou Ana Rita Alves, ex-esposa do acusado. “Convivi 12 anos com João e tenho certeza que ele é inocente. Tem alguma coisa errada nessa história”, completou.

A mãe de João, a aposentada Maria Eva Pereira, de 67 anos, também fez contato com a reportagem e garantiu que o filho é inocente. “Ele está sendo acusado de uma coisa que não deve. A polícia tá falando que ele viu o crime, mas ele nega. Tenho certeza que ele é inocente”, disse a mãe.

Os familiares de João afirmam que ele realmente é amigo de Debão, o outro acusado; mas garantem que João não participou e não viu nada. “João passou pelo local do crime com a moto da irmã dele depois das 18 horas e o assassinato foi bem antes, mesmo assim a polícia tá acusando que ele viu o crime”, disse Ana Rita.

Os familiares também informaram que não conseguiram dinheiro para contratar um advogado para defender João. “O mais barato cobrou R$ 7 mil e nós não temos. Eu tentei fazer um empréstimo no banco, mas não teve jeito, pois já estou devendo lá”, chora a mãe Maria Eva, que clama à Justiça a designação de um defensor público.


terça-feira, 24 de maio de 2016

Mudanças na cobrança de iluminação pública em Taiobeiras serão votada hoje

Prefeito Danilo quer cobrar até 10% de iluminação pública
O prefeito de Taiobeiras, Danilo Mendes, retornou para a Câmara Municipal o Projeto de Lei que modifica a cobrança da Taxa de Iluminação Pública no município. O retorno do projeto é obscuro, pois não detalha os tipos de imóveis e/ou contribuintes que pagam ou não pagam a taxa. A data do Projeto é 31 de março de 2016, e o presidente da Câmara, Kêu Sena, colocou a apreciação na pauta da reunião de dessa terça, 24 de maio, às 19:30hs.

Em dezembro de 2015, o prefeito Danilo havia enviado as modificações na cobrança da Taxa, mas a repercussão negativa foi tão grande que ele acabou retirando o projeto. Inicialmente, o prefeito deixava claro que iria cobrar a Taxa de todos os consumidores de energia elétrica no território do município, ou seja: tanto na zona urbana, como rural. E para piorar ainda mais a situação, o prefeito queria cobrar a taxa até de proprietários de terrenos vazios na cidade e na zona rural. O projeto também previa cobrança de taxa dos imóveis em locação.

O projeto antigo era detalhado e dividia os percentuais das tarifas a serem cobrados em classes de consumidores, como: residencial, comercial, industrial e rural. Mas, agora, o novo projeto encaminhado para a Câmara Municipal teve vários artigos retirados, dificultando a interpretação.

Na justificativa, o prefeito Danilo escreveu que, “trata-se de matéria que iniciou tramitação e que foi retirada pela Administração para aperfeiçoamentos”. O prefeito argumenta ainda que o projeto resultará na adequação da Legislação Municipal as determinações no âmbito federal. Por fim, Danilo pede que o projeto seja aprovado em regime de urgência.

O Anexo I do projeto prevê a seguinte cobrança: 10% para consumo acima de 300 kWh, 8% para consumo de 200 a 300 kWh, 5% de 100 a 200 kWh e 3% de 50 a 100 kWh. Conforme o projeto, a única classe de consumidor que ficará isenta da Taxa de Iluminação Pública é quem consumir menos de 30 kWh.

Cinco vereadores da oposição já declararam que vão votar contra o projeto. “Eu não voto de jeito nenhum nesse absurdo, pois o povo não tá aguentando pagar nem o consumo da energia ainda mais essa Taxa louca”, disse o vereador Valmir Pezão.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Caso Leidiane - Advogado entra com pedido de multa e bloqueio de verbas

Leidiane, de 23 anos, depende da Justiça para conseguir o remédio que permite a continuidade do tratamento
Juíza Erica Climene já despachou na petição, mas conteúdo só será conhecido nessa terça (24)

Na tarde dessa segunda (23), por volta das 13 horas, o advogado Anderson de Barros Brito, defensor da paciente Leidiane dos Santos, que luta contra um tumor no cérebro, protocolou no Fórum de Salinas uma petição que pede à juíza Erica Climene a aplicação da multa arbitrada ao prefeito de Salinas, Kinca Dias, por descumprimento de Decisão Judicial.

