Facebook

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Motorista da Prefeitura de Salinas morre em acidente

Veículo da prefeitura ficou totalmente destruído

Por volta das 21 horas dessa segunda (02) aconteceu um trágico acidente na estrada que liga Salinas à Taiobeiras, próximo ao trevo de acesso à Novorizonte. Foi apurado que o veículo da Secretaria Municipal de Saúde retornava de Taiobeiras, quando teria chocado de frente com uma carreta, tipo caçamba.

O veículo placa PVL-8338 ficou totalmente destruído e o motorista, identificado por Amarildo Pereira Brito, de 50 anos, morreu no local. O Samu chegou a ser acionado, mas nada pôde fazer.

Conforme informações levantadas pela reportagem no local do acidente, o motorista Amarildo tinha recebido a encomenda de ir ao Hospital de Taiobeiras buscar um medicamento para um paciente que estava sendo transferido de Salinas para Montes Claros, no retorno aconteceu o acidente.

Neste momento a perícia da Polícia Civil de Taiobeiras está no local fazendo os levantamentos de praxe, mas ainda não se sabe o que teria causado o acidente.
Veículo caçamba estava subindo ladeira sentido Salinas ao trevo de Novorizonte

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Dois adolescentes foram atingidos por tiros em Taiobeiras

PM está fazendo rastreamento e precisa de informações sobre os autores

Na noite dessa quinta (28), por volta das 19 horas, foram registrados disparos de arma de fogo na Praça do Planalto, em Taiobeiras.

Conforme as primeiras informações da Polícia Militar, dois indivíduos em uma moto Honda Titan, cor azul, circularam a rotatória de acesso à Praça e efetuaram vários disparos em direção a um adolescente de 15 anos.

Ainda conforme a polícia, um dos tiros acertaram a perna do adolescente. Outro tiro acertou o pé de uma menina identificada por Renata, de 11 anos, que estaria brincando na Praça. Ela mora na Rua Capelinha, próximo à Praça. Ambos foram encaminhados ao Pronto Socorro de Taiobeiras, onde foram atendidos e passam bem.

Logo após os disparos, os autores evadiram em alta velocidade. As viaturas da Polícia Militar estão fazendo rastreamentos pela cidade. Qualquer informação, ligue: 190 ou 181.

Quadrilha treinada pelo PCC tinha integrantes em Salinas e Padre Carvalho

Veículo usado pela quadrilha no assalto em Coronel Murta foi queimado
Uma quadrilha atuante no tráfico de armas e drogas no Norte de Minas é desarticulada na manhã desta quinta (28) através da operação “Todos Pagam”, da Polícia Federal. Foram cumpridos 68 mandados judiciais expedidos pela 1ª Vara Criminal de Montes Claros. Dos 15 mandados de prisão temporária, apenas um integrante conseguiu fugir em Padre Carvalho.

De acordo com o delegado Marcelo de Freitas, as investigações comprovaram que os criminosos são os maiores fornecedores em drogas e armas da região. Seus integrantes são de Montes Claros, Padre Carvalho, Salinas e várias outras cidades de Minas Gerais e Mato Grosso do Sul, de onde vinham as drogas e armas.

Além desses crimes, o grupo também realizava assalto a empresários, roubo a agências lotéricas, agências dos correios, estabelecimentos comerciais e furtos de veículos.

Em entrevista, o delegado da Polícia Federal informou que o bando estava sendo investigado há sete meses e atuavam há pelo menos dois anos na região. Dr. Marcelo não quis divulgar os nomes das pessoas presas, pois ele alega que pode atrapalhar as investigações. Um homem de Salinas foi preso na operação e o delegado informou que a maioria dos presos é de Padre Carvalho. O delegado disse também que existem policiais da região envolvidos com a quadrilha e as investigações continuam.

Os envolvidos movimentavam muito dinheiro, pois chegavam a vender 2.500 quilos de drogas por mês. As substâncias eram escondidas em uma fazenda de eucalipto no município de Padre Carvalho, e o dono da propriedade era um dos líderes da quadrilha. Outro líder do grupo foi preso em BH, com ele os federais encontraram R$ 61 mil. A PF estima que essa seja a maior quadrilha em atuação no que se refere ao tráfico de drogas no Norte de Minas.