O advogado pediu também o bloqueio das verbas municipais no intuito de que seja garantida a aquisição do medicamento Temodal, cujo uso pela paciente é de extrema urgência, mas já se passaram 51 dias e a Decisão Judicial vem sendo lamentavelmente descumprida.

E para completar, foi protocolada ainda denúncia ao Ministério Público quanto ao possível cometimento de crime de responsabilidade por parte do prefeito Kinca.

A Prefeitura de Salinas tem cinco advogados no processo: Vitor Sarmento Petroni Pena Santiago, Bruna Araújo, Lilian Gabriela Alves Sena, Luiz Estanislau Martin Veloso e Maria Antônia da Silva Jorge, que também deverão tomar conhecimento do Despacho nessa terça.

Também na tarde dessa segunda, a reportagem tentou falar com a juíza responsável pelo caso, Dra. Erica Climene, mas a meritíssima não quis conceder entrevista e afirmou que se manifestará apenas no processo.

No final do expediente, a juíza, com a celeridade que o caso merece, proferiu Despacho nos Autos, mas a reportagem ainda não teve acesso ao conteúdo, que só será publicado oficialmente na manhã dessa terça (24).

Com isso, fica a expectativa para saber se a juíza aceitou ou não os pedidos feitos pelo advogado da paciente Leidiane, que permanece sem receber nenhum tipo de satisfação, oficial ou verbal, da Prefeitura de Salinas.

Segurança no circuito da Festa de Maio foi impecável

Policiamento foi feito com 60 homens por dia
Pela 1ª vez com circuito fechado, a Festa de Maio 2016 foi muito tranquila, pois o Sistema de Segurança montado pelo Major Giovane Rodrigues, comandante da Polícia Militar na região, funcionou perfeitamente. Foram 60 policiais atuando por dia na cidade, inclusive da “Tropa de Choque”, que é muito temida pela malandragem.

As portarias do evento contaram com seguranças particulares e detectores de metais, evitando a entrada de armas de fogo. Com isso, durante os quatro dias de evento foram registrados apenas perdas de documentos e dois furtos dentro do circuito, conforme a Assessoria de Comunicação da PM.

Já na cidade, durante o período da festa, foram registradas outras ocorrências. Uma delas registrada na madrugada do dia 20 numa residência da Avenida Caiçara, onde meliantes pularam o muro e furtaram uma moto Honda Fan, cor preta, placa HNK-2351,
Menor pretendia cometer assaltos com simulacro
ano 2010, de propriedade de Paulo Roberto Araújo. Além da moto, os indivíduos furtaram videogame, celulares, capacetes, cosméticos e sacolas de roupas condicionais. Até então não se tem pista da moto e a vítima reclama da falta de investigação.

No sábado (21), uma guarnição da PM, durante patrulhamento pela cidade, deparou com um menor de 16 anos em atitude suspeita próximo ao Terminal Rodoviário. Ao ser abordado, o menor portava um simulacro de arma de fogo. Ele revelou aos militares que tinha a intenção de utilizar a pistola de brinquedo para cometer assaltos nas imediações da festa.

Rapaz foi flagrado furtando celular durante bingão
Na manhã de domingo (22), foi registrada uma ocorrência durante o bingão do Motoclube. Conforme a PM, dois homens e uma mulher teriam furtado um celular. A vítima chamou os militares, que conseguiu pegar um autor, identificado por Cleverson, natural da Bahia. Ele teria passado o celular para mulher, de cabelo vermelho, que fugiu. Em rastreamento, a mulher, identificada por Clementina também foi detida.

Já na madrugada dessa segunda (23), a PM pegou um menor de 15 anos na Rua Januária. Ele estava com um revólver calibre 32, com cinco cartuchos, sendo dois deflagrados. Antes de pegar o menor, os militares tinham ouvido dois disparos. Ao ser indagado, ele confessou que portava o revólver para se defender de indivíduos do morro e que os disparos foram contra seus inimigos. Ainda conforme a PM, o menor vinha descumprindo medidas cautelares.
Adolescente de 15 anos portava revólver e atirou contra desafetos

domingo, 22 de maio de 2016

Caso Leidiane – Prefeito Kinca e advogado Anderson publicam Notas de Esclarecimentos

Versões do prefeito Kinca Dias e do advogado da paciente, Anderson de Brito, são diferentes

O caso da moça Leidiane dos Santos, 23 anos, que está lutando contra um tumor no cérebro, causou enorme repercussão em Salinas e em toda a microrregião Alto Rio Pardo. A notícia da campanha “SOS Leidiane” no Blog da Folha Regional foi acessada 60 mil meses apenas neste domingo.