Entre os crimes cometidos pelo bando, destaque para o assalto a casa lotérica de Fruta de Leite em novembro de 2015; o roubo aos Correios em Padre Carvalho em dezembro de 2015; o assalto ao posto de combustíveis Chimba, na BR-251 em março de 2016 e o assalto na agência dos Correios em Itacambira, quando quatro homens foram mortos e dois ficaram feridos depois de uma troca de tiros com a Polícia Militar.

Outro grande roubo executado pela quadrilha foi em Barra de Salinas, distrito Coronel Murta, quando levaram R$ 1,5 milhão em pedras preciosas e R$ 150 mil em dinheiro. Durante a ação, 13 ladrões se passarão por policiais civis. O bando também estaria envolvido em assaltos a comércios de outras cidades. Em todos os crimes, os homens eram violentos, utilizavam  “forte” armamento, coletes a prova de balas, rádios e “viaturas” com plotagens falsas.

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Vacinação contra febre aftosa começa no domingo

Minas Gerais, que tem o segundo maior rebanho do país, atinge a marca de 20 anos sem registro da doença

Começa no próximo domingo (1/5) a primeira etapa de vacinação contra a febre aftosa, que será realizada em Minas Gerais. Produtores rurais terão até 31 de maio para vacinar bovinos e bubalinos, independentemente da idade. Deverão ser imunizados cerca de 23,9 milhões de animais no estado.

A vacinação do rebanho permanece obrigatória e como principal forma de se prevenir contra a doença. O produtor que não vacinar os animais estará sujeito a multa de 25 Unidades Fiscais do Estado de Minas Gerais (Ufemgs) por animal, o equivalente a R$ 75,27 por cabeça.

Minas Gerais completa em maio 20 anos sem registro de focos de febre aftosa no seu rebanho. “Estas duas décadas sem a doença no plantel mineiro são um marco importante para todos os elos da cadeia produtiva da bovinocultura mineira”, argumenta Márcio Botelho, diretor-geral do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), órgão responsável pela gestão da campanha de vacinação em Minas.

Vacinação - O gerente de Defesa Sanitária Animal do IMA, Guilherme Costa Negro Dias explica que o produtor rural deve adquirir a vacina em estabelecimentos registrados para o comércio de produtos  de uso veterinário,  apresentando no ato da compra o nº do CPF do produtor rural.

Após a compra é fundamental a correta conservação da vacina, que deverá sempre estar numa temperatura entre dois e oito graus centígrados, de forma a garantir sua  eficácia na imunização do rebanho.

Durante a execução da vacinação a vacina deve ser mantida em caixa de isopor com gelo, da mesma forma que a seringa, quando não estiver sendo utilizada. “É importante também programar a aplicação para os horários mais frescos do dia”, diz o gerente.

Os produtores deverão adquirir  a vacina dentro do mês de maio e terão até 10 de junho para comprovar a vacinação dos animais perante o IMA. Esta comprovação pode ser feita de duas formas após aquisição da vacina em quantidade compatível com a exploração pecuária e a vacinação do rebanho, explica Natanael Lamas Dias, fiscal agropecuário do IMA e coordenador, em Minas, do  Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA).

Na primeira, o produtor realiza a declaração por meio do site do IMA (www.ima.mg.gov.br) . Outra opção é levar a declaração de vacinação já preenchida juntamente com a nota fiscal de compra das vacinas a um dos escritórios do IMA.

Bandidos explodem agência do Bradesco em Indaiabira

Agência de Indaiabira ficou destruída
Na madrugada quarta (27), por volta de 01h:00min, quatro assaltantes, fortemente armados, explodiram a agência do banco do Bradesco que fica localizada no Centro de Indaiabira.

Em entrevista ao Jornal Folha Regional, o Sargento Tadeu, comandante do Destacamento de Indaiabira, informou que foram visualizados dois veículos após a explosão, um Siena branco e uma pick-up Strada prata, mas o militar não descarta o uso de outros veículos. “Foram visualizados estes dois carros, mas é bem provável que tivesse mais veículos em outros pontos da cidade”, disse o Sargento Tadeu.

Ainda conforme o Sargento, dois meliantes ficaram nas esquinas próximo à agência, um armado com fuzil e outro com escopeta, enquanto outros dois adentraram na agência para efetuar a explosão.