Pressionado pela imensa repercussão, o prefeito de Salinas, Kinca Dias, publicou uma Nota de Esclarecimento respondendo a reportagem do Jornal Folha Regional. “A Prefeitura de Salinas informa que está cumprindo a decisão da liminar judicial que ordena o Município ou o Estado de Minas Gerais a fornecer o medicamento”, disse o prefeito na nota.

Kinca disse também que o custo do medicamento receitado para Leidiane é alto, cerca de R$ 2.835,00 a caixa com cinco comprimidos. “O Município não possui recursos financeiros para arcar”, disse o prefeito, mas afirmou que “o Estado de Minas Gerais já está em vias de cumprir a decisão, fato que já foi devidamente informado ao advogado da Leidiane via telefone”.

Já na Nota de Esclarecimento do advogado de Leidiane, Dr. Anderson Barros de Brito, que está atuando voluntariamente, desmente categoricamente as afirmações do prefeito. “Diversamente do que afirma o Sr. Prefeito, existe sim mora do Estado e do Município no cumprimento da decisão, não havendo qualquer ato concreto neste sentido. Afirmar que “as medidas estão sendo tomadas” soa um tanto genérico e irresolúvel”, detonou o advogado de Leidiane.

Dr. Anderson informou também que fez contato com o setor responsável da Secretaria de Estado da Saúde, mas, até então, não obteve resposta.

A reportagem fez contato com a paciente Leidiane e ela afirmou que não recebeu nenhum telegrama e/ou comunicado de ninguém, muito menos satisfação da Prefeitura de Salinas.

A reportagem apurou que no dia 11 de maio a Justiça deu um prazo de 5 dias para a Prefeitura de Salinas cumprir a Liminar, e o prazo venceu dia 18 de maio. Com isso, nessa segunda (23) Dr. Anderson vai peticionar junto à juíza Erica Climene requerendo a aplicação da multa arbitrada, que é de R$ 1 mil por dia. O advogado vai pedir também bloqueio das verbas municipais e ainda denunciar o prefeito ao Ministério Público pelo cometimento de crime de responsabilidade.

SOS Leidiane - deposite qualquer quantia e ajude!

Doe qualquer quantia e ajude Leidiane comprar o medicamento para retomar a radioterapia

A linda jovem Leidiane, 23 anos, de Salinas, não pode esperar mais...

Ela fez uma cirurgia para retirar um tumor no cérebro e agora precisa do medicamento Temodal (Temozolomida) – que não é fornecido pelo SUS, para continuar o tratamento.

Ela é de família carente, filha de lavradores, e não tem o dinheiro para comprar o remédio. Por isso, os médicos suspenderam a radioterapia.

Desesperada, a moça entrou na Justiça e ganhou uma liminar, mas a Prefeitura de Salinas apresentou “embargos de declaração” e já passaram 50 dias sem o cumprimento da Decisão Judicial.

Como Leidiane não pode ficar esperando pela lentidão da Justiça e pela boa vontade do Poder Público, a campanha SOS Leidiane visa arrecadar dinheiro para comprar o medicamento e ela retomar o tratamento, que custa R$ 19.000,00 (dezenove mil reais).

Para doar qualquer quantia, faça um depósito na Caixa Econômica Federal:
Leidiane dos Santos Gonçalves
Agência: 1830
Operação: 013
Conta: 39.249-6

“Grandes oportunidades para ajudar aos outros raramente aparecem, mas pequenas delas nos cercam todos os dias”. - Sally Koch

sábado, 21 de maio de 2016

Extremos em Taiobeiras – cidade no glamour e povoados na seca

Comunidades das Lagoas sofrem sem água e os moradores mendigam por caminhões pipa. Cemig presta esclarecimento

A população de Taiobeiras convive com os extremos. Enquanto a cidade vive o glamour da espetaculosa Festa de Maio, os povoados das Lagoas sofrem com a falta de água

TAIOBEIRAS – Nos últimos anos, as comunidades rurais de Lagoa Grande, Lagoa Dourada e Lagoa seca, na zona rural deste município, convivem com extrema falta de água e com o descaso da classe política. São cerca de mil famílias nas três comunidades e a grande maioria depende dos famigerados caminhões pipa. E para piorar a situação, muitas famílias denunciam que são extorquidas para conseguir a parada dos caminhões em suas casas.

A denúncia é velha, mas ignoradas pelas autoridades, desdenhada pelos religiosos e esquecida pelos políticos. A contradição é ridícula para Taiobeiras, pois a população elitizada curte a glamorosa “Festa de Maio” enquanto os geraizeiros se humilham atrás de caminhões pipa para conseguir água para abastecer suas moradias. O descaso com as mil famílias das comunidades chega a ser revoltante para quem tem o mínimo de clamor social.

Há mais de dois anos, o Governo do Estado implantou um sistema de abastecimento de água para atender as três comunidades através da Copanor. A obra foi feita com materiais de péssima qualidade e ninguém reclamou. Na primeira vez que a água foi ligada, a tubulação simplesmente estourou em vários pontos. E quando todos pensavam que os problemas seriam solucionados, a empresa responsável pelos trabalhos desapareceu. Mais uma vez, ninguém falou nada.

Em agosto de 2015, o prefeito Danilo Mendes publicou que iria inaugurar a obra, mas não cumpriu e o povo humilde das lagoas continua sofrendo. Para justificar o abandono da obra, Danilo explicou que estava faltando energia para ligar os poços artesianos, a Copanor estaria em débito com a Cemig, que faria a eletrificação apenas após o acerto.

A reportagem da Folha Regional foi atrás da verdade e descobriu que a história publicada pelo prefeito de Taiobeiras é completamente diferente. Conforme Fernanda Farias, Gerente de Relacionamento com Clientes Especiais do Poder Público, vinculada à Diretoria de Distribuição e Comercialização da Cemig, o que está faltando na verdade é a “Prefeitura de Taiobeiras enviar os documentos necessários para solicitar a energização dos poços artesianos”. Ou seja: conforme Fernanda, a obra não está funcionando por que a Prefeitura não encaminha os documentos. Só isso. A tal dívida da Copanor com a Cemig é apenas uma desculpa.

Ainda segundo Fernanda, para a Cemig fornecer a energia, é preciso a Prefeitura de Taiobeiras apresentar a “Autorização para Perfuração de Poço Artesiano”, e isso não foi feito. “Para as obras do Plano de Emergência, é preciso o envio desse documento”, informa a Gerente de Relacionamento, deixando claro que os moradores do locais onde os poços foram perfurados precisam assinar as autorizações, além de mandar o xerox da carteira de identidade e do CPF. Nem isso foi enviado para a Cemig ainda, segundo Fernanda.

Outro documento necessário é o “Termo de Cessão de Uso”, anexado aos documentos relativos à constituição do cessionário, além do Termo de Posse do Prefeito. Os documentos devem ser enviado para a sede da Cemig em Belo Horizonte.

Mas por que a Prefeitura de Taiobeiras ainda não fez algo tão simples e acabou com o sofrimento de mil famílias? Será que estão esperando maior proximidade da reeleição? 
Muitas pessoas que curtem a pomposa Festa de Maio nem imagina o que está acontecendo nos povoados de Taiobeiras

‘Viola dos Gerais' faz seletiva em Taiobeiras

Gesão do Vale, de Salinas, é um dos concorrentes
No domingo, 22 de maio, acontecerá em Taiobeiras a primeira eliminatória do Festival Viola dos Gerais, evento promovido pela Inter TV, afiliada da Rede Globo. A primeira seletiva da 4ª edição do evento vai ser realizada dentro da programação da 60ª Festa de Maio e está programada para iniciar às 20 horas, na Praça da Matriz.

O concurso é uma promoção da Fundação Cultural Roda de Viola em parceria com a Inter TV. Esta é a primeira vez que Taiobeiras sediará uma etapa festival, que é um dos maiores do Brasil. Vale lembrar que o concurso terá uma única categoria; a valorização da música sertaneja raiz.