Depois da explosão, um policial militar que reside próximo à agência se protegeu e efetuou um disparo em direção aos bandidos, que passaram a atirar pra cima e evadiram sentido ao trevo que liga São João do Paraíso e Taiobeiras.

Com o disparo do policial, os bandidos ficaram preocupados e evadiram deixando R$ 49 mil no chão da agência. Ainda não se sabe a quantia roubada. Segundo uma testemunha, no dia anterior o terminal da agência havia sido abastecido.

Estão sendo feitos rastreamentos pela região, mas até o momento ninguém foi preso. Qualquer informação, ligue 190 ou 181.

terça-feira, 26 de abril de 2016

Polícia Civil de Pedra Azul prende motorista de Taiobeiras

Jailton é acusado de roubo e receptação
Sob acusação de envolvimento com roubos e receptações de cargas, o motorista Jailton Silveira Quirino, de Taiobeiras, foi preso nessa terça-feira (26) pela Polícia Civil de Pedra Azul.

Conforme o delegado Danilo Fernandes Souza, o acusado atua no ramo de transportes é suspeito de envolvimento com os roubos de cargas que acontecem na BR-251. Ele também é apontado como receptador das cargas.

Ainda conforme o delegado de Pedra Azul, o taiobeirense Jailton vinha sendo investigado desde o último mês de outubro. Os investigadores chegaram até Jailton após os cumprimentos de mandados de busca e apreensão, inclusive, um caminhão do suspeito foi apreendido em Cachoeira de Pajeú com produtos oriundos de cargas roubadas na rodovia.

A equipe da Polícia Civil de Pedra Azul prendeu o motorista em Taiobeiras e o encaminhou para o presídio de Pedra Azul, onde ficará à disposição da Justiça.

Deputado quer acabar com festas “open bar” em Minas

Para Roberto Andrade, open bar gera transtornos
Parlamentares de seis comissões temáticas da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realizam, nesta quarta-feira (27), uma audiência pública com o objetivo de debater a realização de festas e eventos com bebidas liberadas, denominados “open bar” ou similares. O projeto do deputado estadual Roberto Andrade quer proibir a prática em Minas Gerais.

A reunião foi solicitada pelos deputados Roberto Andrade e Wander Borges (ambos do PSB), e terá participação das Comissões de Saúde; Assuntos Municipais e Regionalização; Defesa do Consumidor e do Contribuinte; Segurança Pública; Esporte, Lazer e Juventude; e de Prevenção e Combate ao uso de Crack e outras Drogas.

O deputado Roberto Andrade quer coibir a modalidade que vincule a entrada em estabelecimentos à consumação mínima de bebidas alcoólicas. Para tanto, conceitua como eventos “open bar” aqueles cujo valor de consumo de bebidas esteja embutido no preço do ingresso. A matéria estabelece ainda como condição à concessão de licença ou do alvará de funcionamento a comprovação prévia à autoridade competente de que o evento ou o estabelecimento não realizam as práticas por ela vedadas, fixando ainda as sanções cabíveis.

Segundo o parlamentar, esse tipo de evento é uma afronta ao Código de Defesa do Consumidor, porque institui a chamada “venda casada”, prática lesiva vedada pela legislação. Além disso, o deputado diz acreditar que essas festas causam prejuízos à saúde e à segurança pública. Ele afirma, também, que milhares de adolescentes e jovens são introduzidos ao consumo excessivo de bebidas alcoólicas por essa modalidade de evento, em que o preço da bebida está parcial ou totalmente incluído no valor da entrada.

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Prefeito Daniel, de Pedra Azul, é cassado e Silvana assume

Prefeito Daniel é acusado de comprar votos
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MG) manteve, por unanimidade, a cassação do prefeito de Pedra Azul, Daniel Pires de Oliveira Costa (PR), e seu vice, Ailton de Sousa Leite (PMDB), por abuso de poder econômico e captação ilícita de sufrágio (compra de voto). O relator do processo foi o juiz Carlos Roberto de Carvalho.