Os organizadores classificaram doze músicas para apresentação na seletiva: 'Meu Rancho Abençoado', de Ariedson e Renam; 'O canto de um caipira', de Flavio e Gislanio; 'Viola na Roça', de Gesão do Vale; 'Minha Terra Querida', de Adão Ribeiro da Silva; 'Violeiro do Céu', de Anivaldo de Sá e Juliano; 'Bandeira do Divino', de Helvécio Mota; 'Caminhos do Velho Chico', de Silvano Bessa; 'Velha Infância', de Danilo Barbosa Almeida; 'Na Rosa eu vou morar', de Roberto Rúdson; 'Salva o Mundo', Marcos Mineiro e Alessandro; 'As Duas Faces da Moeda', de Zé Mauro e Seresteiro e 'Meu Sertão Mineiro', de Clovis Soares.

Após a eliminatória de Taiobeiras, o Viola dos Gerais vai para Janaúba, onde fará a segunda seletiva no primeiro dia de junho. No dia 18 de junho, o concurso desembarca em São Francisco para a última eliminatória do mês. Em 22 de julho o festival viaja para Brasília de Minas e no dia seguinte segue para Patis. A última seletiva será em Montes Claros, no dia 29 de julho. No total, são 72 canções classificadas, divididas em seis eliminatórias.

Prefeito de Salinas ignora liminar e jovem com câncer agoniza à espera de remédio

Leidiane e sua mãe Rita de Cássia: espera angustiante
Há 50 dias, moça com tumor no cérebro aguarda cumprimento de liminar concedida pela Justiça de Salinas

A paciente Leidiane dos Santos Gonçalves, de 23 anos, luta por um tratamento oncológico (tumor no cérebro) há 10 meses. Ela ganhou na Justiça o direito ao tratamento, mas a Prefeitura de Salinas ainda não cumpriu a decisão judicial de fornecer os medicamentos necessários para acompanhar os procedimentos que são realizados na Santa Casa de Montes Claros. Leidiane vinha realizando a radioterapia, mas como a Secretaria Municipal de Saúde de Salinas não disponibilizou o medicamento adjuvante, de nome Temodal (Temozolomida), os médicos foram obrigados a paralisar a radioterapia. “Sem a medicação quimioterápica nestes tipos de tumor, o tratamento se torna inviável”, explicou Dr. Anderson Barros de Brito, advogado da paciente, que, além da Prefeitura de Salinas, ajuizou também Ação contra a Secretaria de Estado de Saúde.

A angustiante espera pelo medicamento só agrava a situação clínica de Leidiane, pois, sem o medicamento, ela não pode continuar com o tratamento.

Foto após cirurgia
A Ação para conseguir o medicamento foi deferida pela juíza Erica Climene Xavier Duarte, da 2ª Vara Cível da Comarca de Salinas desde o último dia 30 de março, mas, mesmo sendo uma Tutela Provisória de Urgência, a Prefeitura de Salinas ainda não cumpriu a Decisão, muito menos o Estado. O valor aproximado do tratamento é de R$ 45 mil. O medicamento Temodal não é disponibilizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Conforme trabalhos científicos, o medicamento melhora a sobrevida dos pacientes após a realização da cirurgia, caso de Leidiane.

Depois da liminar deferida, o prefeito de Salinas, Kinca Dias (PT), foi citado, mas apresentou embargos de declaração. Agora, mesmo em situação complicadíssima, Leidiane está sendo obrigada a esperar pelos caprichos do poder público, que está usando as “brechas” jurídicas para ganhar tempo. “A situação de Leidiane é cada dia pior e ela corre risco de morte”, chora Rita de Cássia Santos, mãe da paciente, lembrando que a falta do medicamento causa convulsões, agrava o quadro clínico e inviabiliza a continuidade da radioterapia para combater o tumor na cabeça. Ela foi diagnosticada como portadora de neoplasia maligna CID 10.

A Decisão da juíza Erica prevê multa diária de R$ 1.000,00 por dia, até o limite de R$ 50 mil em caso de descumprimento. “Agora nossa única esperança é que a Justiça obrigue a prefeitura a fornecer o medicamento o mais rápido possível, caso contrário, não sei o que poderá acontecer com minha filha”, chora Rita de Cássia.