Além de cassar os diplomas de prefeito e vice, a decisão declarou a inelegibilidade por oito anos, impôs multa no valor de 5 mil UFIR’s para cada um e determinou a diplomação da segunda colocada nas eleições, que é Silvana Mendes (DEM). A execução da decisão acontecerá somente após o trânsito em julgado da decisão, por isso, Daniel ainda pode conseguir uma medida cautelar e aguardar o julgamento no cargo.

A Câmara Municipal de Pedra Azul pretende empossar a 2ª colocada ainda nessa segunda-feira (25).

A ação de investigação judicial eleitoral provou que o prefeito Daniel e o vice Ailton distribuíram gratuitamente combustíveis a motociclistas em dia de evento político e fizeram doação de enxoval de bebê em troca de votos. Para o relator do processo há prova robusta da prática da conduta ilícita da compra de votos, diante das provas documentais juntadas – vales para abastecimento para grande número de motociclistas – e da prova pericial que comprova a participação de pessoa ligada à campanha dos réus nos atos de compra de votos.

Nas eleições de 2012 para o cargo de prefeito, Daniel Costa teve 6.397 votos (50%) e a segunda colocada, Silvana Gouveia, 6.089 votos (47,60%).

Tramitação do processo - Em novembro de 2012, a ação foi inicialmente julgada improcedente em primeira instância, com a manutenção da decisão pelo TRE-MG em fevereiro de 2013. Em julho de 2014, o TSE anulou o acórdão proferido pelo TRE. Em novo julgamento realizado em novembro de 2014, a Corte Regional decretou a nulidade da sentença, com o retorno do processo para o juízo de origem. Finalmente, foi proferida em primeira instância nova sentença, em junho de 2015, que julgou procedente a ação. A decisão foi confirmada pelo TRE no último dia 02 de abril.

domingo, 24 de abril de 2016

PM de Taiobeiras cerca, atira e prende bandidos no Banco do Brasil

Autores flagrados na agência de Taiobeiras estavam roubando R$ 300 mil
Na madrugada deste domingo (24), por volta das 04 horas, a Polícia Militar de Taiobeiras foi acionada pela central de monitoramento do Banco do Brasil de Belo Horizonte, dando conta de que o alarme da agência estava disparado. O sistema de segurança do Banco informou também que as câmeras de segurança estavam captando imagens de indivíduos arrombando um dos cofres da agência.

Diante das informações, o Tenente Welson acionou vários militares, inclusive os que estavam de folga, montando mega operação. De forma muito rápida, os militares cercaram a agência e flagraram dois bandidos saindo do banco com grande quantidade de dinheiro. Os meliantes retornaram para a agência e tentaram evadir pelos fundos, onde depararam com outra equipe da Polícia Militar. Os meliantes não atenderam as ordens dos policiais e foram efetuados vários disparos, sendo que um dos assaltantes foi atingido no braço.

As portas de vidro da agência, interna e externa, foram quebradas com os tiros. Os presos, oriundos de Teófilo Otoni e Araçuaí, foram conduzidos para a Delegacia local onde foram autuados em flagrante delito. Eles estavam roubando cerca de R$ 300 mil.
Disparos quebraram as portas de vidros da agência

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Troca de acusações envolvendo o setor de saúde culmina na prisão de Ruy Muniz

Depois de denunciar máfia nos hospitais de Montes Claros, prefeito acaba sendo preso pela Polícia Federal
O prefeito de Montes Claros, Ruy Muniz (PSB), foi preso preventivamente pela Polícia Federal na manhã do dia 18. Na ocasião da prisão ele estava em Brasília. No dia seguinte, já estava no Presídio Regional de Montes Claros, na mesma cela em que se encontra o ex-prefeito de Taiobeiras, Joel Cruz. Já secretária Ana Paula Nascimento está presa no Presídio Alvorada, também em Montes Claros.

Além do prefeito, a Justiça também expediu mandado de prisão contra a Secretária de Saúde de Montes Claros, Ana Paula Nascimento. As prisões ocorreu durante a operação "Máscara da Sanidade II - Sabotadores da Saúde".

Segundo a Polícia Federal, os acusados usaram de meios fraudulentos para tentar inviabilizar o funcionamento do Hospital Universitário Clemente Faria, Santa Casa, Aroldo Tourinho e Dilson Goldinho, todos de Montes Claros. A acusação aponta que Ruy Muniz pretendia favorecer o Hospital das Clínicas Mario Ribeiro da Silveira, de sua família. A PF alega que, em 2015, o prefeito e a secretária retiraram cerca de 26 mil consultas especializadas e 11 mil exames dos hospitais, deixando de prestar os correspondentes serviços pela rede municipal, causando graves prejuízos à população de quem os serviços foram suprimidos.

Por isso, estão sendo indiciados pelos crimes de falsidade ideológica majorada, dispensa indevida de licitação pública, estelionato majorado, prevaricação e peculato. Penas que podem somar 30 anos.

Polêmica – O prefeito Ruy Muniz foi preso um dia após sua esposa, a deputada federal Raquel Muniz, ter dito na votação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff que ele era exemplo para o Brasil. Depois de se tornar notícia em todos os jornais, a deputada Raquel Muniz reiterou as palavras ditas durante a votação do impechment, e acrescentou que seu marido é um gestor íntegro, ético e que preza pela transparência das suas ações. “Não há razão jurídica para a prisão preventiva do prefeito Ruy Muniz, pois não tem risco à ordem pública, nem perigo de fuga e nem haver qualquer indício de obstrução da justiça”, disse a deputada, acrescentando que a prisão de Ruy Muniz não é por motivos de corrupção. Ela afirmou que todas as providências jurídicas cabíveis já foram tomadas.

A nota enviada pela assessoria de Ruy Muniz diz que há motivação política na ação do Ministério Público Federal em tratar a questão dos contratos dos hospitais de Montes Claros junto ao Sistema Único de Saúde de forma a criminalizar ações de governo legítimas, embasadas em pareceres técnicos de servidores concursados que concluíram que os serviços contratados não estavam sendo plenamente prestados.

A nota diz ainda que Ruy Muniz e Ana Paula já prestaram espontaneamente esclarecimentos aos órgãos de controle do Estado e da União. “Não há desvio de recursos públicos. Não há nenhum desvio de conduta por parte dos gestores da saúde municipal. Todos os recursos são aplicados sob o intenso crivo do Conselho Municipal de Saúde e da Secretaria Estadual da Saúde, atual detentora do poder de contratar prestadores hospitalares”, diz a nota.

Os assessores falam ainda em divergência política na gestão da saúde do município de Montes Claros. “De um lado toda a equipe técnica da Prefeitura Municipal liderada pela Secretária de Saúde e seu Prefeito Municipal com a clara filosofia de contratar produtos e serviços à preços justos, auditar os prestadores e pagar pelo que efetivamente é entregue. De outro um grupo político claramente alinhado aos prestadores e ao Governo do Estado. Visam única e exclusivamente um projeto de poder destrutivo que aparelha instituições públicas. Estão insatisfeitos com perda de privilégios junto a Prefeitura e manifestam público desejo de vingança e atua em diversas frentes para desestabilizar a gestão do Prefeito Ruy Muniz”, destaca a nota.

sexta-feira, 15 de abril de 2016

Polícia Civil de Salinas prende 5 receptadores de cargas

Produtos e armas apreendidos com receptadores
O delegado José Eduardo dos Santos e sua equipe da Polícia Civil de Salinas desencadeou nessa sexta (15) a operação “Portão do Vale”, que culminou com a prisão de cinco homens acusados de envolvimento com produtos roubados na BR-251. Além das prisões, os investigadores cumpriram 16 mandados de busca e apreensão em Salinas, Fruta de Leite, Grão Mogol e Padre Carvalho.

Conforme Dr. José Eduardo, as investigações começaram há dois meses, quando dois caminhões carregados de produtos da Boticário, maioria de perfumes, tombaram na rodovia federal e as cargas foram saqueadas. A suspeita é de que os produtos furtados tenha sido vendidos para comerciantes da região.

Durante a operação, os investigadores apreenderam vários cosméticos e armas. O delegado estima que o prejuízo seja imenso, já que a nota fiscal das cargas era de R$ 1 milhão. “Se pensarmos na revenda, o valor é ainda maior, pois a nota fiscal consta o preço de custo”, ressalta Dr. Eduardo.