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Em São João, rapaz é acusado de estuprar três crianças

Autor Ricardo nega os crimes
Na manhã dessa sexta (20), o delegado da Polícia Civil de São João do Paraíso, Dr. Everson Moura, prendeu um rapaz de 20 anos, identificado por Ricardo da Silva Santos, morador da Fazenda Maravilha, acusado de relacionamento de sexual com três crianças no povoado de Boa Sorte.

A denúncia chegou ao delegado através do Conselho Tutelar. A investigação, que durou um mês, aponta que os estupros de vulneráveis vinham ocorrendo há cerca de 90 dias. Uma das vítimas tem 11 anos e as outras duas tem 12 anos. Conforme Dr. Everson, todas confessaram as relações sexuais e existem testemunhas.

Ainda conforme as investigações, o autor não oferecia dinheiro ou presentes para as crianças, mas existe a acusação de que o autor dava às vítimas uma substância conhecida por “boa noite cinderela”. Os exames médicos realizados nas vítimas comprovam a conjunção carnal.

Dr. Everson informou que o autor será indiciado por estupro de vulnerável, pois as vítimas são menores de 14 anos e, mesmo que elas aceitassem as relações, a violência é presumida. “A pena prevista para este tipo de crime varia de 08 a 15 anos de prisão”, informa o delegado.

Ricardo não tem passagem pela polícia e negou ter cometido os crimes.

Diálogo e fascismo

*Por Levon Nascimento
Vixe! É outro artigo de opinião desse tal de Levon! Eu não vou nem ler! Petralha doente! Só fala de Lula e Dilma! É um cego! Vai pra Cuba!

Calma! Vamos dialogar?

Uma das marcas do período conturbado pelo qual o Brasil está passando é a extrema polarização das posições políticas, as quais deixaram o terreno fértil do diálogo e da liberdade de expressão e adentraram ao pântano das perigosas simplificações, dos dogmatismos e do ódio fascista.

Por quais motivos?

O petismo foi um modo de governo de esquerda moderado, que nada teve de socialista ou comunista, a não ser os aliados e a referência moral, que buscou a conciliação com as elites e patrocinou políticas macroeconômicas tipicamente capitalistas, permitindo imensos lucros aos grandes bancos e aos setores hegemônicos da burguesia nacional e que mexeu pouco na estrutura social do Brasil, propiciando que os setores populares, antes totalmente excluídos, tivessem acesso ao consumo e a alguns direitos sociais. Porém, mesmo este pouco de inclusão, que retirou 40 milhões de brasileiros da condição de extrema pobreza, desagradou à conservadora classe dominante nacional, secularmente beneficiária das desigualdades.

O ódio fascista foi fomentado

No caso da classe média, imageticamente retratada pelo jocoso termo “coxinha”, pesa o fato dela ser tão classe trabalhadora quanto as demais classes populares, mas ideologicamente identificada, inspirada e desejosa de ser parte da assim denominada burguesia, ou classe opressora. Daí decorre que não deve ser motivo de espanto, pelo menos para quem quiser sociologicamente analisar, o fato de ser a classe média, tão sofredora quanto as demais categorias oprimidas, a contribuir com o maior contingente de indivíduos que defendem e propagam a irracional ideologia do fascismo brasileiro. Some-se a isto o conservadorismo estético, típico dos estratos médios de sociedades que passaram por longos períodos de domínio colonial, e a extrema religiosidade de caráter privado, centrada atualmente no que se denominou chamar de teologia da prosperidade.