Conforme as apurações iniciais, o delegado suspeita que os perfumes estavam sendo comercializados a um quarto do preço de mercado. “As empresas legais pagam impostos, geram renda e empregos e têm as cargas saqueadas e vendidas a um preço muito inferior”, lamenta o delegado, informando que os produtos furtados estavam sendo vendidos em várias cidades da região.

Agora, as investigações visam apurar se os acusados também estão envolvidos nos furtos das cargas ou só as revendiam. Dentre os presos em flagrante, dois são de Salinas, um de Padre Carvalho e dois residem às margens da BR-251. Os detidos portavam quatro armas e o delegado quer apurar a finalidade. Os nomes do envolvidos não foram divulgados e as investigações continuam.

Qualquer informação sobre cargas roubadas ligue 181 e colabore com a polícia.
É anônimo e sigiloso.
Carga da Boticário está avaliada em R$ 1 milhão a preço de custo

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Soldado será sepultado nessa quinta em Jaíba

Rogério Sobrinho foi vítima de um acidente com parapente em Salinas
O policial militar Rogério Sobrinho, de 28 anos, que foi vítima de um acidente com parapente na tarde do dia 12 de abril, será sepultado na manhã dessa quinta (14), às 08 horas na cidade de Jaíba. O fatal acidente ocorreu após salto do “Morro da Torre”, em Salinas. Conforme testemunhas, no momento do pouso em um terreno próximo à fazenda de Osmano Peba, surgiu uma corrente de ar e o policial teria sido arremessado contra o solo.

A família do Soldado Sobrinho informou que ele praticava o esporte há 5 anos. Conforme o médico de plantão no Hospital de Salinas, o policial sofreu fraturas múltiplas pelo corpo, principalmente na cintura pélvica, mas havia chegado consciente.

Como o Hospital de Salinas não possui os recursos necessários para o caso, seria preciso o encaminhamento para Montes Claros. Mas, antes da remoção, o quadro clínico piorou e o soldado começou a sofrer seguidas paradas cardiorrespiratórias, vindo a óbito.

O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Montes Claros, onde foi necropsiado e liberado na manhã dessa quarta (13). O velório está sendo na Câmara de Vereadores, na cidade de Jaíba, onde ocorrerá o sepultamento por volta das 08 horas dessa quinta (14).

Sobrinho tinha sete anos de serviço na Policia Militar e no dia do acidente estava de folga. Geralmente saltava de parapente em companhia de um grupo de amigos. O soldado trabalhou em Taiobeiras e foi transferido para Salinas, onde estava há quatro meses. Ele havia casado no último dia 30 de dezembro com a jovem Jaqueline Sousa, também policial militar. 

PM de Indaiabira flagra menores com arma

Objetos apreendidos com os menores infratores
Na noite do dia 12 de abril, a Guarnição da Polícia Militar de Indaiabira, durante patrulhamento preventivo, deparou com duas motocicletas em alta velocidade transitando pelas ruas da cidade, uma das motos estava com dois ocupantes e ao avistarem a viatura, eles empreenderam fuga sentido à zona rural.

A partir de então foi iniciada a perseguição, já que os menores não obedeceram a ordem de parada.

Durante a fuga, um dos condutores perdeu o controle da motocicleta e chocou com uma cerca de arame, vindo a cair ao solo e o garupeiro tentou dispensar uma arma de fogo e uma toca ninja. Ambos foram rendidos e os militares localizaram a arma.

os adolescentes foram apreendidos em flagrante delito e encaminhados ao posto médico de Indaiabira, onde foram atendidos e liberados pelo médico de plantão. A moto também foi apreendida.

terça-feira, 12 de abril de 2016

Centro de Especialidades Médicas é inaugurado em Pirapora

Espaço tem capacidade para realizar cinco mil consultas e exames por mês. Para o Alto Rio Pardo, o Governo promete instalar unidade em Taiobeiras.
O Governo de Minas entregou na segunda (11) o primeiro Centro de Especialidades Médicas (CEM) do estado. Localizado em Pirapora, o centro vai garantir acesso a serviços de saúde como consultas médicas em 10 especialidades, além de uma equipe multiprofissional, a cerca de 200 mil habitantes de 12 municípios da região. A entrega do CEM Pirapora atende não só à política de regionalização da saúde como também a uma demanda dos moradores da região, apresentada durante os fóruns regionais de governo.