Dito isso, se entende o porquê da classe média bradar palavras de ordem que deixariam corados de vergonha quaisquer indivíduos que se dedicassem a um estudo mínimo de História, como, por exemplo, os famosos: “vai pra Cuba”, “petralha é tudo comunista”, “fascismo é ideologia de esquerda” e outras falácias. Quanto a Cuba, qualquer observador da cena internacional sabe que a ilha dos Castro caminha abertamente para a abertura de seu mercado. A Guerra Fria dos anos 60 ficou longe. Até Barak Obama e os Holling Stones já foram dar o seu abraço a Fidel. Supor que o petismo levaria o Brasil para uma ditadura comunista é de fazer o velho Marx ou Stalin se revirarem de raiva no caixão. Em qual comunismo os bancos lucrariam tanto e os pobres receberiam incentivos para comprar, comprar e comprar? E, se o fascismo era de esquerda, por que então as vítimas prediletas de Hitler e Mussolini, depois dos judeus, eram os camaradas esquerdistas, comumente alcunhados de “os bolcheviques” ou “os porcos vermelhos”? Não. O fascismo era uma ideologia de direita. De extrema direita. E que punha em risco os próprios conceitos burgueses de democracia e liberdade de expressão. Por isto foi combatido, ainda que tardiamente, pelos Aliados. Isto, evidentemente, não retira das esquerdas mundiais a responsabilidade de fazerem autocrítica quanto aos massacres perpetrados por regimes como o soviético, o chinês e o norte-coreano. Não se deve tapar os olhos para os crimes da extrema-esquerda, para não se cair no dogmatismo obscurantista da extrema-direita.

Mas a esquerda brasileira também errou, principalmente por não ter disputado a hegemonia ideológica durante os anos dourados do lulismo (segundo mandato de Lula). Houve um raciocínio acomodatício que se conformou apenas com as quatro vitórias consecutivas em eleições presidenciais. O espaço ideológico junto à classe média ficou vazio. A classe média, ela própria, beneficiária de tantas políticas inclusivas dos governos petistas, como o PROUNI, o SISU, o Brasil Sem Fronteiras, a valorização real do salário mínimo, o estímulo aos concursos públicos, o aumento de vagas em universidades públicas e em institutos federais, além das ações de cunho moralizante, como o fortalecimento da Controladoria Geral da União, do MPF e a autonomia de fato da Polícia Federal. De vazio, este campo foi ocupado pelos grupos elitistas que enxergaram no fascismo, ou seja, na manipulação dos medos, da ignorância histórico-conceitual e nos seculares preconceitos de classe, uma porta para a retomada do poder central (fato concretizado com o golpe do impeachment por pedaladas fiscais) e para a extinção das conquistas alcançadas pelas classes dominadas (inclusive da própria classe média, que agora poderá ser vítima do aumento da idade para se aposentar e de outros golpes do governo ilegítimo).

Nos artigos de opinião que escrevo, tenho sido vítima dos xingamentos típicos de indivíduos que foram, involuntariamente, inoculados pela doença do ódio fascista. Gente que não se incomoda de ter Eduardo Cunha como parceiro de suas “lutas”. Antes, eu me afligia e sofria. Tinha raiva. Hoje, vejo que é meu dever de cidadão brasileiro e – por que não? – atitude de cristão, ajudar a estes co-irmãos a avançarem em suas visões de mundo, seja pela leitura crítica ou pelo contradito conceitual.

Talvez pese que, realmente, eu seja um militante das minhas ideias, inclusive político-partidariamente, mas eu não os odeio. Apenas, quero dialogar respeitosamente com eles.

* Levon Nascimento é professor de História e mestrando em “Estado, Governo e Políticas Públicas” pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso Brasil).

PM de Rio Pardo prende casal no tráfico

Casal Belzinha e Dadau eram alvos de várias denúncias anônimas por tráfico
Na noite de quinta (19), durante patrulhamento pela Rua C, do bairro Morais, em Rio Pardo de Minas, uma Guarnição da PM deparou com o casal Izabel Cristina e Bruno Francisco praticando o tráfico de drogas. Depois de 45 minutos de monitoramento visual, os militares viram Izabel escondendo um pacote embaixo de pedras próximas à sua residência e logo após um homem identificado por Cleiton aproximou para pegar o pacote, ocasião em que foi abordado por Sargento Vilela e Soldado Henrique.

Conforme os militares, o pacote continha 14 pedras de crack. Nas buscas pessoais, os militares encontraram cerca de R$ 50,00 trocados com Izabel, já com Claiton foi encontrado R$ 285,50. Também foram apreendidos celulares e um cachimbo.

O casal, conhecido popularmente por Belzinha e Dadau, foi preso em flagrante. Ainda conforme os militares, o casal era alvo de inúmeras denúncias anônimas por tráfico na cidade.