Na região Alto Rio Pardo, o CEM está previsto para Taiobeiras, isso depois de uma ferrenha disputa com Salinas.

Com investimento anual de R$ 4,6 milhões, o CEM disponibilizará consultas especializadas nas áreas de angiologia, cardiologia, endocrinologia, nefrologia, oftalmologia, urologia, ginecologia, obstetrícia de alto risco, pediatria e mastologia. Também uma equipe formada por enfermeiro, assistente social, nutricionista e psicólogo estará à disposição no Centro.

Conforme o Governo, o CEM de Pirapora servirá como modelo para os demais que serão entregues à população até o final de 2018.

Edição nº 256


Governo vai realizar força-tarefa para regularização fundiária

Força-tarefa planeja efetivar 30 mil cadastros em dois anos
O Governo de Minas montou uma força-tarefa para agilizar o Programa Estadual de Regularização Fundiária Rural no estado. O objetivo é regularizar a situação de terras devolutas do Estado,  concedendo títulos de legitimação de propriedades rurais a quem vive e trabalha nelas. Terras devolutas são terrenos públicos que nunca pertenceram a um particular, mesmo estando ocupadas.

Diante de um passivo de cerca de 16 mil processos de regularização fundiária, o governo tem mobilizado para execução do programa A força-tarefa conta com a Emater-MG, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário (Seda), sindicatos de trabalhadores rurais, Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais (Fataemg), prefeituras municipais, cartórios e Ministério Público.

O processo de regularização se inicia com audiências públicas,  afim de deixar a população informada a respeito do programa em cada município. Logo em seguida realiza-se um mutirão para o cadastramento do maior número possível de beneficiários.

Em 2015 foram realizadas audiências, em 12 municípios do Norte do Estado, o que já resultou em quatro mil cadastros. A ação continua esse ano e novas audiências já foram realizadas em três dos sete primeiros municípios participantes do calendário 2016.

Segundo a Seda, Minas Gerais tem uma demanda de aproximadamente 54 mil posses a serem regularizadas, em cerca de 320 municípios. A expectativa para até o final de 2017 é de 30 mil cadastros.

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Lavrador de Rubelita faleceu. Surgiu vaga no CTI, mas faltou ambulância do Samu

Lavrador João não resistiu à espera e faleceu ao anoitecer dessa sexta (08)
O humilde lavrador João Pereira dos Santos, de 50 anos, não resistiu à longa espera no Hospital Municipal de Salinas e acabou falecendo agora a pouco. O lavrador, que estava com traumatismo craniano, aguardava uma vaga de CTI em Montes Claros desde o dia 03 de abril. Durante cinco dias, João penou no Hospital de Salinas, que não tem a estrutura necessária para a ocorrência.

Na noite de quinta (07), a Folha Regional publicou matéria sobre o caso, causando enorme repercussão. Na manhã dessa sexta (08), apareceu a vaga de CTI em Montes Claros. A família chegou a comemorar, mas foi por pouco tempo, pois, inacreditavelmente, não havia ambulância do Samu para fazer a transferência do paciente. “Esperamos a vaga de CTI com muita angústia, mas quando surgiu a vaga, faltou ambulância. Isso é um escândalo”, disse o policial militar Atenor Neto, sobrinho do paciente. “A dor da revolta está corroendo toda a família”, emendou.

O trabalhador rural foi vítima de uma queda em Rubelita, na qual sofreu traumatismo craniano. Depois que foi transferido para o Hospital de Salinas, a situação piorou, pois passou a apresentar infecção nos pulmões.

No desesperado por atendimento, a família do paciente chegou a recorrer ao Ministério Público na tarde do dia 07, mas sem sucesso.

Moveremos o mundo em busca de Justiça, se é que existe ainda. Alguém pagará pelo descaso”, desabafou Atenor.

O corpo de João será velado e sepultado em Rubelita.

Carro roubado em Montes Claros é recuperado em Padre Carvalho

Pajero foi tomada em assalto no dia 06 de abril
Na quinta (07), a Polícia Militar de Padre Carvalho recebeu uma informação de que um veículo Pajero, cor preta, placa FZA-9187, havia sido tomado de assalto em Montes Claros no dia anterior. O informante relatou também que o veículo estaria na cidade de Padre Carvalho.

De posse das informações, os militares montaram operação para prender os criminosos, além de fazer cerco e bloqueio nas estradas das imediações. Para isso, os militares de Padre Carvalho receberam apoio da Guarnição de Josenópolis.

Durante as averiguações, o veículo foi encontrado abandonado em uma estrada vicinal do município, porém, nenhum criminoso foi localizado.

Deputados aprovam reajuste para servidores da Educação

O PL 3.396/16 reajusta em 11,36% o salário dos servidores da educação, com efeito retroativo a 1º de janeiro de 2016 - Foto: Guilherme Bergamini

A educação mineira celebra uma conquista. Na última quinta (7), foram aprovados na Assembleia Legislativa três importantes projetos para a educação que fazem parte de um acordo histórico entre o Governo Pimentel e a categoria.

Trabalhadores e trabalhadoras em educação comemoram o reajuste do piso salarial em 11,36%, retroativo a 1º de janeiro de 2016, conforme o índice de correção do valor do piso salarial profissional nacional, divulgado anualmente pelo Ministério da Educação (MEC).

Além do aumento salarial, os projetos também beneficiam os atingidos pela Lei 100, de 2007, de autoria do então governador Aécio Neves, e julgada inconstitucional pelo Supremo Tribunal Federal (STF), além de amparar adoecidos que já foram desligados.

Após 12 anos de governo neoliberal tucano, que não investia o mínimo constitucional na educação, que promoveu a malfadada Lei 100, impedindo até os profissionais de comer nas escolas, a categoria já percebe um tratamento diferente por parte do Executivo”, destaca o deputado Rogério Correia (PT), um dos que mais luta pela Educação em Minas. Ele é responsável também pelo projeto que assegura aos servidores o direito de alimentação nas escolas.

Em poucos meses de diálogo, eu afirmo, com sinceridade, que não teríamos conseguido este acordo se os professores não tivessem lutado por 7 anos seguidos e realizado a mais longa greve da história, que durou 112 dias. Faço uma homenagem aos professores e professoras, ao Sind-UTE e a Beatriz Cerqueira, que soube negociar ponto a ponto e dizer ao governo o que a categoria queria. Também ao governador Pimentel, por honrar a promessa que fez durante sua campanha! Reafirmo o compromisso do nosso mandato sempre na luta pela valorização da educação”, pontuou Rogério Correia.

quinta-feira, 7 de abril de 2016

Em Salinas, homem com traumatismo aguarda vaga em CTI há 4 dias

Lavrador João aguarda vaga em CTI há quatro dias. O caso é gravíssimo
Desde o dia 03 de abril que o lavrador João Pereira dos Santos, de 50 anos, está sofrendo em um leito do Hospital Municipal de Salinas. Ele é de Rubelita e foi vítima de uma queda, na qual sofreu traumatismo craniano. Inicialmente, João foi atendido em um Centro de Saúde de Rubelita e transferido para o Hospital de Salinas, que não tem a estrutura para atender este tipo de caso.

Inconsciente e sem os exames necessários, João aguarda o surgimento de vaga no CTI de Montes Claros. O caso é gravíssimo e a família está desesperada. “Os médicos já relataram que ele corre risco de vida, porém, está morrendo aos poucos no Hospital de Salinas, pois lá não faz os exames necessários e não tem recursos”, relata o policial militar Atenor Neto, sobrinho do paciente.

Conforme Atenor, a Justiça foi acionada, mas até o final do dia nenhuma providência havia sido tomada, e o quadro está sendo agravado, pois o paciente passou a apresentar infecção nos pulmões. “É um absurdo o que está acontecendo no setor de saúde”, lamenta Atenor.

A mãe de João, Dona Josefa Maria de Jesus, de 80 anos, não sabe o que fazer mais. Ela recorreu ao Ministério Público na tarde dessa quinta (07), mas ainda aguarda algum tipo de providência.

A sobrinha do paciente, Emanuele Fonseca, que está no Hospital de Salinas, informou que a situação só agrava com o passar do tempo. “Ele precisa fazer uma tomografia urgente, mas os médicos alegam que não tem vaga. O sofrimento é terrível”, disse.

A reportagem fez contato com o Hospital de Salinas, mas a atendente Rosa informou que não pode fornecer informações por telefone.